Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: O poder dos quietos para jovens


Título: O poder dos quietos para jovens • Autora: Susan Cain • Editora: Sextante • Páginas: 224 • Ano: 2017

 Não é segredo nenhum que eu gosto bastante do gênero autoajuda e quando vi esse livro fiquei muito animada, pois eu sou uma pessoa introvertida, então imaginei que seria uma leitura interessante para mim e realmente foi.


 Nesse livro a autora vem para mostrar que os introvertidos possuem muitas qualidades, que não estamos sozinhos no mundo e que se soubermos usar os pontos positivos da introversão, vamos conseguir alcançar muitos objetivos.
 Para isso a autora começa nos falando sobre a diferença entre os introvertidos e os extrovertidos, assim como a diferença entre introversão e timidez, pois muita gente ainda não sabe.
 E citando várias pesquisas ela nos mostra que os introvertidos reagem de forma diferente que os extrovertidos diante de várias situações e estímulos, por exemplo, os introvertidos e os extrovertidos possuem sistemas nervosos diferentes. Enquanto o introvertido reage a situações sociais de maneira mais intensa, o extrovertido não reage de maneira tão profunda.
 Basicamente, nesse livro a autora irá tentar mostrar para os introvertidos que a introversão não é nenhum defeito como muitos pensam e que é preciso se conhecer e aceitar como somos, pois também temos muitas qualidades boas e podemos nos desafiar a enfrentar situações em que piramos.

"O medo é um forte inimigo, mas a paixão é uma aliada ainda mais poderosa."

 Para quem é introvertido é muito interessante essa leitura, pois provavelmente você vai acabar se identificando com muitos dos depoimentos que a autora traz, onde por conta da introversão as pessoas não são compreendidas e até mesmo passam por situações complicadas.
 O foco nesse livro é nos jovens, sendo mais especifica nos adolescentes, tanto que a autora cita muitos depoimentos de adolescentes, o que servirá para motivar o leitor. E é essa a razão que acabou fazendo com que eu não me envolvesse tanto com o livro, pois eram muitos depoimentos sobre escolas e eu já passei dessa fase, mas a autora possui um livro destinado aos adultos também.

"A validação proveniente daqueles que nos cercam - pela internet ou pessoalmente - nos proporciona uma sensação agradável, porém a validação mais importante é a que vem de nós mesmos."

 Durante toda o livro haverá vários depoimentos de introvertidos que tentaram superar a introversão por conta de alguma paixão/motivação, mas a autora sempre destaca que a introversão não é um defeito e que não devemos tentar mudar e nos tornarmos extrovertidos, pois é algo praticamente impossível, o que devemos fazer é aprender a lidar com a nossa introversão e entender nossos limites.
 Para motivar os introvertidos a irem atrás de seus sonhos e darem o seu melhor, a autora cita vários famosos que são introvertidos e conseguiram alcançar o objetivo deles, sendo que a Susan diz que eles conseguiram isso por causa da introversão e não apesar dela, destacando novamente que a introversão não é um defeito.


 Um dos assuntos bacanas que a autora aborda no livro é a questão dos introvertidos na escola, pois alunos introvertidos quase sempre são mal compreendidos pelos seus professores que acabam até mesmo diminuindo a nota do aluno por ele ser quieto. E algo muito frequente nas escolas também é os extrovertidos serem sempre vistos como os melhores alunos, pois eles participam mais das aulas e são mais falantes, quando muitas vezes o introvertido presta mais atenção na aula, mas por conta da introversão acaba não conseguindo participar falando.
 No entanto, não achem que a autora escreveu esse livro para mostrar que os introvertidos são melhores, pois não é essa a intenção e ela mesma destaca que tanto os introvertidos quanto os extrovertidos possuem suas qualidades, mas cada um trabalha de uma forma diferente e é preciso entender isso.

"Uma das minhas vizinhas escreveu 'O medo é um ladrão', e esse se tornou meu mantra enquanto estive no Equador. Resolvi pautar minha vida pelas palavras da minha vizinha: 'Você não pode deixar o medo se tornar um ladrão. Ele roubará várias coisas preciosas e momentos incríveis.'"

 Outro ponto interessante que a autora aborda são os nichos restauradores, pois introvertidos geralmente se desgastam mais fáceis com situações do cotidiano e precisam de um tempo sozinhos para recuperarem o ânimo antes de enfrentarem outras situações. Por exemplo, muitos introvertidos dão palestras e assim que terminam uma precisam encontrar um lugar de paz para só então conseguirem voltar para dar outra palestra, é como se fossemos iguais celulares que precisam ser recarregados.


 A diagramação do livro está muito bacana, começando pela capa que está muito bonita, tendo o Q em alto relevo. Por dentro tudo está muito agradável, as folhas são amareladas e o tamanho da fonte está ótimo, sem contar que há várias ilustrações no livro.
 É um livro de leitura bem fluida e rápida, o mesmo traz textos curtos que ajudam para que a leitura tenha um ritmo agradável e a narrativa é praticamente uma conversa da autora com o leitor.


 "O poder dos quietos para jovens" é um livro muito interessante que traz ótimas dicas para os introvertidos conseguirem superar alguns de seus temores de introversão, além disso é um livro que irá mostrar que há muitas qualidades que os introvertidos não vêem neles mesmos.
 Enfim, essa é uma leitura muito proveitosa, principalmente se você for um adolescente introvertido, pois vai se identificar com os depoimentos e se inspirar neles, por essa razão eu recomendo muito a leitura desse livro para esse público, mas nada impede que os mais velhos também leiam, pois embora tenha o foco nos jovens, pode vir a ajudar bastante também, como foi o meu caso.

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Ola
    Confesso que não é um genero que eu leia com frequencia, mas achei essa tematica bem interessante e curiosa. Fiquei intrigada a ler mais a respeito do introvertido no ambiente escolar, acredito que deve ser muito importante por conta das mensagens e dicas repassadas, pelo que pude compreender.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Adorei o livro, me parece um título interessante. Acho que seria perfeito para mim, pois sou introvertido e quero começar a ler alguma coisa de autoajuda.

    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  3. Olá! Tudo bem?
    Confesso que não gosto de auto ajuda, é um gênero que não tenho familiaridade alguma e que não leria por livre e espontânea vontade. Sobre esse tema abordado no livro: Sou uma pessoa mega EXTROVERTIDA kkk, e creio que não gostaria caso lesse essa história.
    Mas como diz o velho e bom ditado: "Nunca diga nunca", quem sabe um dia eu necessite de um livro de auto-ajuda, não é mesmo?

    Beijão!

    https://bloggmundodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    não curto livros de autoajuda, já tentei lê-los uma infinidade de vezes mas não funciona comigo, sempre me irrito e nunca consigo concluir uma leitura dessas. No entanto esse assunto poderia até ter me interessado a uns treze anos atrás quando eu notadamente fazia parte do público alvo a que ele é destinado, já fui extremamente introvertida e apesar de não me incomodar de fato com isso acabei migrando para o grupo oposto de forma natural e inesperada, passei a me comunicar melhor com as pessoas e a me expressar como nunca antes, mas hoje não me considero introvertida ou extrovertida, na verdade sou quieta por opção, reservada e gosto disso. Fico feliz que o livro tenha sido bom pra você.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não consigo com livros de autoajuda. Um ou outro sobre organização até que vai, mas sobre comportamento não me empolga nem um pouco. Que bom que foi proveitoso para você e espero realmente que ajude outras pessoas.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Vi a capa desse livro passando por minha timeline mais sedo e fiquei curiosa para saber do que se tratava agora eu sei rs Gosto também de livros de autoajuda, rmbora ultimamente pouco lria eles. Gostei de saber do wue se trata, depois vou dar uma olhadela nele, vai que eu também goste. Bexitus!

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Eu também adoro livros de auto ajuda e sempre procuro intercalar alguns em minha meta de leitura ;)
    Assim como você, também sou introvertida e tenho certeza que esse livro será muito útil pra mim.
    Dica anotada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Lari,

    Que livro interessante, de vem em quando eu gosto de ler auto-ajuda também, principalmente esses que ensinam coisas interessantes. Já sei bem para quem vou indicar essa leitura, muito obrigada pela recomendação e parabéns pela resenha...

    Beijos e obrigada pela resenha.
    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Gosto de ler livros nessa linha vez ou outra. É bom para pegarmos umas dicas e conhecermos mais de determinados assuntos. Com certeza me identificaria com esse livro, pois sou realmente introvertida. Além disso, os pontos que você mencionou chamaram minha atenção.
    Adorei a sua resenha e já anotei a dica.
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  10. Oláa, tudo bem? Ótima resenha!! Eu sou introvertida e não me vejo me tornando extrovertida, pois como a autora bem disse, é quase impossível e é mesmo algo que vem da gente, uma característica própria. Eu fiquei beeem interessada nessa leitura! Vou colocar nos meus desejados.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Oi.

    Não sou uma leitora dos livros da Sextante. Geralmente os livros do catálogo não faz muito meu estilo. Apesar de parecer ser bem legal esse livro não despertou meu interesse. Vou passar a dica dessa vez.

    ResponderExcluir
  12. Eu confesso que, ao contrário de você, não gosto do gênero. Mas a temática desse livro é até bem interessante e acho que muita gente se beneficiará dele. Que pena que teve essas partes com as quais você não se identificou muito, mas pelo menos foi uma leitura proveitosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oie Amore...

    Não conhecia esse livro até o momento, mas parece se tratar de um livro bem legal.
    Parece se tratar de um livro com uma temática bem intensa... dica anotada!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Não conhecia esse livro, sinceramente nem o leria se o visse antes da resenhas, mas achei muito bacana a temática dele aqui, porque eu sou muito introvertida e na escola sofri pra caramba com isso, e até hoje pra arrumar emprego e tal é complicado.
    Vou procurar esse livro pra ler hoje mesmo

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu não conhecia esse livro, pelo gênero ser auto-ajuda, um que nunca li. porém me interessei bastante, fiquei na duvida em qual me encaixaria, e adoraria ler.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Dramática

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger