Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Uma longa jornada para casa


Título: Uma longa jornada para casa • Autor: Saroo Brierley • Editora: Record • Páginas: 288 • Ano: 2017

 Esse livro chamou a minha atenção por conta do título, mas eu não sabia nada sobre a história dele e nem conhecia o filme Lion, com isso eu comecei a leitura completamente no escuro, sem saber o que esperar e fui completamente conquistada.


 Em "Uma longa jornada para casa" vamos conhecer a história real de Saroo Brierley, um indiano que aos 5 anos de idade se perdeu em uma estação de trem e acabou embarcando em um vagão que o fez atravessar a Índia.
 Com isso, o menino se vê perdido e obrigado a sobreviver sozinho nas ruas de Calcutá, onde as pessoas não parecem dar a mínima para o seu sofrimento e por não saber ler e nem escrever tudo se torna ainda mais difícil, sem contar que Saroo não sabe o nome de sua cidade e nem o seu sobrenome.
 Então o menino vive sozinho nas ruas perigosas de Calcutá até ser levado para uma agência de adoção e ser adotado por um casal australiano que o acolhem e o proporcionam uma vida maravilhosa.
 No entanto, apesar de ser feliz na Austrália e amar muito os seus pais adotivos, Saroo nunca se esqueceu da sua família biológica e passados mais de 25 anos ele está embarcando para a Índia na esperança de encontrar sua outra família.

"Muitas vezes, havia briga entre os desesperados pelos restos, e eu era empurrado de lado com força ou até levava um soco. Éramos como cães selvagens lutando por um osso."

 O livro já se inicia nos contando que Saroo está na Índia depois de 25 anos e que está para se encontrar com sua mãe, então não é nenhuma surpresa o fato de que mesmo com poucas informações sobre a sua vida na índia e depois de muitos anos ele vai conseguir encontrar sua antiga casa.
 No entanto, é extremamente interessante ver como que Saroo conseguiu encontrar a sua antiga casa, pois como era apenas uma criança de 5 anos ele não sabia ao certo quais eram os nomes dos lugares em que esteve e nem se as suas lembranças eram realmente confiáveis, sem contar que a Índia é enorme e a procura de Saroo foi praticamente como procurar uma agulha em um palheiro.
 E acompanhando essa história vemos o quanto a tecnologia é importante e pode mudar as nossas vidas, pois se não fosse a internet e o Google Earth, Saroo nunca teria encontrado a sua família.

"Acabei me cansando. Não se pode permanecer para sempre em um estado de completo pânico e terror, e eu já havia passado por ambos. Desde então, passei a acreditar que talvez seja por isso que choramos: nosso corpo tem de lidar com algo que a mente e o coração não conseguem absorver sozinhos."

 É um livro curto e direto, o autor não faz rodeios sobre nada, sempre sendo bem direto ao ponto, mas mesmo assim ele consegue envolver o leitor a ponto de fazê-lo sofrer com tudo o que está sendo narrado, pois é uma história muito triste mesmo.
 Quando criança, Saroo passou fome e sofria na Índia, pois sua família era pobre e isso fazia com que eles precisassem pedir comida, roubar e encontrar restos de comida para que pudessem se alimentar.
 E isso é doloroso, pois é algo real, há tantas crianças e famílias passando pelo o que a família de Saroo passava, por isso é impossível não ficar com o coração apertado com a história desse homem.
 Além disso, é muito bonito ver que apesar de tudo, a família de Saroo sempre foi feliz, pois eles tinham uns aos outros e quando estamos ao lado de quem amamos podem passar por tudo.
 Outro ponto muito interessante abordado nesse livro é a complicação e demora para adotar crianças e as consequências que essa demora pode acarretar, como o fato da criança sofrer ainda mais onde é que esteja e muitos casais desistirem de adotar por conta dessas complicações.


 A diagramação do livro está extremamente agradável, começando pela capa que possui uma arte muito bonita e que representa bem a história. Já por dentro, temos folhas amareladas e um ótimo tamanho na fonte do texto, sendo que no final do livro há várias fotos do Saroo com suas famílias e algumas de sua pesquisa no Google Earth.
 A leitura desse livro é muito fluída, pois é tudo narrado de uma forma bem simples e o leitor se sente envolvido pela jornada de Saroo, logo se sente ansioso e curioso para saber como termina essa jornada.



 "Uma longa jornada para casa" é um livro simples, por isso não há tanta coisa para comentar sobre, mas o mesmo narra uma história realmente muito comovente e cheia de esperança, por essa razão o leitor vai encontrar diversas mensagens importantes nessa história.
 Enfim, essa foi uma leitura realmente muito agradável para mim e que me conquistou bastante, por isso eu super recomendo a leitura do livro para todos.

"Antes de ir embora, Rochak me lembrou do provérbio hindu segundo o qual "Tudo está escrito": o destino trilha seu caminho inevitável. Para ele, o fato de eu ter encontrado minha casa e minha família foi a realização do destino, assim como havia sido a ajuda dele."

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Olá!!

    Amei poder ler a resenha desse livro, há tempos estava querendo saber mais sobre ele, que bom que tive a oportunidade agora. A história parece mesmo ser sofrida, ao passo que é extremamente cativante. E é muito bom saber que o autor não enrola e vai direto ao ponto, sem perder o interesse do leitor. Gostei muito da dica, obrigada!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Primeira resenha que leio desse livro e a curiosidade só aumenta. Já estou esperando meu exemplar, e estou bem empolgada. Não tenho dúvidas de que devem haver várias mensagens importantes nesse contexto, especialmente por conta da ambientação ter um tom mais sério e com elementos dramáticos.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Olá Lari!
    Eu conheci primeiro o filme, mas estou muito ansiosa para ler o livro. Achei a adaptação bem feita :)
    Parabéns pela resenha, beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  4. Ola adorei sua resenha e a temática do livro, acredito que vou me emocionar muito, já coloquei na lista de leitura, parabéns pelo blog e o trabalho desenvolvido por aqui, admiro pessoas que escrevem bem sem rodeios e no seu post identifiquei isso.

    ResponderExcluir
  5. Pareceu um livro bem especial.
    Nunca assisti o filme, mas tenho muita vontade de assisti-lo.
    É uma história bem forte e marcante, não é?
    Percebi também pelo quotes que você separou, que foi muito bem escrita e mexe com nossas emoções.
    Fiquei com vontade de ler, sim! Excelente dica!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Li somente uma resenha sobre esse livro até hoje, e não imaginava que fosse tão comovente.
    Imagino o quanto tenha sido sofrido ficar sozinho, sem comida nem nada, ainda mais sendo criança e em um lugar perigoso.
    Gostei bastante das fotos que postou junto com a resenha. Me fez ficar mais curiosa para conhecer essa linda história.

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    Querendo ler esse livro, antes de assistir o filme. Com certeza irie me emocionar com essa determinação.
    E o livro mostra bem isso, se nos acomodarmos e não irmos atras do que queremos não teremos qualquer resultado.
    Sem contar que me deixa com certa aflição saber o que ele passou quando menino se vendo perdido dessa forma. Chega da uma dor no coração.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  8. Já ouvi falar no título, mas não sabia que tinha um adaptação!
    Parece bem bacana mesmo, e já coloquei na wishlist pra conhecer essa história comovente.
    Deve ser daqueles que passam pouco tempo com a gente e deixam uma marca muito forte!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  9. Olá!!

    Amei o post e amei descobrir sobre esse livro. Sabe aquelas histórias que inspiram e fazem pensar? Parece ser realmente esse tipo de livro, estou bem curiosa para descobrir como tudo se desenrola e acontece. Com toda a certeza eu vou ler em breve, já está na minha lista.

    Beijos e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia este livro ainda, mas fiquei com alguma curiosidade depois da tua resenha! :)

    Bem, acho ótimo que seja uma historia simples e que a leitura seja fluida... Ainda bem que a diagramação e boa também!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu amo ler livros a escura, porque ai não criamos expectativas em cima e a leitura acaba sendo muito mais agradável, pelo menos na maioria das vezes. Essa história parece ser realmente muito comovente e eu fiquei muito curiosa para conhecer. É ótimo quando a leitura não tem rodeios, porque a história se torna mais fluida e conseguimos ler o livro bem rapidinho. Estou curiosa para saber como foi esse reencontro do personagem com a família, parece ser bem emocionante. Dica anotada!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem?
    Não conhecia a obra, ao ver o título pensei que teria algo a ver com o livro do Nicholas Sparks kkkk
    Essa obra parece ser bem emocionante, ficar sozinho e tudo o mais? É uma história bem sofrida mesmo, achei legal você dizer que o autor vai direto ao ponto, pois enrolação demais me irrita kkkk
    Infelizmente, o livro não faz meu estilo, então, vou passar a dica.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu sabia que o filme tinha sido baseado em um livro, mas não tinha visto a edição até então. Não vi o filme ainda, mas agora quero ler o livro também hahahah amo autores objetivos e sinto que vou me envolver bastante, ainda mais se tratando de uma história verídica. Obrigada pela dica!
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  14. Olá, Lari

    Eu conheci esse livro na época do Oscar, por conta da adoração. Eu acho a história interessantíssima e deve ser uma leitura maravilhosa mesmo, não duvido, mas essa pegada mais biográfica não me agrada, sabe?
    Mas eu vou tentar, pelo menos, assistir ao filme!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oiiii,

    Eu não sabia que Lion tinha sido inspirado em um livro :O ameiii sua resenha e já preciso muito ler este livro, to chocada de que eu não vi noticia nenhuma sobre ele! Adorei saber que o livro é curto e direto, porque ai da pra fazer uma leitura mais rápida sem ficar se prendendo a detalhes perdidos e ficar precisando voltar rs. Jpa super anotei a dica aqui.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bem?? Eu sabia que o filme foi inspirado no livro e li críticas positivas tanto do filme quanto do livro. A história de Saroo é bem comovente e o fato de o livro ser ao mesmo tempo direto e envolvente é mais um ponto pra que eu tenha vontade de lê-lo. Bjossss

    www.porredelivros.com

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?
    Não conhecia o livro, só o filme, e confesso que achei a temática super interessante, e saber que o autor não fica de enrolação só me deixou mais curiosa para ler o livro. Quero muito ler sobre essa situação do menino e sobre o reencontro com a família dele e como ele usou a tecnologia para fazê-lo. Sugestão mais que anotada!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Estou curiosa para ler o livro desde antes do lançamento e sua resenha e as fotos que trouxe do exemplar, me deixaram ainda mais empolgada.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bom?

    Já tinha ouvido falar sobre o livro e o filme, mas não conhecia muito sobre. Adorei saber mais através da sua resenha, me deixou bem curiosa para ler e ver o filme.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  20. Que narrativa legal! Quase chorei lindo sua resenha, fiquei imaginando as condições precárias que que o personagem viveu, e saber que essa é a realidade de tantas crianças/pessoas é de partir o coração e de refletirmos e sermos gratos por tudo que temos. Bem que achei o título conhecido, apesar de não ter assistido o filme , tenho certeza que já ouvi falar nele. Achei as fotos da cidade bem legal, e sem dúvida acrescenta em muito na leitura. Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  21. Oie! Tudo bem?

    Estou de olho nesse filme, depois de ler tantas criticas positivas, achei a proposta dele bem interessante e diferente do que leio, por isso com certeza ele já esta na minha lista de desejados, como também o filme!

    BJss

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Eu tinha visto falar bastante do filme, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha do livro ou mesmo visto como ele é lindo por dentro.
    Fico imaginando a angústia de uma criança que se perde dos pais e não consegue se comunicar para falar onde morava e quem eram seus pais, e a angústia dos pais né, que também não tinham como saber do paradeiro do livro.
    Enfim, mesmo sendo uma hsitória simples e direta parece muito bonita

    ResponderExcluir
  23. Nunca tinha ouvido falar desse livro. Que tema bonito. Como você falou, é impressionante o quanto colocam dificuldade para um casal adotar uma criança. Tanta gente sem um lar, tanta gente querendo um filho e a pilha de burocracia impedindo isso. É interessante constatar que, na maioria dos orfanatos, o ambiente é extremamente prejudicial para as crianças. Em vez de eles melhorarem isso ou acelerarem a retirada delas de lá, fazem o contrário. Enterram o casal candidato em papéis inúteis.

    ResponderExcluir
  24. Oie!
    Eu vi esse filme, apenas o cartaz e a sinopse, e fiquei bem curiosa para conhecer mais. Ainda não sabia que tinha um livro em que o filme foi baseado, o que me deixou ainda mais curiosa para conferir.
    Com certeza, será uma leitura bem emocionante.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  25. Oiee, tudo certo? Gostei muito da sua resenha! Eu adoro ler dramas, especialmente quando inspirados em histórias reais ou mesmo os livros de não-ficção mais pesados, sobre perdas e família. Uma Longa Jornada Para Casa tem tudo o que gosto em um livro, e é uma leitura que eu tenho certeza que vai mexer comigo, então quero muito realizá-la um dia.

    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá, tudo bem?
    Eu conheci esse livro na época que o filme foi lançado. Apesar do filme não ter me chamado tanto a atenção, fiquei com vontade de ler o livro.
    Um aspecto que você destacou e que aumentou meu interesse foi o fato do livro ter uma escrita simples e o autor ser mais direto. Mas, como você disse, deve ser uma leitura muito dolorosa mesmo, ainda mais por se tratar de uma história real e que acontece com tantas crianças.
    Eu já tinha vontade de ler esse livro e sua resenha me deixou ainda mais curiosa. Espero ter a oportunidade de ler em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Olá,
    Já faz algum tempo que quero fazer a leitura da obra, que me chamou a atenção pelo fato de se basear em fatos reais desse indiano que acabou se perdendo e após longo período, começou aos poucos a achar o caminho de volta para casa. Parece ser uma leitura envolvente e emocionante. Quero fazer a leitura para então assistir ao filme.
    A diagramação me agrada bastante e também a escrita do autor que você diz ser leve e direta.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  28. Oiii.
    Já tinha lido algumas coisas sobre esse livro, mas somente agora me vi interessada.
    Apesar de não gostar muito de livros sobre jornadas, essa parece uma bem diferenciada por conta da motivação e dificuldade do protagonista.
    Fiquei bastante curiosa!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  29. Parece see uma história bem emocionante e cativante, e também bem motivacional! Não pedi o livro, mas talvez eu leia mais na frenre.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  30. Olá,

    Por conta do filme, eu vi muitos comentários sobre esse livro, mas por não ter me chamado a atenção não tinha parado para ler nenhuma resenha. Fiquei bem interessada nesse livro depois de seus comentários, adoro histórias que retratam a realidade, mesmo sendo doloroso de ler.

    ResponderExcluir
  31. Olá!
    A premissa desse livro me atrai muito, pois ele parece ser diferente de tudo que encontramos e parece tratar de temas extremamente complexos e que atraem o leitor. Adorei essa questão de ele mostrar como é a adoção, que, sim, faz as crianças sofrerem demais, por toda essa demora e todo o trâmite que existe.
    Vou anotar a dica e espero ler em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger