Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: O primeiro dia do resto da nossa vida


Título: O primeiro dia do resto da nossa vida • Autora: Kate Eberlen • Editora: Arqueiro • Páginas: 429 Ano: 2016

 Eu confesso que foi a capa desse livro que me deixou curiosa e por isso quis ler, mas como geralmente faço eu não busquei saber nada sobre a história, então acabei lendo sem muitas expectativas e isso foi bom, porque apesar de ser uma boa história, não fui completamente conquistada.


 Em "O primeiro dia do resto da nossa vida" vamos conhecer Tess e Gus, duas pessoas que não se conhecem, mas que eventualmente se encontram, como se fossem destinados um para o outro, mas por conta de alguns acontecimentos eles acabam sendo cada vez mais afastados e não tendo a oportunidade de finalmente se conhecerem.
 Gus perdeu seu irmão faz algum tempo e desde então viver com seus pais se tornou mais difícil. Ele vai cursar medicina porque é o que o seu pai espera dele, mas não é algo que ele queira.
 Tess está quase indo para a faculdade para fazer o curso dos seus sonhos, mas descobre que sua mãe está muito doente e por isso desiste da faculdade para cuidar da irmã mais nova.
 Gus e Tess se encontram algumas vezes e até chegam a conversar, mas não chegam a fazer parte um da vida do outro. Os dois possuem muitas coisas em comum e formariam um belo casal, mas o destino não quis assim e agora cada um precisa traçar seu rumo e superar as dificuldades que irão aparecer na sua vida.


 Basicamente iremos acompanhar a vida dos dois personagens ao longo de 16 anos, sendo vidas separadas que só algumas vezes chegam a se encontrar por pouco tempo. Tanto Tess quanto Gus encontram pessoas que gostam e iniciam relacionamentos, mas é sempre como se faltasse algo.
 Tess é uma personagem bacana, uma garota que aos 18 anos teve que desistir do seu sonho para cuidar da irmã mais nova que sofre da Síndrome de Asperger e por isso ela se torna alguém admirável. Mas confesso que a personagem tomou algumas atitudes que eu não aprovei e não consegui ser realmente conquistada por ela, porque senti que faltava algo na personagem e assim ela não conseguiu ser cativante para mim.
 Gus é um personagem que eu não consegui gostar e nem entender, o mesmo tomou algumas atitudes que eu odiei e apesar de tentar compreender o lado dele, eu não consegui e isso só me fez gostar menos ainda do personagem, mas em alguns momentos é um bom personagem.
 Um dos assuntos que aparece nessa história é Traição e eu confesso que não sei lidar muito bem com esse tema, assim como acredito que muitas outras pessoas também não sabem, mas eu geralmente tento entender a situação, só que nessa história eu não consegui entender e só consegui odiar toda a situação e os personagens envolvidos.

"Será que eles realmente tinham se encontrado porque estavam destinados um ao outro ou apenas porque moravam próximos? Catherine e Hearthcliff dividiam a mesma casa, Romeu e Julieta eram ambos de Verona. Será que esse negócio de alma gêmea não estava relacionado ao fato de que a emoção que chamamos de amor, que eu ainda não tinha vivenciado, era tão poderosa que fazia você acreditar que aquela era a única pessoa no mundo para você? Não era mais uma questão de definição do que de destino?"

 Eu gostei muito da ideia do livro e também gostei de acompanhar a vida de duas pessoas destinadas a ficarem juntas, mas que só se cruzam em alguns momentos, porque é interessante essa coisa de destino, é algo que nos faz refletir.
 A história é bonita e acontecem várias coisas na vida dos personagens, mas não achei nada muito surpreendente ou chocante, só que ainda sim é bacana acompanhar a jornada dos personagens, pois eles passam por várias dificuldades e aprendem muita coisa ao longo de tudo, embora confesse que eles não amadurecem muito.
 Além disso, esse livro aborda vários temas interessantes como Síndrome de Asperger, Câncer, Morte e outros.


 A diagramação do livro está muito bonita, começando pela capa que tem uma bela arte que representa muito bem a história e a combinação de cores está linda também. 
 Por dentro o livro está bem agradável, contendo folhas amareladas e um bom tamanho de fonte nos textos e não há muitos detalhes nas páginas.
 A leitura é fluída e tranquila, a narração é feita pelos personagens de forma intercalada, sendo que nos capítulos há a identificação do personagem e o ano.


 Esse é um livro que me proporcionou uma boa leitura, pois foi um romance um pouco diferente dos vários que leio, mas infelizmente não foi uma história que conseguiu me conquistar completamente, pois os protagonistas não conseguiram me cativar e o final, embora tenha sido bonito, eu achei um pouco apressado demais e por isso não gostei muito.
 Enfim, apesar dos pontos negativos, é um livro que eu recomendo, mas alerto para não criar expectativas, pois é um romance mais neutro, não há nada de extraordinário.

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Olá
    Esse livro também me proporcionou uma boa leitura e fiquei surpresa com o desenvolvimento até. Desde que soube desse lançamento fiquei bem curiosa e não sosseguei enquanto não li. É o tipo de história que me agrada, apesar de algumas ressalvas, é claro. Adorei poder conferir suas impressões a respeito, e o melhor, por ter me identificado tanto com suas opiniões.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Eu gosto muito dessa temática do destino e tenho lido comentários diversos sobre esse livro. Confesso que fico com o pé atrás, pois acho que morreria de ansiedade para o casal se encontrar logo, mas ainda assim quero dar uma chance a essa história e suas impressões me convenceram, mesmo com as ressalvas. Adorei sua resenha!

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    A capa desse livro é muito bonita mesmo, eu também leria só por ela, rs. Porém, ao conhecer um pouquinho do livro, descobri que a proposta não me atrai no momento. Acho que isso ocorre pelo fato de eu já ter lido nos últimos dias dois livros com propostas semelhantes a história de Tess e Gus.
    No entanto, surgiu aquela pontinha de curiosidade para saber como a traição é tratada no livro. Apesar disso, acredito que não leria.
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  4. hi baby, tudo bem? que pena que não gostou do livro, a capa é linda e a sinopse bem interessante, mas sua resenha me desanimou para ler ele kkkk não sei se é o melhor momento para esse tema, mas um dia lerei com certeza! amei a resenha

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oie, que pena que o livro não te atraiu tanto. eu acho bem difícil essa temática de traição nos livros e fico receosa de como foi abordada aqui; também achei uma pena os personagens não terem se tornado tão maduros, mas de qualquer forma eu pretendo ler.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Nossa essa capa é sensacional! Só pela capa eu leria, e essa diagramação é linda. Achei interessante essa sua resenha, acho que daria uma chance para a leitura. Como sempre a Arqueiro fez trabalho surpreendentes.

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Eu leria o livro pela capa, haha. Mas no geral a temática como a síndrome de Aspeger é pouco trabalhada por autores sejam nacionais ou internacionais por não ter estudos aprofundados dela. Confesso que independente da sua opinião, essa obra continua sendo uma das minhas favoritas. Ao contrário, eu gostei do modo como a Kate desenrolou a trama e o desfecho final é comovente.
    Beijos, Amanda M.

    ResponderExcluir
  8. Heey, tudo bem? Que bom que gostou da leitura! É mesmo um romance diferente, pois o casal vive se desencontrando... Mas foi muito bom acompanhar a história de cada um em separado, suas vidas, amores, percalços... Eu amei demais a leitura!!! O final é lindíssimo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá! Tudo bem por aí?

    Gente, que capa linda! Ela me ganharia de imediato se eu a visse em uma estante. A premissa da história, apesar de parecer um pouco clichê para mim, é bem interessante. Eu fiquei bem curioso por causa que você falou que não é um romance convencional... Quem sabe eu dê uma chance a esta leitura.

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  10. Olá. Esse livro eu vejo resenhas há algum tempo e a premissa é algo que me chama muito atenção, mas você falou de trabalhar com traição e isso é algo que eu não consigo aceitar de jeito nenhum. Acho que vou esperar mais um.pouco para ler. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Estou louca para ler esse livro e tenho altas expectativas. Acho muito interessante essa ideia de os personagens estarem destinados a ficar juntos, mas as atitudes e os acontecimentos fazer com que isso seja protelado, sabe?
    É uma pena, entretanto, que os personagens não tenham te agradado e que o final tenha lhe parecido corrido, apesar de bonito.
    É uma leitura que ainda pretendo fazer, mas acho que as expectativas precisam ser diminuídas.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Eu ainda não li este livro, mas tô doida para fazê-lo! A maioria das resenhas a respeito dele que eu li falaram super bem tanto da história quanto da escrita da autora, então eu estou curiosa para conhecer. Só espero não estar com expectativas altas demais, principalmente em relação aos personagens, pois você não foi a primeira pessoa a dizer que não se cativou com eles :/
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  13. Oi!

    É uma pena quando o livro tem tudo para ser cativante, mas dai não rola né? Já aconteceu comigo várias vezes. Vi as opiniões divididas sobre esse livro. É uma pena realmente que apesar de você ter gostado, os protagonistas não conseguiram de envolver e te encantar. De qualquer forma, Parabéns pela resenha!

    boas festas! <3

    ResponderExcluir
  14. Que pena que os personagens não cativaram, você foi a primeira pessoa que vi que passou por isso. Eu gosto do enredo deste livro, de como os encontros acontecem. A história tem um jeito diferente de se desenrolar e isso me chama atenção, pois foge dos inúmeros clichês que temos por ai.

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Eu já li algumas resenhas sobre esse livro, mas mesmo vendo muitos comentários positivos sobre ele, eu não consigo me interessar em ler ele. E depois que você disse que os personagens não te cativarem - perdi totalmente a vontade. Uma das piores coisas que tem num livro é a má construção dos personagens, ou personagens chatos.
    Então dessa vez passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/12/critica-animais-fantasticos-e-onde.html

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    "O primeiro dia do resto da nossa vida" é um livro que venho namorando há tempos!

    Desde que o vi em lançamento na estante da Arqueiro, me apaixonei à primeira vista!

    Uma pena não ter sido uma leitura que te conquistou, mas ainda esta na minha listinha de futuras leituras (:

    Abraços, Amanda M.

    ResponderExcluir
  17. Oie!!!
    Na verdade não me interessei pela leitura por achar a mesma um pouco repetitiva se comparada com outras que li e que das quais ouvi falar.
    Mas fico triste ao saber que você gostou da capa, da sinopse, mas pelas personagens e o tema não terem te cativado você não curtiu tanto a sua leitura.
    Valeu pela resenha verdadeira.
    Mil Bjinhos ;)
    Elaine M. Escovedo
    Caminhando Entre Livros
    Http://www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger