Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Filme: Silenced - The Crucible


 Eu terminei esse filme agora e precisava escrever esse post, porque essa obra mexeu profundamente comigo, foi um dos filmes que mais me impactou, ele é extremamente doloroso, perturbador e revoltante. 
 Ainda estou tentando assimilar tudo o que vi e estou chorando com o coração realmente partido e com tanta raiva que quero gritar afim de expulsar esse nó na garganta, mas a única coisa que consigo fazer é pensar em quantas crianças estão passando pelo mesmo das desse filme e quanta injustiça continua sendo feita.


 "Silenced" é um filme baseado em uma história real que aconteceu em Gwang Ju, Coréia do Sul. Há um romance sobre essa história e o ator principal do filme o leu e depois disso decidiu dirigir o filme.
 Nessa história vamos conhecer Kang In-Ho, um novo professor da escola de deficientes auditivos na cidade de Mujin. Logo no começo ele conhece Yoo-Jin, uma garota que trabalha no Centro de Direitos Humanos da cidade.
 Assim que começa a dar aulas para as crianças, Kang In-Ho percebe que as crianças são muito fechadas e isso é estranho, mas todos dizem ser normal. No entanto, um dia Yoo-Ri, uma das alunas, leva Kang In-Ho até uma porta e ao entrar lá, ele vê a superintendente afogando Yeon-Doo, outra aluna, em uma máquina de lavar.
 Kang In-Ho fica chocado com tudo isso e decide investigar mais a fundo com a ajuda de Yoo-Jin, mas com isso ele irá perder o emprego e precisa cuidar de sua mãe e filha doente, logo o professor se vê dividido.


 É um filme que conta algo real, um acontecimento cruel que aconteceu com crianças e se é doloroso ver crianças sofrendo, imagine crianças sozinhas e que não podem falar e nem ouvir? Sendo que uma das crianças é deficiente mental também. Então para ver esse filme é preciso ter coragem, porque é muito revoltante e com toda certeza vai te causar um misto de reações, sem contar que as cenas são detalhadas.
 Os atores desse filme estão extraordinários, especialmente as crianças que tiveram que interpretar cenas de estupro, que não é algo fácil e ainda tiveram que interpretar crianças surdas-mudas, então foi preciso muitos gestos faciais, linguagem corporal e sons para descrever as emoções dos personagens. E tudo isso foi tão bem trabalhado que eu sentia a dor dos personagens e sofria com eles.


Realidade
"Em 2005, na Coréia do Sul, uma investigação toma conta de uma escola para deficientes auditivos localizado em Gwangju. Seis professores, incluindo o diretor, molestaram ou estupraram cerca de nove alunos, surdos-mudos, no período entre 2000- 2003."

 "Silenced" é uma produção muito profunda e dolorosa, o tipo de filme que vai ficar na sua mente por um bom tempo, porque o impacto é grande, mas independente de qualquer coisa que eu fale aqui, vocês não irão conseguir entender o que esse filme causa, é preciso que cada um veja e absorva a história.


 Desfecho ~~ Spoiler

 A palavra que descreve o final dessa história é: Revoltante. Não espere um final de contos de fadas, porque aqui temos uma história real e histórias reais dificilmente possuem finais felizes. 
 Depois de toda a luta para conseguir justiça, depois de todas as provas, depois de todo o esforço das crianças, os culpados ainda saem com sentenças ridículas, onde irão pagar alguns meses, apenas e em liberdade.
 Tanto que alguns desses monstros voltaram a trabalhar na escola, como se nada tivesse acontecido. Tudo isso porque eles tinham dinheiro, com isso compraram todas as pessoas possíveis; as testemunhas, os policiais, as famílias das vítimas e até mesmo o  advogado delas e o juiz.
 E isso tudo revolta, porque vemos como as pessoas colocam o dinheiro em cima de qualquer coisa e como a justiça é falha.


Importância do filme

 Esse filme é uma produção maravilhosa, do tipo que é tão profunda e bem trabalhada que vai realmente mexer com seus sentimentos. Mas não é só isso, esse filme teve um papel muito importante; por causa dele, o caso real foi reaberto e revisado em 2011, e finalmente trouxe justiça ao condenar os culpados com penas mais severas.
 E por conta disso senti um orgulho enorme do ator principal, pois se não fosse por ele talvez essa história ainda não teria tido uma conclusão justa e teria sido esquecida, além disso é válido lembrar do autor que escreveu o livro.
 E por fim, é maravilhoso ver o poder que a literatura e o cinema possuem, sem contar que é lindo ver que apesar de haver vários monstros no mundo, há também algumas pessoas boas que se tornam anjos na vida de outras.


 Enfim, esse é sem sombra de dúvidas o melhor filme que vi esse ano, e um dos melhores que já vi na minha vida e por isso eu recomendo para todos. Realmente espero que gostem da dica e vejam, porque apesar de ser um filme doloroso, é uma produção realmente maravilhosa.

Deixe um comentário:

  1. Olá
    Nossa, só por ser baseado em uma históra real, já imagino que seja impactante. E só por você ter demonstrado suas emoções, percebe-se a intensidade do filme. Não tenho dúvidas sobre a importância do mesmo, e bom saber que se tornou o melhor filme do ano para você. Eu realmente gostaria de poder conferir, então vou salvar aqui para conferir em outro momento. Obrigada pela dica!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Interessante é intenso. Acho que é assim que posso definir esse filme. As vezes é bom que possa ter uma obra que narre de maneira bem crua até a realidade de jovens com deficiência e como é difícil a adaptação ainda mais sendo em um cultura completamente diferente. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que triste e ainda mais por ser baseado em fatos reais. Eu não consigo assistir esse tipo de coisa, pior ainda sendo com crianças, fico com muita raiva e uma repulsa enorme. Acho que é um filme muito bom para escancarar para o mundo essas atrocidades, mas eu não consigo ver. Da última vez que eu vi um vídeo circulando na internet, sobre algo horrendo feito com um bebe, eu fiquei a semana toda chorando, por meses eu tive pesadelo com a cena que vi. Minha vontade é de fazer alguma coisa se tivesse a oportunidade. Por isso, eu evito livros e filmes assim, porque sei o quanto eu fico impactada

    ResponderExcluir
  4. Você tá postando sobre muitos filmes orientais por aqui, tô adorando! <3
    Eu fiquei bastante curiosa pra assistir, mas não sei se teria coragem de assistir, porque como você disse é bem triste e deve ser bem revoltante acompanhar tudo que acontece com essas crianças, ainda mais sendo baseado em fatos reais.
    Ao mesmo tempo, é um ótimo filme pra abrir os olhos, então vou tentar criar coragem pra assistir em breve!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Me senti mega tocada com a história apenas com sua resenha. Achei fascinante tudo o que você apresentou, mas acho que é preciso muita coragem para assistir a esse filme, coisa que não tenho nesse momento. Não consigo entender o que faz uma pessoa cometer uma atrocidade dessa com outra pessoa que não é capaz de se defender.
    Adorei ver sua postagem e é possível sentir sua emoção.
    Vou anotar a dica, mas não será para já, pois preciso me preparar.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Oiii!
    Eu não conhecia esse filme ainda. Gente que história, só de pensar que realmente aconteceu algo assim. É revoltante, como uma pessoa tem coragem de abusar de uma alguém incapaz de se defender. Gostei do seu review sobre o filme, vou procurar ver e já me preparar para uma história e tanto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá!! :)

    EU não conhecia este filme mas ainda bem que gostaste assim tanto de o ler! :) Eu gosto bastante de filmes reais e que tratam de temas também reais! :)

    Esse tema também me dava raiva e frustaçao! O tema irritar-me-ia bastante, e por isso não sei se veria..! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  8. Ola Lari
    Adorei seu post
    O filme parece ser muito bom, embora a temática seja bem pesada
    Fiquei com vontade de assistir também.
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
  9. Não é a toa que você ficou mexida e revoltada com este enredo. Eu que não vi o filme já estou revoltada! Não sabia desta merda toda (me perdoe a expressão), mas é inacreditável como o ser humano consegue ser tão cruel.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi!

    Nossa, esse filme me chamou bastante a atenção. Ainda mais por ser baseado em uma história real. Deve ser mesmo bem impactante assistir a tudo isso, eu ficaria angustiada. Adorei a sua dica, eu com certeza vou conferir.

    beijos =)

    ResponderExcluir
  11. Oiii, tudo bem?
    Não costumo assistir muitos filmes orientais. Mas se tivesse a oportunidade iria conferir com certeza.
    Amei o post.
    Bjs Leituras da Mary ♥

    ResponderExcluir
  12. Oiii, tudo bem?
    Não costumo assistir muitos filmes orientais. Mas se tivesse a oportunidade iria conferir com certeza.
    Amei o post.
    Bjs Leituras da Mary ♥

    ResponderExcluir
  13. Nossa Lari, fiquei sem palavras para esse filme. Ainda não tinha ouvido falar mas já me atrai pela história põe ser tratar de crianças surdas e com deficiência cognitiva, se já não bastasse a própria deficiência, ainda ter que dividir o mundo com pessoas sem escrúpulos é realmente revoltante. Parabéns a esse ator pela iniciativa e com certeza vou conferir o filme.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  14. Ola moça, como vai?
    Sua resenha ficou muito boa, você marca spoilers, reforçou pontos importantes, fala sobre os atores e os desafios enfrentados.
    Na minha opinião, você só podia ter falado um pouco sobre a direção (o "por trás das cameras").
    Embora filmes orientais não sejam os meus preferidos, por se tratar de crianças e fatos reais, deve ser muito forte mesmo, mas anotei a dica com carinho, beijos! ⚛

    ResponderExcluir
  15. Eu adoro filmes assim, mas comecei a tentar evitá-los para não ativar um gatilho emocional, pois pelo que vi, tem cenas muito fortes e perturbadoras. Achei interessante também você comentar o final pois, de fato, isso acontece não só por lá, mas em vários países, lugares e situações, monstros como estes saem impunes, infelizmente é nossa realidade. ótima resenha!

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Eu normalmente não assisto filmes orientais - quer dizer, acho que só assisti dois filmes e não gostei muito.
    Mas fiquei até que interessada nesse. Eu não conhecia esse, mas realmente ele parece ser bem forte. E são essas coisas nos filmes e nos livros mesmo que me encantam tanto: eles poderem fazer alguma diferença e talvez até poder mudar alguma situação, decisão.
    E saber que esse longa é baseado numa história real é mais pesado ainda!
    Gostei da dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/11/resenha-quarenta-dias-sem-sombra.html

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Acho que eu não teria estômago e nem emocional para assistir esse filme. Sou mãe e qualquer coisa com criança sofrendo já né desestrutura. Imagine um filme desses baseado em algo que realmente aconteceu? As pessoas que fizeram isso de verdade não passam de monstros. E é horrível saber que isso acontece por ai e que as pessoas ainda saem impunes por conta do dinheiro e do poder. Se fossem meus filhos eu faria justiça com a própria mão.
    Nossa estou revoltada agora!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Confesso que ao mesmo tempo que fiquei bastante triste com a história, fiquei curiosa para assisti-la , não sei se irei aguentar as cenas de maltratos e estupros com as crianças mas com certeza irei tentar assistir pois parece ser um filme realmente tocante e com várias lições de vida, e aléem disso fico muito feliz que o caso tenha sido resolvido e eles tenham recebido o que mereciam

    ResponderExcluir
  19. Helloo, Lari! Tudo num anice?!
    Nossa, eu terminei de ler essa sua resenha chorando. Sério mesmo. Eu nem vi ao filme, mas pude sentir todas as emoções que você quis passar com o texto. A estória parece ser realmente tocante e ver as carinhas dessas crianças nas fotos me pareceu dar um impacto maior ao que acontece a elas e como são molestadas. É terrível o que acontece por baixo dos panos e nós nem sabemos a metade. Se tiver estômago suficiente vou assistir ao filme. Obrigada por essa indicação.
    Enfim, é importante que as pessoas se conscientizem sobre essas coisas, porque certas crianças parecem muita quietas diante de outras e coisa parecida.
    Anyways, ótimo post.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Meu Deus, fiquei muito impactada com esse filme, parece ser realmente de partir o nosso coração e apesar de ficar com muita curiosidade para conferir, estou morrendo de medo de achar muito forte. Não li sobre o final porque quero me surpreender e estou muito curiosa com essa atuação das crianças que você citou.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Uau
    Esse filme parece mesmo tocante, ainda mais por se tratar de algo real. Não sei se conseguiria ver o filme inteiro mas fiquei muito feliz a saber que o filme mudou de verdade a vida de pessoas. Vou procurar saber mais sobre e já tenho a certeza que vou chorar muito com as cenas das agressões. Pessoas sem escrúpulos assim são mesmo revoltantes.
    Ótimo post, beijos!

    ResponderExcluir
  22. Não veria esse filme de jeito nenhum, não tenho coragem nem estômago pra uma coisa dessas, principalmente envolvendo cenas revoltantes detalhadas com crianças, incluindo cenas de estupro. Dificilmente paro pra ver um filme mas quando faço isso quero é fugir da realidade dolorosa e não sofrer mais ainda com toda a crueldade que existe no mundo, por isso passo a dica.

    ResponderExcluir
  23. Olá!

    Amo filmes baseados em histórias reais. Creio que sentimos na pele a "moral da história", o que dificilmente aconteceria se não tivesse algo real por traz de todo sofrimento.

    Mesmo com tamanha dor e revolta, julgo muito importante histórias assim na vida de qualquer pessoa.

    Não conhecia o título e com toda certeza irei conferir na primeira oportunidade.

    Parabéns pela sensibilidade e e sensações que conseguiu expressar na sua resenha!

    ResponderExcluir
  24. Olá, primeiro vez no seu blog, acabei aqui por acaso e já me identifiquei com o lugar (rsrs). Fiquei bastante curiosa para ver o filme, adoro a atuação desse ator, além de gostar de filmes baseados em fatos reais. Só estou com um pouco de receio, por ser um assunto meio pesado, é difícil ver crueldade com crianças, ainda mais, as que não podem falar, no entanto algo me diz que vai valer a pena.

    Tchau e até logo

    Meio Assimétrica

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger