Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: O amor nos tempos de #likes


Título: O amor nos tempos de #likes • Autores:  Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francioni e Pedro Pereira • Editora: Galera • Páginas: 270 • Ano: 2016

 Sabe quando você está tão animada para ler um livro que acaba criando uma ideia na sua cabeça e lendo às escuras? Foi isso que eu fiz, meio que criei a ideia que os autores do livro iriam falar literalmente sobre o amor nos tempos de likes e não que seriam contos sobre o amor inspirados em clássicos.
 No entanto, eu gosto bastante de contos, logo fiquei animada ao saber que se tratava disso, pois as chances do livro me agradar eram grandes, visto que amo romances, só que infelizmente não foi o que aconteceu. 


 Em "O amor nos tempos de #likes" iremos encontrar três contos, eles são inspirados em clássicos, mas como eu não conheço os clássicos (pois é) eu acabei não identificando as referências, mas pesquisei para saber.
 O primeiro conto é o "Próximo destino: Amor" que foi escrito pela Pam e tem como clássico referencial Orgulho e Preconceito. Ele conta a história de Liz, uma youtuber que está indo para casa e precisa fazer um vídeo sobre o dia dos namorados, algo que esqueceu completamente, só que para ajudar tudo começa a ficar um caos e o voo atrasa.
 Ela senta ao lado de um rapaz e a repulsa é instantânea, tudo isso porque ele acaba meio que repreendendo ela por ser grossa com sua mãe, mas obviamente com o passar do tempo eles irão se apaixonar.


 Não vou mentir falando que não gostei do conto, porque eu o achei fofinho, tem vários pontos positivos, mas faltou algo para me envolver de verdade, senti falta de uma história que me fizesse refletir sobre o amor, foi mais um romance previsível e clichê que acontece num piscar de olhos, algo que tem de sobra por ai.
 Mas um dos pontos bacanas é acompanhar as queixas de Liz, ela é youtuber e todo mundo cria na cabeça a ideia de que ela tem uma vida perfeita e não pode reclamar, tem toda uma pressão em cima dela, um julgamento enorme sobre o que ela faz e também fala um pouco sobre como um youtuber pode ser importante na vida de alguém.
 Além disso os personagens são cativantes, os dois possuem uma personalidade bacana, Liz por vezes é egoísta, mas ela volta atrás após ter noção do que fez errado e William é um fofo.

"Essa é só uma história de amor, mas sabem o que ela também me disse? Que a gente não pode se fechar por medo de sofrer. Que ao nos trancarmos, além de deixarmos a tristeza de fora, também deixamos qualquer possibilidade da felicidade entrar."

 O segundo conto é "(Re)começos" da Bel e nesse vamos conhecer Madu, uma garota que está sofrendo por ter perdido uma amizade e que no passado teve um namoro bem complicado. Mas como está indo bem na escola, seus pais a presenteiam com uma viagem para onde a garota quiser e ela escolhe Búzios. Um de seus youtubers favoritos está viajando por algum lugar que ninguém sabe, e coincidentemente Madu e ele acabam se conhecendo.


 Esse foi o que menos me agradou, porque conseguiu ser muito previsível mesmo e até mesmo me lembrou aqueles filmes de sessão da tarde que a garota por um grande coincidência encontra seu "ídolo" e bum, eles se apaixonam. Mas além disso eu não gostei da protagonista, não é que ela tenha uma personalidade ruim, mas não me senti conquistada por ela e esse conto teve como referência Dom Casmurro (o único clássico que li) e acho que a ideia era meio que ter alguns toques de Capitu em Madu, mas eu não achei que funcionou.
 O conto também tenta abordar um assunto interessante que é a questão de relacionamento abusivo, mas achei tudo muito raso, logo isso também não funcionou comigo.
 Mas um ponto positivo foi o desenvolvimento do romance, eles gostaram um do outro por causa da conversa que tiveram, onde se conheceram um pouco, só que depois disso é tudo bem rápido, praticamente depois de 3 dias eles já estão "namorando", um é o amor da vida do outro e isso nunca me convence.

"De nada adianta você ser um museu de arte e relacionar-se apenas com pessoas que não enxergam nada além do óbvio."

 O último conto é "337 km" nele vamos conhecer Júlio, um garoto que sonha ser escritor e que escreve fanfics em algumas comunidades, e Ramon é um leitor assíduo das fanfics, logo ele resolve adicionar Júlio no facebook e com o tempo os dois vão se dando muito bem.
 Os dois garotos possuem gostos em comum, logo parece que nunca acaba assunto entre eles, não faz muito tempo que se conhecem, mas já se conhecem tão bem que fica impossível não surgir um sentimento a mais nessa amizade.
 Tanto Júlio quanto Ramon querem que essa amizade cresça mais e mais, mas nenhum dos dois dá o primeiro passo para falar sobre o que está sentindo, porque não querem parecer desesperados.


 O último conto foi para mim o melhor, é o mais longo e isso influencia, já que assim os autores conseguem desenvolver melhor a sua história. Aqui o relacionamento não é corrido, tudo acontece com calma, os dois vão se conhecendo e então surge um sentimento entre eles.
 Mas teve alguns pontos negativos também, por exemplo a melhor amiga de Júlio foi extremamente infantil tratando Ramon mal e eu não consegui entender o motivo do comportamento da garota.
 Além disso teve alguns outros pontos que não gostei, mas ao todo esse foi o conto que mais me agradou, embora também não tenha trazido nada novo e não tenha sido bem desenvolvimento nos conflitos da história.


 A diagramação do livro está muito bonitinha, está simples, mas a cada troca de contos temos uma ilustração nova e tudo está muito agradável, começando pelas folhas amareladas e um ótimo tamanho de texto.
 Como são contos, a leitura é bem rápida, visto que são histórias curtas e a narrativa é fluida, logo é um livro que dá para ler em um dia.


 Todos os contos foram fluidos e tiveram um romance bem fofinho, mas ficou só nisso, os autores parecem ter se dedicado tanto a criar os romances que esqueceram de focar nos pontos que seriam mais interessantes. 
 Como no caso da Bel, ela poderia ter focado mais no relacionamento abusivo e deixado um pouco de lado todas as partes melosas dos personagens ou tirado algumas partes que ao meu ver não acrescentaram muito.
 O Hugo e o Pedro poderiam ter tentado desenvolver mais as problemáticas dos personagens, nos mostrando um conflito que convencesse e não tudo muito por cima como foi.


 No entanto, essa é uma leitura gostosa e fluida, cheia de romances fofinhos e melosos que pode fazer vários leitores suspirarem, traz alguns pontos para se pensar, mas nada que faça o leitor parar e refletir realmente, e nem se emocionar, logo é uma leitura bem leve e simples.
 Enfim, para quem gosta de contos que trazem temas interessantes e bem desenvolvidos, eu não recomendo, porque aqui nesse livro você vai encontrar é romances fofinhos e o foco é praticamente só nisso, agora se você gosta de romances bem melosinhos, essa é uma bela dica.

(Livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Acabei de ver um video da Bel dizendo que vai publicar um livro solo e to ansiosa pra ler o livro da pam! Me senti exatamente como você relatou, nao me agradou muito, mas acho que isso aconteceu porque eram contos, não tinha como deixar a historia fluir muito ne :/ Enfim, adorei a resenha! E as fotos do post ficaram lindas.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu também já li esse livro e achei os contos interessantes, isso que não curto muito o gênero. Achei ótimo que haverá livros solos como planejado, sendo que o da Pam já fora lançado. Acho que só assim para o leitor poder compreender mais a narrativa deles.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem? Puxa que pena que o livro não superou suas expectativas é muito ruim quando isso acontece. Eu não gosto muito de romances e acho que não teria muita paciência em ler esses contos uma vez que você mencionou que os autores focaram somente nisso.
    Fica para uma próxima dica.
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Tudo me leva a crer que adorarei este livro: adoro o canal da Bel, sou mega fã dela!!! Amo contos!!! E ainda que eu não curta releitura, quer ver como ficaram histórias contemporâneas com características de histórias clássicas. Sua resenha triplicou minha curiosidade.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Acho que se fizesse como você e começasse a leitura às cegas iria me decepcionar um pouco, pois não sou acostumada a ler muitos contos. Gosto de tramas mais extensas onde eu possa acompanhar mais os personagens.
    Fiquei curiosa em relação a serem contos sobre o amor inspirados em clássicos.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu gosto muitos deles,acompanho sempre que posso,mas ainda não li o livro. Gosto muito de releituras, seja elas como forem. Acho que eu também ficaria mais do que perdido pois não conheço nenhuma das idéias bases. Fico triste em sabe rque eles ficaram focados mas no romance que nas outras partes, espero poder ler a obra em breve. Adoro ler suas opiniões sobre a obra,até mas vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Então eu também não sabia muito sobre o livro quando foi lançado pelo titulo eu achei que seria algo mais do tipo como se apaixonar hoje em dia que todo mundo vive conectado coisa que eu acho bem difícil já que ultimamente passo mais tempo olhando pro meu celular do que para os rostos das pessoas na rua.
    Enfim eu adoro contos e estou ansiosa para fazer a leitura deles acho que conto não tem muito para onde correr ou você ama ou você odeia eu espero amar.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Que pena que o livro não funcionou tão bem pra ti. Estou curiosa e com o é atrás em relação a essa obra, dá pra entender? No começo, pensei como você, que a obra falaria de amor nos tempos em que tudo tem que ser postado na internet. Quando soube que eram contos inspirados em clássicos, fiquei com o pé atrás. Acho que de todos, o último conto é um que me agradará muito, pois os autores parecem ter conseguido trabalhar melhor a história.
    Pelo que vi, muitas pessoas nao gostaram do conto da Bel.
    Apesar de vários pontos negativos, pretendo ler a obra, mas já não vou esperar muito.
    Parabéns pela resenha e fotos, estão incríveis.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Que pena que o livro não deu muito certo pra você. Eu achei as propostas dos contos bem legais e fiquei curiosa sobre eles, apesar de alguns não aprofundarem tanto nos assuntos como seria bom.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Eu até tenho curiosidade com esse livro pelos comentários que leio dele mas não me interesso muito, se lesse seria apenas para matar a curiosidade mesmo. Acho que vou ter essa sensação, de que faltou algo, sei lá, não posso julgar sem ter lido mas tenho essa impressão... Ainda mais agora depois de ter lido a sua resenha e ver com mais detalhe um pouco mais sobre cada um dos contos.

    ResponderExcluir
  11. É um livro que tô bem curiosa pra ler, mesmo não gostando de contos.
    Todo mundo tá falando coisas positivas, mas não sabia que era de romances meloso, estou meio receosa agora, mas só lendo pra saber se vou gostar, né?
    Não li nenhum livro clássico que inspirou os contos, mas acho que esse detalhe foi um dos que me chamaram a atenção!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  12. O nome do livro já me lembrou o Tiago Iorc o que acendeu um preconceito instantâneo haha
    Tenho muita preguiça desse cara, anyway, isso não vem ao caso.

    Eu também não sou lá muito chegada em contos, mas esse último me chamou bastante atenção, pq eu amo fanfics e a história tem apelo pra mim, justamente pq conheci muita gente legal através delas <3 acho que leria por esse conto.

    Paraíso Literário

    ResponderExcluir
  13. Olá, eu não gosto muito de contos, geralmente já vou atrás dos livros longos e complexos. Por isso, e após ler sua resenha, acho difícil que um dia eu chegue a lê-lo. E outro detalhe, romances fofinhos e melosos acabam me cansando. Gosto mesmo é de me angustiar durante a leitura!
    Abraços, Helô

    ResponderExcluir
  14. Heey, tudo bem? Gostei muito de saber teu ponto de vista sobre esse livro. Minha irmã leu e amou, mas a proposta não me convence, portanto não sei se virei a lê-lo um dia, principalmente por ser tão meloso e aparentemente bem previsível. Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Já li muitas resenhas desse livro, gente falando bem, gente falando mal... enfim, o que vale é levar cada vez mais pessoas a conhecer a literatura; e o booktube está fazendo isso muito bem. Todavia, no momento, estou buscando algo mais denso com uma pegada histórica clássica e cultural. Vou indicar seu link para os interessados, pois, até agora, sua resenha foi a mais completa!
    Sucesso para você!!!
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  16. Oieee, tudo bem? Pelo nome, pela capa, achei que o enredo me prenderia mais. Também não curto muito contos e achei o enredo meio bobo e MUITO teen pra mim (e olha que eu gosto de coisas teens e infanto juvenis). Enfim, anoto a dica para repassar apenas mas deixo passar a leitura. Bjãooo

    http://porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?!

    Pena que você não gostou do livro, pois eu gostei muito. A gente precisa ter em mente que em contos a história de fato dá uma certa corrida, pois se a ideia fosse escrever uma história super desenvolvida, não seria um conto, então quando eu avalio contos nem uso esse critério. Mas achei válido seu cometário.
    Ah, vale lembrar que o livro era um projeto para o dia dos namorados e era inspirados em romances, ou seja, o romance bobinho e clichê cabe nessa história. Achei bem interessante também o fato dos personagens coexistirem, isso tornou os contos mais críveis.
    Também não gostei da reação da amiga do Julio em relação ao Ramon. Enfim , foi uma leitura muito proveitosa pra mim.

    Beijos, linda.
    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  18. Este livro não me convenceu ainda, por isso é uma dica que estou passando. Mesmo gostando de livros de contos, este não rolou.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Eu amei o livro, também não li muitos dos clássicos pelos quais os contos foram inspirados, mesmo assim a leitura foi ótima, o conto da Pam poderia sim ser menos imprevisível, mas amei como ela retratou o cotidiano de uma youtuber e o mocinho foi um fofo. O meu preferido foi a da Bel, ela soube narrar com muita atitude. Não gostei tanto do último conto, esse não é um livro cheio de ensinamentos, mas com histórias leves e fluidas

    ResponderExcluir
  20. Sabe aquele tipo de livro que não te empolga de jeito nenhum?
    Foi o caso com esse... Não sei se foi o fato de não comprar a ideia dos quatro escrevendo um livro, se foi a divulgação excessiva ou apenas o meu preconceito já que tinha tanta gente elogiando...
    Agora, você comentando, a única coisa que me chamou a atenção foi que a inspiração dos contos são em clássicos... Mas, acho que talvez seria mais interessante se fosse algo mais puxado para os 'tempos dos likes' mesmo. Enfim, nem os pontos positivos que você citou me fizeram ter vontade de ler e como ele já não estava muito nos meus planos, as partes que não te ganharam me fizeram dar mais peso ao ter quase a certeza de que não lerei o livro... esse eu passo!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger