Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Eu sou as escolhas que faço


Título: Eu sou as escolhas que faço • Autora:  Elle Luna • Editora: Sextante • Páginas: 176 • Ano: 2016

 Antes de tudo devo comentar que estou simplesmente apaixonada por esse livro, ele tem uma edição maravilhosa, cheia de ilustrações e bem colorida, mas além disso tem um conteúdo muito inspirador que vai ajudar muito o leitor.


 "Eu sou as escolhas que faço" é um livro de autoajuda e eu gosto bastante desse gênero, mas o que me chamou a atenção foi a impressão que tive de que o livro seria diferente da maioria dos livros desse gênero e realmente é.
 A intenção desse livro é nos ajudar a escolher entre o que queremos e o que o mundo quer de nós, sendo mais direta entre o que nós realmente gostamos de fazer, a nossa paixão, e o que nos dá segurança.
 Logo no início a autora já nos avisa que não vai nos dar nenhuma resposta sobre nada, ela apenas vai compartilhar o que descobriu durante a sua própria vida e vai trazer muitas perguntas com que se deparou.
 E então com os relatos da autora é que vamos tentando nos descobrir, encontrar as respostas que como Elle mesmo diz estão dentro de nós.


 Como todos sabem não é nada fácil escolher a nossa paixão, pois nem sempre a mesma vai nos dar uma certa estabilidade e no mundo de hoje precisamos ter uma segurança para viver. 
 Mas por conta disso, por muitas vezes não escolhermos nossa paixão, acabamos nos tornando alguém infeliz e cansado, que passa o dia todo fazendo algo que não gosta apenas porque precisa de dinheiro.
 E então a autora vem conversar com o leitor sobre isso, é praticamente como se estivéssemos conversando com uma amiga que entende vários dos nossos medos e que por ter passado por essa fase ela nos entende.
 Por exemplo, muita gente sabe qual é a sua verdadeira paixão e vocação, mas não sabe como escolher ela, então a autora vem para inspirar o leitor a escolher a paixão, mas não se desespere ela não vai impor nada, vai apenas contar alguns relatos que farão com que você queira escolher sua paixão.
 E se por um acaso você não sabe qual a sua paixão, a autora vem dar algumas dicas para que o leitor tente encontrar ela.


 É uma leitura inspiradora que faz com que o leitor queira se mexer e dedicar um tempo para algo que realmente gosta, além disso é uma leitura bem rápida, pois o livro tem muitas ilustrações, logo não há tanto texto.
 Durante a leitura vamos encontrar muitas frases de pessoas conhecidas que farão a gente refletir e também vamos encontrar alguns relatos sobre pessoas que escolheram suas paixões, sendo que uma página tem relatos de pessoas de diferentes idades nos mostrando que nunca é tarde para fazer algo que gostamos e nos dedicar a isso.


 A diagramação do livro está simplesmente maravilhosa, ele é cheio de ilustrações com aquarelas, todo colorido e o mais bacana que é tudo trabalho da própria autora, que além de escritora também é designer e artista plástica.
 E como comentei não é só isso, o conteúdo é realmente algo muito bacana que vai fazer o leitor parar por vários momentos para pensar sobre si mesmo e provavelmente ele vai terminar a leitura querendo mudar algo ou pelo menos satisfeito com tudo o que leu.
 Diferente da maioria dos livros desse gênero, há pouco texto e a linguagem é bem informal, então a leitura é bem leve e consequentemente fluida, além disso a mesma acaba se tornando até mesmo divertida em alguns momentos.


 É um livro curto, logo não há muita coisa para comentar sobre, mas o mesmo traz mensagens maravilhosas para nós e apesar de ser um gênero que poucos leitores gostam, é uma leitura que todos deveriam fazer, pois a mesma pode te ajudar muito.
 Enfim, "Eu sou as escolhas que faço" foi um livro que me proporcionou uma leitura muito agradável, me fez refletir sobre muitas coisas e também me ensinou várias outras, fazendo com que eu pensasse e repensasse sobre quais escolhas quero fazer e sei que esse livro tem chance de causar isso em todos os leitores, por isso super recomendo.

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Olá Larissa
    Eu não leio com frequência livros de autoajuda, mas gosto de conferir em alguns momentos. Essa edição deve estar linda e fiquei curiosa diante dos relatos da autora. Deve ser uma leitura bem dinâmica, além de nos fazer pensar sobre reflexões importantes.
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lari, tudo bem? Eu também adoro o gênero. Acho que se algo pode nos ajudar, não devemos ter preconceito.
    Pensei em solicitar esse livro para a editora, mas acabei optando por outros :P Mas quem sabe em uma próxima oportunidade?
    O tema do livro me lembrou bastante outro da editora "Escolha sua vida" que também falava sobre isso, sobre encontrarmos uma paixão e vivê-la. Como você bem disse, não é fácil. Mas a vida fica muito melhor quando fazemos o que amamos <3
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Larissa, eu não sou muito fã de livros de autoajuda, e pra falar a verdade, nunca procuro por eles em uma livraria. Mas não tenho preconceito, acho muito válido, ainda mais se é uma leitura que te agrada e traz benefícios!

    Um abraço! Helô

    ResponderExcluir
  4. Este livro está sendo maravilhoso e estou na metade dele e é isso que você disse, ele não é chato e na verdade te faz parar para pensar e não para ficar lendo e lendo. Me coloquei diversas vezes pensando no que queria fazer da vida e não é o que estou fazendo. estou amando ele.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Não curto livros de auto-ajuda, então esse não me agrada. Porém a edição está realmente linda!
    Acho que ter ilustrações ajuda bastante a passar a mensagem. Que bom que curtiu a leitura, mas passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Me apaixonei pela arte gráfica do livro e só por isso, compraria sem medo. Realmente, eu sou uma das que não leio muita coisa neste gênero, mas este aqui eu leria, até porque você pontuou que é mais curto e eu acredito que a leitura, fluiria.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Lari,
    O livro parece ser mesmo inspirador e gostei muito de ter sido uma leitura diferente e interessante. Achei bem legal ser abordada essa questão de o que queremos e o que querem de nós. Eu já me deixei levar várias vezes por pessoas que queriam algo diferente do que eu queria.
    Anotei a dica e vou ler com certeza.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Não gosto muito do gênero, então provavelmente não vou ler.
    Achei o livro bastante inspirador e os levantamentos bem interessantes.
    Realmente, muitas pessoas deixam de fazer o que gostam e se tornam pessoas infelizes pelo fato de precisarem de dinheiro.
    O que queremos nem sempre é o que querem de nós e às vezes isso acaba nos influenciando e tomamos decisões das quais podemos nos arrepender no futuro.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Embora eu não goste muito de livros de auto ajuda, gostei muito do que é exposto nessa história. A diferença entre o que queremos viver (normalmente incentivado pelos nossos sentimentos mais profundos) em comparação com o que realmente fazemos (a segurança que precisamos sentir) é algo muito relativo e que merece destaque, pois por vezes ficamos estagnados e insatisfeitos por não termos nos arriscado uma única vez. Eu confesso que eu iria aproveitar muito essa leitura, pois sou uma pessoa que dificilmente sai da zona de conforto e algum incentivo assim seria muito bom. Adorei suas considerações e vou anotar a dica.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  10. Oi oi Lari,
    Eu adorei as fotos e a resenha, é claro ❤

    Eu li um livro do gênero recentemente e gostei bastante, mas acho que não vou dar continuidade a leituras assim. Estou com muito pouco tempo, e livros assim me faz refletir (Uma coisa que não posso fazer muito, por causa dos meus estudos).

    Mas entenda eu indico bastante, e esse vai ser um livro que vou indicar.

    BEIJOSS, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  11. Eu adoro a capa desse livro simples e bonita eu gosto de livros de auto ajuda nesse estilo onde eu consiga em poucas frases tirar algum proveito o que me irrita em alguns livros desse gênero são os almanaques gigantescos do que devi fazer e como agir aff ninguém merece. Porém esse parece ser legal e você não é a primeira pessoa que me indica.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  12. Confesso que não tenho costume de ler autoajuda e raramente me interesso por livros desse tipo.
    Entretanto, este da resenha me parece bem bacana. A diagramação, os relatos, as frases em aquarela e até mesmo os detalhes em cores do livro me chamaram a atenção!

    Com Amor, Isa

    ResponderExcluir
  13. Oie, adorei a ideia do livro, principalmente por nos fazer pensar, por ser uma obra leve e o que acabou me chamando mais atenção foi o relato das pessoas com diferentes idades, isso dá sempre um ânimo a mais e acho que nos leva a reflexão e consequentemente a ação de escolher coisas que queríamos a tempo e não fazíamos, é como um empurrão. Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  14. Pra ser sincera, eu não sou lá muito fã de suto ajuda, mas a diagramação desse livro está tão incrível que fiquei com vontade de comprar. Essas frases com efeitos são simplesmente inspiradoras. Aliás, acho que é sempre bom ter algo que nos incentive, não é? Mesmo que não traga respostas, com certeza pode trazer algo de bom. Gostei da resenha.
    Um abraço!

    https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Já li sobre o livro e tenho muita vontade de lê-lo, não tenho muito contato com livros de auto ajuda, mas ultimamente tenho lido só coisas boas a respeito de alguns. Com esse não é diferente, além de adorar a capa, acho que seria agradável ter uma leitura inspiradora, ainda mais que parece que estamos conversando com uma amiga, como disse. Vou anotar a dica, beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?

    Em uma de minhas visitas à livraria, me deparei com este livro. Pela capa me chamou muito a atenção por ser bem diferente das comuns.

    Logo depois, descobri que se tratava de uma obra de autoajuda. Não costumo ler muitos livros deste gênero. Mas este, em especial, despertou muito minha curiosidade. Me parece ser um daqueles que todos deveriam ter na coleção.

    Gostei muito da diagramação.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Oii!
    Esse livro me deu vontade de ler só pelo titulo! Quando li que ele tem ilustrações e vi as fotos fiquei mais apaixonada ainda. Adoro esse tipo de livro que faz a gente parar e pensar um pouco sobre a vida, sobre nós. Com certeza será minha próxima aquisição.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. acredito que esse colorido do livro e essa diagramação diferente usual tem a ver com o fato da autora ser designer hehehe
    e sabia que você é a primeira pessoa que vejo falar que curte livros de autoajuda? eu particularmente não curto, apesar de ter lido alguns ao longo da vida...

    achei interessante ter a frase de Mark Twain ali, como é um autor que aprecio demais, fiquei curiosa em saber qual o contexto usado pelo autora pra ter usado essa frase ^^
    bjs, flor...

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger