Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: De volta a Blackbrick


Título: De volta a Blackbrick • Autora:  Sarah Moore Fitzgerald • Editora: Galera • Páginas: 240 • Ano: 2016

 É difícil começar essa resenha, pois parece que nenhuma palavra conseguirá expressar o quanto esse livro é sensível e o quanto ele mexeu comigo. Eu imaginava que seria conquistada, mas não tanto quanto fui e nunca iria imaginar encontrar uma história tão maravilhosa quanto a que encontrei.


 Em "De volta a Blackbrick" vamos conhecer Cosmo, um garotinho muito cativante que está passando por um momento muito difícil, seu avô está perdendo suas memórias para o Alzheimer e não é fácil para o garoto ver a pessoa que mais ama e admira sofrendo com essa doença.
 E tudo piora ainda mais quando uma assistente social vai visitar sua casa, ela quer levar seu avô para outro lugar, lá diz que serão capazes de lidar melhor com ele e ele ficará bem. Mas Cosmo não concorda com isso, até porque como seu avô estará bem longe de quem o ama?
 Então seu avô o chama e entrega para o garoto uma chave que diz ser da abadia de Blackbrick. De início Cosmo não entende, mas para ajudar seu avô é capaz de tudo, então ele vai atrás desse lugar, pois segundo seu avô lá ele vai encontrar todas as respostas.

"Não que cada uma das pessoas que você já encontrou na vida tenha a obrigação de reconhecê-lo. Desejar isso seria egoísmo. Mas há uma ou duas pessoas em nossa vida que deveriam sempre saber quem somos. É provável que a gente nunca entenda a importância disso até uma delas começar a nos esquecer."

 Esse livro virou um dos meus favoritos, é uma história tão bonita, leve, divertida e emocionante que é impossível não ser conquistado por ela logo de cara.
 O Cosmo é um personagem extremamente cativante, é uma criança e por isso é inocente e ele possui uma esperança tão grande, do tipo que só as crianças possuem. É um garotinho inteligente e corajoso, enfrentou sua aventura com determinação e fé. E ama muito seu avô, tanto que tenta de tudo para ajudá-lo, o que torna o personagem ainda mais cativante, porque vemos o quanto se preocupa com o avô.
 Essa é uma história sobre viagem no tempo e é realmente muito bacana acompanhar tudo, lá conhecemos vários personagens importantes e de quebra somos surpreendidos com várias coisas e revelações.

"- Aproveite ao máximo o presente - aconselhava ele. - Costuma ser o único lugar em que conseguimos fazer qualquer coisa que valha a pena."

 Mas apesar de ser uma leitura leve, a mesma aborda muitos temas difíceis de lidar e fortes, o que torna o livro ainda ,melhor, pois a autora trabalhou muito bem todos esses temas, sem tornar a leitura dramática e pesada.
 Um dos temas é o Alzheimer e esse é um tema que acho muito interessante de ver em livros, pois causa muitas reflexões no leitor, o emociona e ainda possibilita que o mesmo conheça um pouco sobre essa doença tão cruel.
 A autora conseguiu misturar várias coisas na história de uma forma muito satisfatória, há uma boa dose de drama e também há partes divertidas, sendo que a mesma trabalha vários temas como: Alzheimer, abuso sexual e luto. Ao todo esse livro é meio que uma caixinha de surpresa, sempre trazendo algo para o leitor pensar e isso vai fazer o mesmo se emocionar e se apaixonar pela história.


 A diagramação do livro está maravilhosa, começando pela capa que tem uma ilustração linda que combina perfeitamente com a história e por dentro há folhas amareladas e como detalhe nas trocas de capítulos há uma chave.
 Ao final há uma nota da autora falando um pouco sobre o livro e dá para notar que a mesma escreveu com todo o seu amor essa história, sendo que seu pai sofre de Alzheimer também.


 "De volta a Blackbrick" foi uma leitura simplesmente maravilhosa, pois é leve, envolvente e emocionante, sem contar que traz um protagonista cativante que torna tudo ainda mais bacana de acompanhar.
 Enfim, não falei nem metade do que poderia falar sobre esse livro fofo, mas ele realmente vale a pena, por isso eu super recomendo a leitura para todos, não só para os fãs do gênero.

"Não sentimos a falta das pessoas com a mesma intensidade o tempo inteiro. Podemos passar dias, até semanas, sem pensar nelas, até que de repente, algo nos faz lembrar e é como se tivéssemos levado um tiro de tristeza no meio do rosto."

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Olá!
    A chave despertou certa curiosidade em mim, mas não sei dizer se leria o livro. Histórias que envolvem avôs ou avós sempre mexem muito comigo. E acho engraçado pois na maioria das vezes, elas são emocionantes! Eu não lembro de ter lido algum dia um livro que fale bastante sobre o Alzheimer, então o assunto em livros é uma novidade para mim. E enfim, achei interessante a autora misturar vários temas no livro (que não são divertidos), como o abuso sexual, por exemplo, que aparentemente carrega muita singeleza.
    Um beijo! Historiar

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu estava bem ansiosa para ler uma resenha sobre esse livro, pois queria conferir as impressões pelo lado de um leitor. Agora, depois de ler seus comentários, estou bem motivada a fazer essa leitura, especialmente por ter uma ambientação que me interessa muito. Acho legal que, apesar de ser uma leitura leve, traga temas mais complexos <3
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Quando vi o lançamento desse livro, confesso que fiquei interessada apenas pela capa, mas não podia imaginar o que esse livro retrata.
    Achei muito legal saber que a história envolve esse tipo de personagem e sei o quanto histórias assim são emocionantes. Minha avó acabou de ser diagnosticada com mal de Alzheimer e estou em busca de todos os livros possíveis para ler sobre esse tema.
    Adorei sua resenha e espero que curta a leitura tanto quanto você.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Imagino como esse livro deve ser fofo! Ainda não o conhecia, mas adorei saber um pouco mais da obra. Que ótimo que o personagem é cativante e possuí tanta esperança assim. Sua resenha me deixou curiosa para conferir a obra!
    Beijos.
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  5. Amo protagonistas infantis e já estou cativada pelo Cosmo.
    Achei bem corajoso a abordagem de temas como Alzheimer, abuso sexual e luto, assuntos tristes, mas que acho que vou curtir saber como estão inseridos no enredo.
    Enfim, espero ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Personagens infantis sempre mexem com os leitores de uma forma única. Que bom que a autora soube trabalhar temas difíceis de uma forma mais leve, sem privar o leitor da emoção. Não li ainda, mas percebo que será uma leitura muito boa.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Que capa linda desse livro, sou muito suspeita para falar porque eu amo essa cor de capa e sou apaixonada por todos os livros que são assim, todo trabalhado na beleza. Acho que me identificaria muito com esse livro, é um que eu compraria com certeza absoluta se o encontrasse e o tema é bem compensador porque são abordagens importantes para a nossa vida em comum mesmo. Não tinha visto esse livro ainda em nenhum lugar mais já anotei e vou ler ele e espero curtir bastante. Beijinhos.
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Não lembro se vi este livro antes, mas a capa não me é estranha *-* parece ser um livro maravilhoso e muito emocionante ♥ Deve ser uma história muito fofa e cativante, estou doida para conhecer o Cosmo, e, pelo o que você disse a respeito dele, o menino já conquistou minha afeição.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oiii!!
    Que resenha amor, como todas as outras que eu já li aqui. A capa é um amooooor, o que deixou mega curiosa! O enredo parece ser bem envolvente e de leitura rápida, o que eu curto bastante.
    A resenha está bem escrita!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Não conhecia esse livro, mas já estou completamente apaixonada! Começando pela capa que é linda e depois pela maravilhosa história cheia de significado e sentidos. Estou precisando de livros leves e emocionantes como este e já incluí em minha listinha de leituras. Os quotes são ótimos e já dá para sentir a história.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Não conhecia o livro, mas sou apaixonada por temas como viagem do tempo e esse livro me conquistou aí. Muito bom saber que, apesar dos temas pesados, a leitura é bem leve. Gostei muito também de tratar o Alzheimer, poucos livros falam sobre o assunto e essa é uma doença até comum nos mais velhos, todos nós conhecemos parentes que já sofreram disso.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi Larissa, acho que você soube definir muito bem o Alzheimer quando o citou como uma doença cruel. Acho que é una doença muito triste perder suas memórias e aos poucos esquecer até das pessoas que se ama. Fiquei muito curiosa com o enredo do livro e pretendo ler em breve.
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Não sabia que esse livro era tão profundo e sensível assim, e muito menos que era uma história de um neto com seu avô que está se perdendo para o Alzheimer.
    Adorei saber que o livro te conquistou, e confesso que depois de ver sua resenha fiquei bastante curiosa, pois esse tema é um dos que eu gosto muito, e que sempre me deixam emotiva por dias.
    Espero ter a oportunidade de ler ele um dia.

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Estou interessada nesse livro a um tempo e realmente parece ser mais do que eu espero. O fato de ter viagem no tempo, por si só já me conquista. Mas quando você mencionou que a altura une vários outros assuntos na obra, tal como o Alsheimer, me interessei mil vezes mais por essa leitura. O livro parece guardar uma história única e eu mentiria em dizer que se pudesse começava hoje mesmo, mas pretendo em breve iniciar essa leitura. Adorei a resenha, muito esclarecedora.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Não conhecia o livro, mas a capa é bem chamativa.
    Parece ser bem interessante a história, com essa relação do Alzheimer e ainda por ser narrado por uma criança, imagino que deixe as coisas muito mais profundo.
    E como você mesma disse, não é um tema muito utilizado, então torna um livro "único".
    Adorei a sua resenha.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oie, nunca nem tinha ouvido falar nada sobre esse livro ou sobre essa autora, estou surpreendida que só conheci agora pois a história parece maravilhosa.Alzhaimer também é um tema que eu adoro ler ou assistir sobre pois é uma doença fascinante (de um jeito bem ruim k) e depois que comecei a assistir Greys anatomys me interessei por ela, porque as pessoas que tem familiares com essa doença passa por muita coisa.
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Essa é a primeira vez que vejo uma resenha desse livro e não é que ele me surpreendeu. De fato, pela capa, não pensava que ele seria uma caixinha de surpresa como essa. Onde é abordado temas complicados, sendo que o mesmo não se torna tão dramático e até tem uma certa leveza. Definitivamente o mérito vai para quem escreveu que soube transbordar as emoções necessárias aos personagens. Amei e dica mais que anotada.

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, acredita?! Fico feliz que meu primeiro contato com o livro tenha sido por aqui.
    Eu achei essa premissa adorável! É lindo ver o amor de uma criança pelo avô, é tão inocente, sem cobranças, puro.
    O livro parece ser bem bonito e emocionante, aborda temáticas importantes e sem dúvidas já me cativou. O personagem parece uma fofura!
    Adorei a dica e quero muito ler essa obra!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi Larissa, tudo bem?
    eu li o livro recentemente e também gostei muito dele, fico feliz em ver que ele se tornou um dos seus favoritos, ele realmente é maravilhoso. Amei a delicadeza da história e os pontos fortes citados, é uma obra que sempre irei recomendar! ótima resenha :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger