Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: O caderninho de desafios de Dash e Lily


Título: O caderninho de desafios de Dash & Lily • Autores: David Levithan e Rachel Cohn • Editora: Galera • Páginas: 255 •   Ano: 2016

 Desde que eu li o meu primeiro livro do David fiquei completamente apaixonada, logo todos os livros dele chamam a minha atenção e quando vi esse quis na hora. Já a escrita da Rachel eu ainda não conhecia, mas eu devorei esse livro e apesar de não ser o melhor do David, é uma leitura muito cativante.


 Em "O caderninho de desafios..." vamos conhecer Dash e Lily, está na época de Natal e os dois vão passar longe dos pais. Dash irá passar o natal sozinho porque seus pais são separados e não conversam, logo ele conseguiu enganar os dois para que ambos viajassem e ele ficasse em casa sozinho. Já Lily não irá passar o natal sozinha, ela tem seu irmão e alguns parentes, mas seus pais decidiram viajar sozinhos, logo eles não estarão em casa.
 Mas o que liga esses dois, além do fato de seus pais estarem longe? O tal do caderninho. O irmão de Lily inventou uma brincadeira para achar alguém que combinasse com a irmã, para isso ele colocou um caderninho em uma livraria com vários desafios para que alguém cumprisse.
 E logo no começo do livro quem encontra esse livro é Dash, ele acha estranho, mas começa a se divertir fazendo os desafios e assim que conclui os desafios de Lily, ele precisa seguir as regras para que o caderninho volte até ela e ele também começa a desafiá-la em várias coisas.
 Então vira uma brincadeira muito divertida onde os dois vão se conhecendo e gostando cada vez mais um do outro, mas é tudo através do caderninho. E eles não sabem se querem se encontrar, porque há uma chance de que eles se decepcionem ao verem que a outra pessoa não é como eles imaginavam.

"Acredito que aniversários de casamento foram feitos para ser comemorados com os filhos, mas parece que minha opinião é minoritária nesse caso. De acordo com todo mundo além de mim, se fôssemos com eles, não seria tão "romântico". Não vejo o que há de tão "romântico" em passar uma semana no paraíso com um cônjuge que você já vê quase todos os dias há um quarto de século. Não consigo imaginar que alguém jamais queira ficar sozinho comigo por tanto tempo assim."

 É um livro muito leve e divertido, o leitor vai rir bastante enquanto acompanha os desafios do caderninho, porque é um mais engraçado e criativo que o outro. E a gente fica ansioso para saber como o personagem vai cumprir o desafio e qual será o próximo desafio, logo o leitor se envolve com a história.
 Os dois personagens são bem diferentes e cativantes, especialmente Lily, ela é muito inteligente e divertida, mas arrisco falar que é "brega" e meio doidinha, o tipo que não segue o padrão da moda e usa o que quiser, sem se importar com os outros e isso é cativante, porque mostra que ela tem uma personalidade forte e própria, embora eu deva admitir que fiquei imaginando várias vezes as roupas dela e pensando que eu jamais usaria algo parecido.
 Mas apesar disso ela é uma garota um tanto solitária, ela nunca conseguiu fazer amizades mesmo sendo uma garota muito divertida e talvez por isso seja bastante insegura.
 O Dash é um amor, um garoto um tanto antipático e hostil, mas que ao mesmo tempo é muito cativante, sempre muito inteligente e divertido também, ele não é nem de longe perfeito, mas conquista de início o leitor com seu jeitinho.


 O romance do livro é algo que o leitor espera desde o início e é obvio que vai acontecer, mas a forma como tudo é construído é muito bacana, porque vemos um romance surgindo naturalmente e devagar, isso conquista o leitor.
 Mas é um sentimento que surge através de um caderninho, os dois nunca se viram na vida, logo eles criam uma imagem do outro na cabeça, eles idealizam a outra pessoa e tentam encaixá-la num molde da pessoa perfeita para eles, e é isso que vai pegar o leitor e fazê-lo refletir.
 Praticamente todo mundo tem essa mania de idealizar a outra pessoa e então as nossas chances de se decepcionar são enormes, porque não existe uma pessoa que vai se encaixar em tudo o que você quer. Ou até exista e você que está lendo tenha encontrado, mas ai devemos concordar que você foi um dos poucos sortudos no mundo que encontrou.
 E o que a história quer ensinar para o leitor? Que a gente tem que parar de idealizar uma pessoa perfeita, porque isso pode destruir qualquer chance de a gente encontrar alguém bacana, ou seja, devemos aceitar que ninguém é perfeito, logo a pessoa terá defeitos como nós temos.
 Não é só isso que o livro nos fará pensar, há vários outros assuntos também, mais especificamente assuntos adolescentes.


 É um livro leve com uma história envolvente, logo a leitura flui bem fácil e o leitor mal nota as páginas passando, o único ponto que pode ser visto como negativo é a questão do livro possuir folhas brancas, o que cansa a vista mais rapidamente.
 A capa está simplesmente linda, combina perfeitamente com a época da história e a combinação de cores está ótima, além disso há uma parte do título em relevo, o que torna tudo mais bonito.
 Por dentro o livro está bem simples, não há detalhes na troca de capítulos, só que é um livro com narração intercalada, logo cada capítulo está identificado com o personagem da vez.

"Como a maioria dos caras, você carrega por aí uma garota na cabeça que é exatamente como você quer que ela seja. A pessoa que acha que vai amar mais. E toda garota com quem fica é comparada com essa garota da sua cabeça. Então essa garota do caderninho vermelho... Faz sentido. Se nunca se encontrar com ela, ela nunca vai precisar ser comparada. Poderá ser a garota da sua cabeça."

 "O caderninho de desafios de Dash & Lily" não é o meu livro favorito do David Levithan, porque embora seja um livro muito agradável e com uma linda história, não é a história mais emocionante do autor, mas vale muito a pena ler.
 É uma leitura leve e divertida, mas que fará o leitor refletir com alguns pontos e tem personagens muito cativantes, logo eu super recomendo a leitura.

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Oie, eu não conheço o autor mas ouço falar bastante nele. Esse livro é um dos lançamentos recentes mais desejados, por isso eu fiquei interessada com algumas resenhas que vi por aí e você me deixou ainda mais curiosa. em primeiro lugar quero saber se alguma, ou muitas cenas se passam no natal, porque eu adoro esse tipoo de enredo. Em segundo lugar achei extremamente criativa essa parte do caderninho de desafios e acho que vou adorar conferir cada um. Que bom que é um livro leve e divertido e que é possível se surpreender com o modo como é construído o romance. Espero ler logo.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é muito amorzinho né, li ele em apenas um dia, especialmente por ser tão simples e ao mesmo tempo cativante, heim... Sem contar que a ambientação com ares natalinos deixa tudo ainda mais mágico e romântico. Esse também não é o meu livro favorito do David Levithan, mas achei uma leitura bem válida com certeza.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Que amor! Eu quero muito esse livro.
    Amei saber um pouco mais sobre ele e ver o quanto que você gostou. Acho que vou me encantar com a história e me envolver completamente com esse enredo apaixonante. As fotos estão bem bonitas também e essa capa é maravilhosamente linda!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Larissa.

    Não curto o David, mas fui ao Mochilão Record e o Thiago e a Shirley falaram desse livro com tanta empolgação que até me deu vontade de ler. Ganhei até um caderninho do livro, da até pra escrever meus próprios desafios! Hahahaha
    Achei muito legal o fato deles irem propondo desafios um para o outro e estou super curiosa para saber como é o primeiro encontro dos dois pessoalmente.
    Não é uma leitura prioritária, mas quem sabe mais pra frente eu não leia...

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oie, sou fanzinha do Levithan, então, estou predisposta a curtir o livro. Ele está sendo a minha atual leitura e estou adorando o Dash e a Lily... um pouquinho mais a Lily, pelo bom humor e pela animação com o natal.
    Amei saber que apesar do humor na escrita, ainda refletirei!!
    Adorei saber sua opinião.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Já tinha visto esse livro é ficado bem curiosa, mas não sabia ao certo sobre o que se tratava. É verdade que muitos idealizam uma pessoa - isso já aconteceu comigo.
    Me pergunto se acharia a personagem meio brega e qual o sentido disso.
    Preciso ler e formas uma opinião.
    Beijos ♡

    ResponderExcluir
  7. Oie, Larissa. Como vai?
    Nunca li nada do autor, mas já tinha visto a capa desse livro pela internet, que por sinal é bem chamativa e bonitinha, eu gostei.
    Não sabia sobre o que era o livro e depois de ler sua resenha fiquei interessada por essa leitura.

    bjos

    ResponderExcluir
  8. Oiii
    Em primeiro lugar: eu AMO essa capa. Ela é linda e sinto muita vontade de ler o livro por causa dela. Pq ainda não li? simples, eu detesto o David Levithan ahahha já tentei ler uns 3 livros deles e de nenhum consegui passar da página 100; Sei lá, não consigo gostar da escrita dele... o que é uma pena pq todo mundo fala super bem dos livros.
    Eu gostei da sua resenha e fiquei com vontade de ler o livro dps de vc ter falado tão bem dele. Talvez (e bem talvez) eu o leia pra ver se a minha cisma com o autor melhora ahaha
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Eu adorei a noção de estilo da Lily, fiquei doida por uma bota de sapateado...haha' só a achei um pouco chatinha em alguns momentos *-* Eu amei esse livro! Adorei a brincadeira dos personagens, e gostei muito do final, tanto que não resisti a reler a última página para sorrir que nem uma boba mais uma vez...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu nunca li nada de nenhum dos autores, mas esse livro parece ser tão amorzinho que quero muito ler!
    Gostei de saber que o romance é construído aos poucos, não gosto das coisas apressadas, rs. Adoro narrativas intercaladas, então esse é um ponto que vou gostar bastante nesse livro.
    Fiquei curiosa sobre as roupas da "breguinha" lily, hahaha. E isso de idealizar alguém é furada, mas a gente só aprende quebrando a cara, né?
    Espero ter oportunidade de ler esse livro em breve.
    Adorei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oie! Eu finalizei a leitura dessa obra há poucos dias e, como não conhecia a escrita dos autores, não sabia o que esperar, de forma que as expectativas eram altas e em nada me decepcionei. Adorei a conexão que se formou entre os personagens e sempre ficava torcendo para que eles se conhecessem, tanto que enlouqueci com o final. >< A única coisa que me deixou um pouquinho confusa no início foi o comportamento de Lily, pois muitas vezes ela não parecia ter 16 anos, mas depois acabei me acostumando. Adorei sua resenha! *-*

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Eu não conhecia nenhum livro dos autores, mas quando li esse livro fiquei tão apaixonada, que deu vontade de ler todos os outros deles.
    Adorei essa ideia do caderninho, e eles indo se descobrindo e entendendo melhor as coisas a sua volta com as experiências novas que adquiriam.
    Com certeza é um ótimo livro.

    ResponderExcluir
  13. Oie. Esse livro me parece uma leitura dessas que a gente lê em uma tarde e se diverte com a história. Olha que nem gosto de romance mas sua resenha conseguiu me encantar com a história.
    E fiquei curioso para saber quais desafios contém o caderno.
    Bj

    ResponderExcluir
  14. Adoro os livros do David e estou querendo muito ler esse livro. Acontece que eu não tive uma boa experiencia com a lista do não beijo, que me decepcionou um pouco. Acho que eu esperava demais, sabe?
    Se bem que pela sua resenha posso esperar um livro divertido, e não ir com tanta sede ao pote. Talvez seja o ideal para que a leitura seja melhor do que o anterior que li dele...
    adorei esse caderninho... queria tanto um, mas não teve mochilão no meu estado :(
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Li um livro do David uma vez e só tive esse contato com a escrita dele. Recebi esse livro de cortesia e confesso que apesar de ser um livro com uma temática bem clichê, parece ser realmente uma leitura leve, que lemos para passar o tempo. Gostei do que você falou dos personagens e de fato, quando paramos de idealizar o par perfeito é que podemos finalmente encontrá-lo. Gostei muito da sua resenha ^^

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  16. Olá

    Já vi esse livro e estou doido para ler a premissa dele é bem diferente, é bem daquelas que deixa a gente pensando se poderia acontecer com a gente ( O sonhador né kkkk) Mas adorei sua resenah e fiquei mais empolgado a gora depois de saber o quanto a estória é gostosa se ler.

    Everton equipe Rrillismo
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Há alguns dias atrás tinha lido uma resenha sobre esse livro é fiquei muito empolgada com o enredo do livro sobre o caderninho e tudo mais , é uma história que encanta fácil o leitor já começando pela capa que está maravilhosa nesses tons de Azul e Rosa. Sua resenha está incrível , amo livro que tem narrações de ambos os personagens e tão legal vê o ponto de vista dos personagens sobre o mesmo acontecido . Adorei parabéns mesmo pela resenha !

    ResponderExcluir
  18. Ola Lari lindona recebi como cortesia esse livro e amei a premissa, amo livros leves ainda mais que fazem brotar sorrisos no rosto, acredita que ainda não li nada do autor. Gostei muito de suas considerações com relação a leitura. Vou ler em breve, a capa é maravilhosa. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger