Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Rebelde


Título: Rebelde • Autora: Amy Tintera • Editora: Galera • Páginas: 352 • Ano: 2016

Essa resenha pode conter spoilers do livro anterior Reboot.

 Quem leu a minha resenha do livro anterior sabe que eu gostei muito da história que Amy Tintera criou e por isso fiquei realmente bem animada para ler a continuação, então nem pensei duas vezes para ler o livro e conclui a leitura muito satisfeita, porque minhas expectativas foram alcançadas.


 No livro anterior, "Reboot", nós conhecemos Wren 178, uma reboot muito forte que vive na CRAH, ela sempre seguiu todas as regras da corporação, até que Callum 22 aparece em sua vida e ela precisa fugir para salvar a vida do garoto. Os dois fogem e tentam encontrar o território dos reboots.
 Em "Rebelde" os dois chegam nesse território com os vários outros reboots que fugiram com eles e encontram nesse território muitos outros reboots que fugiram da CRAH, lá eles vivem seguros e embora a corporação os ataque frequentemente, eles sempre vencem.
 O líder desse território é Micah 163, é ele quem organiza e deixa tudo seguro, mas seus planos não agradam Callum e Wren, logo os dois se veem em uma situação difícil, pois esse homem é o líder e quando alguém o enfrenta, as coisas não acabam bem.
 Então um acontecimento faz com que Wren decida que não pode ficar mais nesse território, agora ela precisa pensar para onde vai e vai ter que passar por cima de Micah, o que não será fácil.


 Esse livro continua com a narrativa rápida e envolvente que o livro anterior tinha e é cheio de reviravoltas e descobertas que fazem o leitor ficar ansioso e assim não querer largar o livro.
 Além disso algo que gosto nesses livros são as cenas de brigas que acontecem, as mesmas são narradas de forma rápida e direta, não é nada muito descritivo, o que torna a leitura fluída e deixa o leitor sem fôlego.


 A Wren nesse livro está um pouco menos fria quanto no anterior, mas ainda tem todos os indícios de seu número, pois em vários momentos ela não se importa com nada, apenas Callum.
 Já Callum é o mesmo de sempre, o garoto com um número bem baixo e por isso é mais fraco e sentimental, por conta disso ele se preocupa muito com todos ao seu redor e sempre tenta melhorar as coisas para todos.
 O romance dos dois é algo que alguns leitores viram como algo desnecessário no primeiro livro, é aquela mania dos autores colocarem romance em tudo quanto é lugar, mas eu não vi assim, porque caso não tivesse surgido esse romance, Wren seria a mesma reboot fria de sempre, pois foi o amor de Callum que a mudou.
 No entanto, há algumas cenas românticas desnecessárias nesse volume, assim como no anterior, mas não é nada que atrapalhe a leitura.


 A diagramação do livro está super simples, assim como a maioria dos livros da editora, não há detalhes nas trocas de capítulos, mas está muito agradável, porque as folhas são amareladas e o tamanho da fonte do texto está ótimo.
 A leitura do livro é bem fluida, pois a narrativa é envolvente e os capítulos são curtos, além disso a narração é intercalada entre Callum e Wren, assim podemos saber melhor como cada um está reagindo aos acontecimentos e seus sentimentos.


 Ao todo "Rebelde" foi uma ótima continuação para "Reboot", esse livro assim como o anterior tem um ritmo muito frenético e os acontecimentos são interessantes, os personagens estão aprendendo a lidar melhor com seus sentimentos aqui e entendendo o que importa de verdade.
 Enfim, não é uma história incrível que vai te deixar de boca aberta, mas é uma aventura muito interessante de acompanhar que deixa o leitor bem curioso com tudo o que está acontecendo, por isso eu recomendo.

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Oi Larissa, eu me arrependi muito de não ter lido o primeiro livro ainda. Agora, espero poder adquirir os dois para ler um em seguida do outro. Não li sua resenha inteira, só algumas partes para não pegar spoiles, mas deu para perceber que esse é uma ótima continuação mesmo para o primeiro. E que bom que o ritmo é frenético, adoro livros assim <3
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem com você?
    Eu confesso que minhas expectativas quanto a esse livro caiu muito rsrs. Na época de seu lançamento eu estava super fascinado para ler, mas depois de ver várias resenhas um pouco negativas eu deixei um pouco de lado. Mas lendo a sua resenha estou começado a criar expectativas novamente, adorei saber que o livro cumpriu com suas expectativas e espero agora, conseguir ler o livro em breve.
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Não conhecia a série, mas as capas já me agradaram. Gosto de livros que possuem narrativas intercaladas e a premissa dessa série é bem interessante. Mesmo que não seja um livro com uma história incrível, pretendo ler a série. Gostei muito da dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Adoro quando o primeiro livro de uma série nos joga nos braços da sequencia e nos amarra lá.... hahahahahahah Questiono um pouco quando um autor insere um romance na trama, mas não acho inválido, porque é amooooorrrrrrr
    Adorei suas considerações e quero ler a serie desde o primeiro volume.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. OI, tudo bem?
    Confesso que ainda não conhecia muito a série, mas gosto de aventura.
    Acho que é sempre bom encaixar um pouquinho de romance nos livros, mesmo não sendo eles o foco, afinal a via é assim haha
    Gostei da dica. Ótima resenha!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiee Lari ^^
    Eu ainda não li o primeiro livro, mas como não é bem o tipo de história que eu estou querendo ler no momento, arrisquei a leitura da sua resenha. Ver que você gostou tanto do livro e que o livro tem um ritmo frenético me deixou um tantinho curiosa para conhecer, mas eu não sei se o leria no momento. Estou mais na fase romance/drama, sabe?
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Eu confesso que nunca tinha me interessado por essa série, parecia algo bem banal e a capa bem feinha, mas lendo sua resenha foi quase um tapa na cara sabe, porque me vi bem curiosa para saber mais da obra, dos personagens, e principalmente de tudo que vão enfrentar nesse novo território.
    Com certeza vou procurar saber mais dessa série e ler o primeiro

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Eu li a continuação dessa microsérie, e adorei! A narrativa da autora é super envolvente, e a história é repleta de ação, impossível não gostar dessa história. E o que eu mais gosto, é que a autora não é assim com frescura, ela é bem durona.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Oi, já vi a resenha do Reboot em outros blogs e achei bem interessante a premissa com cara de distopia, gênero que amo, e amei a sua resenha e com certeza lerei o livro, e fiquei super curiosa para saber o que acontece com os personagens e toda a trama.
    bjus

    ResponderExcluir
  10. Por ser uma romantica nata não sei se acharia cenas de romance uma coisa desnecessaria, como você pontuou na resenha. Kkkkk Enfim, sobre o livro, achei a história interessante e curti o fato dos capitulos serem curtos e mostrarem os dois pontos de narração, sempre gosto quando acontece isso pois vemos mais de um lado da história. Enfim, dica mais que anotada e espero gostar desta obra como você. :)

    bju
    http://ventoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Essas capas são lindas gente!!
    Essa série não tem o gênero que eu curto ler, apesar de ter acho original, e tem interessante, acho que não leria agora. Mesmo tendo esse pequeno romance (que é o que eu amo kkkk) eu sou de outro time na literatura kkkk

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  12. Oi Lari, tudo bem?

    Eu tenho bastante vontade de ler Reboot, por isso pulei a parte do enredo na sua resenha, mas li as suas considerações sobre a obra. Gostei de saber que a leitura continua fluída, e concordo com você, para mim cenas de lutas tem que ser ágeis, se o autor fica detalhando muito, acaba perdendo o sentido e ficando entediante. Gostei de saber que o romance tem um motivo, mas não gosto de cenas desnecessárias. Enfim, que bom que a continuação não sofreu a tão temível "maldição do segundo livro".

    E nossa, essas capas são ótimas. E a de Rebelde ficou show, com o contraste entre o azul e o preto.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  13. Oi Larissa, eu vi o lançamento desse livro e fiquei bem curiosa, apesar de eu não conhecer a série ainda. Parece ser uma história bem diferente e envolvente, fiquei bem curiosa com a sua resenha e já quero muito ler!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá!! :)

    Não fazia ideia da existencia deste livro nem do anterior! :) Bem, achei fantastico, ate porque adoro historias de ritmos freneticos... Que me faça nao largar o livro desde o inico ate ao final.. :)

    Gostei tambem da historia em si, muito curiosa, e do "amadurecimento" das personagens.. :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Eu ainda não li o primeiro livro, então não sei muito o que dizer sobre a continuação... Que bom que Rebelde alcançou suas expectativas, pelo que entendi da história também acho que o romance teve um papel importante, mesmo com algumas cenas desnecessárias.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá
    então aquele momento vergonha onde é confesso que não conhecia essa história!
    Pareceu muito interessante e a sua rresenha deu água na Bocá para ler, não faz muito o meu estilo mas a Grazi lá do blog iria amar esse livro. E afinal o bom das resenhas é essa:descobrir coisas boas se não para si, mas para presente ^^

    ResponderExcluir
  17. Uaaaaaau, eu KEROOOOOOO! Eu só vi o primeiro livro pela capa, o título me chamou atenção mas nunca parei de fato pra conferir a sinopse ou alguma resenha! Primeiro devo comentar as capas, são simples e belas, gostei muito mesmo!
    Depois, preciso conferi sua primeira resenha, porque fiquei um pouquinho perdida com algumas coisinhas. Mas com certeza é um leitura que farei em breve. Muito bom saber que é tão envolvente e com esse ritmo frenético, A-DO-RO!
    Ótima dica!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Admito que fiquei boiando um pouco quanto a essa coisa toda de Reboot, por náo saber o que significa ser um Reboot. Mas acho que se eu tivesse lido a resenha do primeiro livro eu saberia né? Mas imagino que talvez seja algo ligado a robôs, será? Ou pessoas que são reprogramadas?
    Achei legal o fato da Wren ser mais fria e Callum ser mais sentimental, acho que isso faz com que eles se completem e isso é muito legal. Achei que sua resenha ficou muito boa, só faltou explicar mesmo o que era Reboot kkk

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Não conhecia esses livro e confesso que não fiquei muito interessada. É difícil eu me interessar por esse tipo de história, até porque eu me perco demais haha... As capas são lindas mas infelizmente não sei se leria!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger