Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: O primeiro último beijo


Título: O primeiro último beijo • Autora: Ali Harris • Editora: Vêrus • Páginas: 448 • Ano: 2016

 Eu sou apaixonada por romances e por isso quando vi esse livro fiquei muito interessada porque senti que a história iria me conquistar facilmente e foi isso que aconteceu logo nas primeiras páginas.


 Em "O último primeiro beijo" vamos conhecer Molly e sua história de amor com Ryan, os dois se conheceram quando ainda eram adolescentes, mas nessa época acabou acontecendo um desentendimento entre os dois e por isso Molly passou muito tempo não querendo ver Ryan.
 Então os dois se encontram novamente e parece impossível para eles não se envolverem, pois Ryan é apaixonado por ela desde aquela época e Molly apesar de querer se manter afastada, não consegue resistir ao jeito carinhoso e apaixonante de Ryan.
 Logo os dois se tornam um casal e tudo parece ir perfeito, mas a vida não é perfeita e por isso muitos problemas vão acontecer na vida deles e esse casal vai ser constantemente separado.

"É possível prometer a uma pessoa que ela pode contar conosco para sempre? Eu fiz isso e não consegui manter minha palavra, e agora, anos depois, aconteceu a mesma coisa comigo. Será que essa promessa quebrada se transformou em carma? Acho que é mais questão de aprender que, na vida, as coisas começam e terminam em você. Quer dizer, sim, todo mundo precisa de amor e do apoio dos outros, mas precisamos encontrar isso dentro de nós mesmos primeiro. Somos todos mais fortes do que acreditamos ser. Podemos aguentar mais do que pensamos. Podemos sobreviver ao pior e, de alguma forma, ainda encontrar um jeito de sorrir."

 O livro não segue uma ordem cronológica, há acontecimentos do presente e do passado, mas são vários momentos passados narrados, como quando ela conheceu Ryan, quando eles já eram um casal e é tudo meio que bagunçado, o que tornou a história um pouco confusa, mas ao mesmo tempo é interessante esse tipo de narração, porque o leitor vai descobrindo as coisas aos poucos.
 O romance desse livro é lindo, impossível não se sentir conquistado e torcer para que o casal consiga dar certo, mas é uma história com personagens reais, pessoas que são confusas e que erram, por isso não é nenhum mar de rosas.

"É engraçado como certas pessoas entram em sua vida de forma inesperada e imediatamente fazem você sentir que pode lhes contar tudo, absolutamente tudo. Coisas que você nem sonharia em dizer às pessoas mais próximas e queridas. E, de repente, elas se tornam uma parte intrínseca de sua vida, sem que você saiba quase nada sobre elas."

 Molly é uma personagem admirável, pois é aquela mulher que quer ser independente e vai atrás de seus sonhos, mas que por conta do relacionamento de seus pais tem certo receio com toda essa questão de amar alguém.
 E isso foi algo muito interessante, porque realmente o relacionamento de nossos pais podem afetar os nossos ou fazer até mesmo com que a gente não queira relacionamentos, talvez por medo ou por proteção, ou melhor, por conta dos dois.
 O Ryan é um homem decidido, ele sabe o que ele quer e vai atrás, se ama é capaz de deixar tudo por causa da pessoa que ama e apesar dele ser meio que o "príncipe encantado" é um personagem muito cativante, diferente da maioria dos personagens desse tipo que costumam ser irritantes e clichês ao extremo.


 Há outros personagens interessantes na história, como toda a família de Ryan, que é muito engraçada e que possui uma mãe hilária com gostos peculiares e péssima na cozinha.
 Também temos as amigas de Molly, dando foco em Casey, a melhor amiga de Molly desde a adolescência, as duas sempre foram muito unidas e compartilharam sonhos, mas a vida fez o que ela costuma fazer com as pessoas: as afastou um pouco. 
 E em Casey também vemos como o meio onde crescemos pode afetar o tipo de relacionamento que teremos, por exemplo Casey não teve o pai presente e por isso sempre gostou de homens mais velhos e ela não consegue ter um relacionamento sério com ninguém, assim como sua mãe.

"Em minha experiência, algumas amizades florescem na adversidade, mas outras se dobram e se quebram com a tensão, como uma árvore na tempestade. As raízes permanecem debaixo da terra, como um lembrete daquilo que um dia foi tão alto, mas não é mais uma parte visível da paisagem de sua vida. De certa forma é triste, porque a árvore já não lhe traz alegrias diárias, com sua força, sua presença e sua beleza. Mas também não pode mais lançar sombras."

 É uma linda história de amor, mas não é a do tipo cor de rosa onde tudo dá certo e eles vivem felizes para sempre, é uma história mais real, onde os personagens erram, a vida os afasta.
 É muito sensível acompanhar tudo, vemos pessoas que se amam muito, mas que estão confusas e que por conta da correria do dia a dia acabam encontrando dificuldades no relacionamento.
 O livro traz uma mensagem maravilhosa sobre darmos valor para as coisas que parecem ser simples, porque nunca sabemos se não é a última vez que estaremos fazendo aquilo, por isso devemos tratar cada coisa como se fosse a última, assim daremos o devido valor.
 Além disso é um livro que aborda muito a questão de perdoar, algo que não é fácil, mas que devemos fazer, porque até mesmo as pessoas que mais amamos podem acabar errando com a gente.


 A diagramação é bem simples, não há muitos detalhes nas trocas de capítulos e os mesmos são relativamente curtos, além disso no meio dos capítulos narrados temos alguns textos de Molly que ela postava em seu blog.
 A leitura do livro é muito fluida, logo nas primeiras páginas o leitor vai se sentir envolvido e a presença de páginas amareladas facilita a leitura também.

"Enfim, agora me pergunto o que me assustava tanto, e percebo que eu não queria que ninguém olhasse para mim e pensasse que sabia como eu me sentia. Eu não queria que as pessoas fossem testemunhas das minhas emoções. Quanto menos as pessoas vissem, menos poderiam me machucar. Mas, fazendo isso, eu nunca deixava ninguém entrar. Eu mantinha todo mundo, até minha melhor amiga, a uma distância segura, sempre fechada no que dizia respeito às minhas emoções e aos meus sentimentos reais."

 "O primeiro último beijo" foi uma leitura realmente maravilhosa para mim, me senti envolvida com tudo o que estava acontecendo e me emocionei muito com todos os acontecimentos, além disso a mensagem que o livro traz é ótima e por isso eu super recomendo a leitura do livro para todos.

(livro recebido de parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Oi Larissa, eu adorei esse livro, especialmente por conta da narração e dos próprios personagens. Fico feliz que para você a leitura também tenha sido maravilhosa porque para mim foi também. É mesmo uma linda história de amor!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Essa capa é uma fofura que só. Eu estou louca para ler esse livro, a história me atrai bastante e pelo que você falou aqui, acho que vou gostar muito dessa leitura, espero gostar tanto quanto você. Capítulos mais curitinhos são bons porque agilizam a leitura e a gente nem percebe o quanto já leu.

    ResponderExcluir
  3. Oi La!
    Não cheguei a ler o livro, mas minha resenhista solicitou de parceria, e adorou, embora, diferente de você, ela tenha sentido que ficou faltando um Q em alguma parte da história e tenha dado só quatro estrela. Achei a história bem clichê confesso, e talvez em algum momento da vida eu dÊ uma chance, porque gosto de romances assim, mas no momento estou procurando algo mais reflexivo.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie, este foi um livro que me deixou no chão!!!! Me envolvi com a Molly e com o Ryan como eu não me envolvia com um casal literário a muito tempo. Torci, chorei, sofri e terminei o livro em lágrimas. mas acima de tudo o que mais gostei foi a escrita da autora, que foi capaz de contar uma história até comum, de uma forma tocante. Como você, também recomendo a letura para todos!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá! Ficou meio difícil conseguir ler toda a resenha pois aqui no meu computador (do lado direito da tela) corta uma parte (a barra de rolagem está toda no canto e continua cortando).
    Pelo que pude entender o livro parece ser deveras interessante! :3

    http://amadoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Larissa,
    É notável que o livro é incrível. Adorei o fato de a mensagem ser para darmos valor às pequenas coisas, isso é algo que busco sempre pregar.
    A única coisa que me faz ter receio de ler o livro é essa não cronologia dele 😕
    Amei sua resenha e já anotei a dica!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Eu tive a oportunidade de ler esse livro em abril, e gostei bastante da trama apresentada. Outro ponto que gostei também, foi como a autora contou a história, mesclando passado e presente, onde o leitor não imagina o que aconteceu no romance do calsa. Muito bom!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Ooi
    Uma colega me indicou o livro e desde a primeira resenha quer o ler. Esta na minha lista de desejos já tem um tempo e agora sua resenha reacendeu a chama haha subiu no ranking. Lerei em breve. Espero que eu também goste.
    Beijoos!
    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    No início eu fiquei um pouco confusa com a narração, mas, tirando isso, o livro é maravilhoso! Fiquei pasma com os acontecimentos, imaginei mil coisas que poderiam ter feito com que Ryan se afastasse da vida da Molly, mas não cheguei a pensar que o que aconteceu poderia acontecer. A autora me surpreendeu bastante, e me emocionou também. É um livro lindo ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!

    É ótimo poder se envolver com uma obra dessa maneira. Faz tempo que isso não acontece comigo.
    Já vi várias resenhas pipocando na timeline sobre o livro mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    Saber que ele não é um conto de fadas todo cor de rosa me conquista.
    Dica anotadinha!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Que bom saber que a história te conquistou já nas primeiras páginas, porque me apaixonei por esse livro à primeira vista e comprei o meu assim que foi lançado! É muito importante essa mensagem de darmos valor para as coisas simples, isso normalmente torna nossa vida muito mais feliz. Espero me envolver e me emocionar tanto quanto você quando tiver a oportunidade de ler!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  12. Oie! Eu nunca sou de me interessar por romances, mas acho a premissa desse livro muito bonita e tudo que o envolve. Essa é a segunda resenha super positiva que eu leio sobre esse livro e com certeza ele esta adicionado na minha lista de leituras. Espero me emocionar tanto como você!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  13. Olá linda,

    Li outra resenha desse livro e agora a sua e tenho certeza que esse livro é quase "Um Dia" da vida haha.
    Choro na certa e haja papel para conter tantas lágrimas com um final triste e corações quebrados, mas eu gosto de romances desse jeito haha.

    Já está na minha lista de Desejados hehe.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oie Tudo bom??
    Faz um tempo que eu namoro esse livro, adorei a capa e add na lista.. dai fiquei naquele será que leio?
    Mas lendo sua resenha, acho que vou gostar do livro sim. Uma linda historia de amor, onde nem tudo é perfeito. A vida testa constantemente o relacionamento dos dois.
    Acho que agora posso ler o livro sem medo!
    =)

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Estou louca para ler esse livro.
    O que mais chamou atenção na sua resenha foi a menção de que não é um livro cor de rosa. M<as sim um romance real, maduro, cheio de complicações e falhas e adoro esse tipo de livro.
    Sem falar que a capa está linda demais.
    Adorei a dica. Só fez aumentar minha vontade!
    Beijinhos
    Rizia

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Desconhecia a existencia deste livro, mas fiquei bastante curioso, ainda que nao seja muito apreciador do genero.. :)

    Bem, que otimo que achaste que a mensagem era importante (acho que é o objetivo de todos..), o livro te ter envolvido.. :) E a leitura ter sido fluida!! ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro mas achei interessante o plot. Apesar de não exatamente um dos gêneros que mais aprecio, fiquei curiosa. Achei o título bem curiosa, me chamou a atenção.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Tem intensidade no drama? Eu ainda não sei se quero ler ele! Gosto de romances dramáticos, confusos, nada perfeitos. Aqueles que fazem chorar mesmo! Então, a capa desse não remete a isso, e fico meia confusa se quero ou não ler!!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  19. Obs. Pensando melhor, a capa é fofinha mas lembra dos livros da Jojo que são um tanto dramáticos né?!!

    ResponderExcluir
  20. Oi Larissa, eu vi o lançamento desse livro e fiquei bem curiosa com ele, sua resenha me cativou mais ainda, agora vi que o livro fala sobre dar o devido valor para as pessoas e para as coisas, acho isso muito bacana e é uma mensagem linda que se passa para os leitores. Estou bem curiosa.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  21. Oi, Larissa! Tudo bem?
    Já tinha ouvido falar sobre o livro antes, mas não é uma leitura que me chama muito a atenção, pois não gosto muito de histórias de romance. Entretanto, admito que achei muito interessante essa questão que ele aborda sobre como a forma como os pais se relacionam pode afetar a vida de relacionamentos dos filhos. Eu mesma me vejo atingida dessa forma às vezes, e creio que seja também por causa da forma como meus pais se relacionam. Acho que eu me identificaria um pouco com esta questão no livro. Beijos! ^-^

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger