Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Aleatório: Eutanásia

 Oi, gente! Tudo bem? Esses dias eu vi uma história bem bonitinha e triste sobre a Eutanásia, dai decidi compartilhar aqui no blog com vocês. Vamos lá?
eutanásiasubstantivo feminino1. med ato de proporcionar morte sem sofrimento a um doente atingido por afecção incurável que produz dores intoleráveis.2. jur direito de matar ou morrer por tal razão.








 Por hoje é isso, pessoal! O que vocês acham sobre esse procedimento? Eu nunca passei por isso, mas imagino que deve ser muito triste mesmo e para o dono decidir fazer isso é porque o bichinho está sofrendo muito, porque nós humanos, somos muito apegados, né? Nunca queremos deixar nada ir embora, então na minha opinião tomar essa decisão é algo bem difícil.

*créditos na imagem

Beijos da Larii

Deixe um comentário:

  1. Vou compartilhar com você um dos momentos mais difíceis da minha vida... Ano passado a minha gatinha mais nova ficou doente. Do nada descobrimos que ela estava com câncer e uma gata que era gordinha e saudável, em poucas semanas estava magra e cansada demais. Foi horrível, em um mês ela mal conseguia andar para comer e tinhamos que dar comida na boca dela líquido porque ela não conseguia mastigar. Minha gatinha está morrendo. A veterinária nos disse para decidir, da mesma forma que na história, mas eu não queria que o fim dela fosse assim, queria que Deus a levasse na hora certa.Entretanto, minha vó não queria que ela sofresse e deu o prazo de uma semana. Um dia quando voltei da escola (exausta porque era ano de vestibular), esperei minha vó terminar de trabalhar e fui ver a gata e ela estava no chão sem vida. Foi a pior coisa que já aconteceu na minha vida. Mas sinceramente não me arrependo de ter deixado que a coisa viesse ao natural. Obrigada pela oportunidade de me deixar refletir sobre isso. E concordo com: "Nunca queremos deixar nada ir embora.".

    ResponderExcluir
  2. Que coisa mais linda! Bom, confesso que nunca me apeguei a um bichinho de estimação, talvez por nunca ter tido um e não ter contato com esse amor tão puro, sei como é difícil deixar o que amamos partir, pois a dor é terrível, mas Deus sempre nos dá forças. Um beijo pra vc!

    ResponderExcluir
  3. Nunca estive realmente próxima do procedimento, mas acredito que se for uma forma do animal parar de sofrer é o certo. Mesmo que para os donos possa doer muito, querer o bem faz parte de amar.

    ResponderExcluir
  4. Eu já tive que me separar uma vez de cadelinha fofa. E olha que ela nem era minha. foi bem triste. Não esqueço o quanto ela era inteligente. A mais inteligente e meiga que já vi. Mas acho que foi o melhor para ela, pois estava sofrendo muito.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. :'( Eu sei que todos tem que partir um dia, mas fazer isso com um bichinho ou com uma pessoa também, pra mim é crime. Ninguém pode decidir o que fazer com o ser vivo, cada um de nós inclusive nossos animais, tem o direito de viver.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei assim também quando a veterinária oferu eu essa idéia para minha vó pq minha gata teve câncer.

      Excluir
  6. Muito tocante os quadrinhos... <3 Ah, nem gosto de pensar quando minha gatinha se for... Ai meu core... ><
    Beijos, Min

    ResponderExcluir
  7. Oie... eu nunca tive um gatinho ou cachorro, mas sempre vejo o amor que os donos têm por seus animaizinhos. Também nunca passei pelo caso eutanasia, mas imagino o quanto deve ser difícil. O que tive, dois anos atrás, foi um porquinho da Índia. Eu amava ele, mas um dia cheguei da escola e ele não estava mais em sua casinha. Fiquei chorando por uns três dias e, mesmo depois disso, sempre choro quando lembro daquele dia. Os quadrinhos são lindos e emocionantes. Amei sua ideia de compartilhá-los no seu blog. ♥

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  8. Tive uma cadela pastor-alemao que de chamava Kate. Ela teve câncer aos cinco anos eno ver falou em eutanásia... Infelizmente era necessário pq tentamos de tudo mas ela sofria mto e por mais amor q eu tivesse por ela, só queria parar de olhar aqueles olhinhos que tanp me alegravam pedindo pra q eu parasse a dor... No dia q ela seria eutanasiada, fui no quintal ve-la, estava quietinha... Ela ainda tava viva, mas qnd entrei em casa e voltei meia hora depois, minha Katinha tinha partido, o vet não precisou realizar o procedimento... Foi pq chegou k momento, mas se não tivesse sido assim, teríamos realizado a eutanásia, acho egoísmo dixar o animal sofrendo qnd se tem certeza q não há mais jeit... Se tiver um chance em um.milhão,me agarro a ela, mas protelar o sofrimento do animal pq não quer se despedir... Sla... DOI mto nele... Eu sou a favor de eutanásia com humanos TB, em casos q o paciente pede pra morrer, de ser pq a dor ta insuportável... Câncer principalmente, é uma das doenças mais infelizes... Enfim... :'(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser pq* o corretor do celular é lasca, perdão pelos erros mas acho que deu pra entender o comentário

      Excluir
    2. Deve ser pq* o corretor do celular é lasca, perdão pelos erros mas acho que deu pra entender o comentário

      Excluir
    3. Olá, Maria Valéria.
      Deu para entender sim kkkk Corretor de celular é complicado mesmo.
      Bom, como falei nunca tive que pensar na eutanásia, mas tenho uma opinião parecida com a sua, eu sofreria muito com a ideia de submeter um bichinho meu a esse procedimento, mas seria egoísmo meu ficando alongando o sofrimento dele, né? :c E sobre pessoas, é bem mais polêmico, né? Mas também acredito que a pessoa deve ter o direito de escolher isso, afinal só ela sabe o quanto está sofrendo.

      Beijos:*

      Excluir
  9. Os quadrinhos passaram uma mensagem bem tocante, eu já tive a tristeza de perder um bichinho muito querido. Eu tinha um coelhinho que adquiriu uma doença neurológica e foi definhando aos poucos, era agoniante ver seu sofrimento, mesmo assim, quando eu perguntei ao veterinário sobre a possibilidade de eutanásia ele quase voou no meu pescoço. Na verdade ele queria que eu continuasse a medicar o coitado do bichinho, mas o que ele não enxergava era que o próprio bichinho já tinha perdido as esperanças e sua vitalidade. Não era ele que passava o dia todo vendo seu animalzinho morrendo aos poucos, com todos os músculos atrofiando, ele não saia mais do lugar, tinha dificuldade de respirar, não sei, mas para mim aquilo era uma tortura...sua morte foi uma tristeza tremenda, mas ao mesmo tempo foi reconfortante, pois eu sabia que aquilo era o melhor para meu amigo. E aquele veterinário, estou certa de que ele só pensava era no dinheiro...socando medicamento no pobre coitado.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  10. Nunca passei por isso e espero nunca passar. Perder um bichinho é terrível, especialmente quando ele é parte de uma família. Entendo quem toma essa opção quando é pra encurtar sofrimento, mas a possibilidade de eutanásia existir também permite gente idiota que mata animais saudáveis por não querer mais... é complicado... E pra mim, infelizmente essa tirinha não ajuda não...

    ResponderExcluir
  11. Eu não sei dizer por experiência própria, porque nunca tive um cachorro, e os dois gatos que eu tive, o cachorro do vizinho comeu. :'( Mas é realmente difícil saber o que fazer nesse momento, quando se trata de animais. Nos apegamos com muita facilidade, e por mais que todos digam que eles não são humanos, o amor não faz essa diferença, é tudo amor, não importa a raça. Fico dividida entre abater o animal ou esperar até ele morrer por conta própria, não sei mesmo o que dizer.

    Mas em relação a pessoas, não seria capaz de fazer tal procedimento seguir em frente, porque é uma vida, e Deus pode muito bem fazer um milagre. Quando alguém ainda está vivo, é pela permissão dEle, então, quem somos nós para interferirmos nos planos do Senhor?

    A tirinha é muito fofa e sentimental, amei. ♥
    Bjs
    Te convido a me visitar, também! ♥
    • Sentido Literário •

    ResponderExcluir

  12. Eu penso que, se o bichinho não tem chances de sobreviver e que além disso está sofrendo muito... acredito que optar por tal procedimento acaba se tornando um alívio, mas claro que é muito doloroso tal perda.
    Mas também acredito que não interferir e deixar as coisas acontecerem em seu tempo, também é certo... é tudo questão de perspectiva.


    Na verdade, acho que não se deve julgar. Porque os donos em uma situação assim, com certeza vão saber o que é melhor ou não para seu bichinho de estimação.

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, primeiramente essas historias me matam, eu acho um procedimento valido em casos serio onde o animal de estimação esta com um casso inremediável e sente muita dor e não apenas porque a pessoa não quer se dispor a cuidar dele por estar doente ou ser arteiro e sim existes pessoas que recorrer a esse procedimento sem necessidade mesmo =/

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  14. Eu nunca decidi essas coisas sobre dar um prazo para a vida de algum animal meu, mas já vivi situações que pessoas de má coração decidiram isso e tiraram os meus animais tão especiais... :(

    Abraços & até!!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Eu acho que nunca passei por uma situação assim com um animal de estimação principalmente porque eu só fui ter um recentemente, mas eu não consigo pensar em vê-lo sofrer seja por qual motivo for.

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá; se despedir de um animalzinho de estimação é um processo muito doloroso, ainda mais em circunstâncias assim, acho que só vivendo essa situação para compreendê-la.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá Lárissa, sobre esse assunto eu fico tensa só de pensar, a ilustração ameniza a situação. Porém é uma decisão difícil para o tutor do animalzinho, eu tenho uma doguinha e espero que ela não passe por isso, mas se ele estiver sofrendo muito a eutanásia ameniza o sofrimento.

    ResponderExcluir
  18. Oie, tudo bem? Confesso que hoje tenho somente um peixinho de estimação, mas quando era criança tive cachorrinhos, gatos, coelhos, realmente nos apegamos a eles. Com relação a eutanásia é complicado ter uma opinião formada, depende das condições em que o animalzinho estiver. Hoje eu penso que deixaria morrer naturalmente. Se fosse um ser humano e pedisse para desligar os equipamentos, não sei o que faria. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  19. eu acho complicado esse assunto! depende muito da situação do animal, e se está sofrendo e etc. Pois fazer eutanásia só pela dificuldade de cuidar de um animal deficiente, eu acho errado!!

    até mais,
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Larissa, sua linda, tudo be,
    Essa é uma pergunta muito difícil, um assunto muito doloroso, sinceramente não sei o que pensar. Existem tantas coisas envolvidas, ninguém gosta de ver aquele que amamos sofrer e se sentir impotente. Mas não sei.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie
    que quadrinhos lindos e triste, eu adorei a história e realmente é um tema bem complicado, belo post

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Ano passado perdi minha cachorra, ela teve a mesma doença do cachorrinho na imagem, pensamos na eutanásia mas nao tive coragem...

    ResponderExcluir
  23. Ah, cara, confesso que quando vc falou que o post era sobre eutanasia em animais eu nem li. Não sei se sou a favor disso. Eles são tão inocentes e confiam na gente tão cegamente que acho que Eutanasia é como trair a confiança dos nossos bichinhos. Nem quero pensar no dia que o meu se for

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger