Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: O que há de estranho em mim


 Esse é o terceiro livro que eu leio da autora e novamente não foi um livro que me conquistou completamente, mas também é um outro livro que aborda um tema muito interessante  e que por isso vale a pena conhecer.



 Em "O que há de estranho em mim" conhecemos Brit, uma garota que toca em uma banda e que tem uma aparência meio rebelde, sua mãe fugiu quando ela era mais nova e agora ela tem uma madrasta terrível.
 Por conta de tudo o que passou com a mãe de Brit, o pai dela decide que irá interná-la em uma clínica para jovens garotas, lá ele acredita que todos os problemas de Brit serão tratados, mas a clínica não é nada como ele e os outros pais pensam.
 Brit se vê jogada em um lugar estranho, com pessoas estranhas e sem entender o motivo de ter ido parar ali, afinal, ela não é uma garota rebelde e não tem nenhum problema, mas seu pai achava que sim.


 "- É que a gente acha que a loucura e a sanidade ficam em lados opostos de um oceano, mas na verdade não passam de duas ilhas vizinhas."

 Então com o tempo Brit começa a fazer algumas amizades e com isso o leitor vai conhecendo a história das outras garotas também, e por causa da amizade delas, as meninas encontram algo para alegrá-las nesse lugar tão horrível.
 A Red Rock é uma clínica que usa métodos completamente errados para tratar das garotas, eles a obrigam a xingar umas as outras, colocam as garotas em solitárias, a forçam a fazer exercícios físicos embaixo de um sol torturante, entre outras coisas. 
 E o interessante de o livro falar sobre isso é a questão de que realmente existe clínicas assim, lugares onde os pais ou familiares internam seus entes queridos em busca de ajuda e na verdade o que acontece é que as pessoas são mal tratadas lá.
 E novamente a autora foi ótima ao escrever uma história sobre algo que existe, ao final do livro ela nos conta sobre uma matéria que fez sobre o assunto.



 A Brit é uma personagem determinada e forte, mas novamente não consegui me sentir realmente conquistada pela protagonista de um livro da Gayle, mas de todas as personagens que eu conheci da autora, essa é a que gostei mais, pois mesmo em uma situação muito difícil, ela não se faz de coitadinha.
 As outras personagens são bacanas também, embora o foco seja a história de Brit, também conhecemos um pouco sobre a das outras personagens e com o decorrer da história vamos entendendo qual o "problema" delas.
 Algo muito bonito é a amizade delas, todas estavam passando por momentos difíceis e encontraram umas nas outras um apoio para toda a dor e tristeza, juntas elas conseguiam esquecer um pouco de toda a crueldade do lugar.



 O que chamou a minha atenção nesse livro foi o título, confesso que só por causa dele que li o livro e que li o mesmo sem saber praticamente nada da história, mas valeu a pena julgar esse livro pelo título, título esse que combina muito bem com a história.
 A capa do livro está linda, dá a ideia de uma clínica mesmo e vemos uma garota perdida e triste, como a protagonista da história.
 Por dentro o livro está bem simples, como é de se esperar da editora, não há detalhes na troca de capítulos e nem na paginação, mas a diagramação está muito agradável, com fonte em um bom tamanho e folhas amareladas.
 A leitura do livro é bem fluida, o leitor fica curioso para saber qual o motivo das garotas estarem ali, como elas irão subir de nível (pois é, tem essa de subir de nível a cada vez que age de forma correta) entre outras coisas, então o mesmo se vê envolvido com a história.

"- É isso que a gente pode fazer, Brit. Um passo de cada vez. Quando a gente menos espera, chegou a algum lugar."

 "O que há de estranho em mim" é um livro interessante que nos traz uma história diferente e bem construída, há sim alguns pontos que não me conquistaram tanto quanto poderiam, mas ainda sim é um livro bacana que eu recomendo.

(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Eu só li "Eu Estive Aqui" dela e esse livro me conquistou totalmente.
    Não sei se isso aconteceria com outros livros dela. Mas achei essa estória super bem contada, de uma maneira muito sensível.

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Larissa, sua linda, tudo bem
    Eu gosto muito dessa capa, essa imagem consegue me transmitir o sofrimento da personagem. Um absurdo o pai interná-la. E pior ainda, e chocante, foi saber o tratamento que a clínica dá e que ele é verdadeiro. Acho importante os autores usarem seus livros para denunciar situações como essa.Que pena que você não gostou muito da personagem. Mesmo assim, aprece uma boa leitura. Gostei da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Larissa, olha, eu estava muito curiosa com esse livro A sua resenha é a primeira que vejo e percebo que a história é bem intensa mesmo. Novamente, a autora consegue dar um ar de realidade incrível né? isso, imagino ao ler a resenha. Acredito que também vou encontrar alguns pontos que não me agradem tanto mas que no geral o livro vai ser uma ótima experiência. Pretendo ler esse ano ainda.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lari, tudo bom? não conhecia o livro, e o que é essa capa bafonica? To apaixonada por ela, af, tenho tantas leituras atrasadas mas quero esse livro como lidar? haha. Resenha perfeita, aguçou ainda mais minha vontade.
    Um xêro.
    Lydi - http://vinteeumaprimavera.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olha eu adoro a escrita da Gayle Forman e sinceramente estava querendo comprar esse livro dela, mas tenho receio de ser muito forte sabe? Não sei, mas estou vendo várias resenhas e pensando se eu compro ou não. Gostei de tudo que você disse e percebi que a estória é bem tensa por conta do lugar que a personagem fica. Mas espero ter a chance de ler se não for o caso de ser algo que me impressione mto, porque sinceramente não gosto desses livros que mexem com o psicologico da gente =/

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-os-segredos-de-emma-corrigan.html

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Eu me perdi da autora no primeiro livro da série, não consigo me cativar com a escrita dela, mesmo que fale de temas polêmicos e importantes, não sei, acho tudo muito vago.
    Mas a temática desse livro é bem interessante, uma clínica pra tentar consertar a pessoa, usando de métodos bem 'medievais'.
    Espero que a autora tenha conseguido passar alguma mensagem e ensinamento com a escrita desse livro, mas infelizmente não é algo que eu leria :(

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Larissa,
    A minha relação com a autora não é muito boa. Odiei Se eu Ficar e adorei Eu Estive Aqui, por conta disso, havia decidido não ler O que há de estranho em mim. Queria guardar na memória a última sensação, mas, então, li uma resenha elogiando muito a trama e fiquei curiosa.
    Agora leio a sua que não elogia tanto e desanimo um pouco.
    Acho que devo ler o livro para tirar minhas próprias conclusões.
    Gostei muito da sua opinião e vou tirar a minha.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Gosto da Gayle porque ela aborda temas que muitos outros autores não falam sobre, e também porque acho a escrita dela maravilhosa. Mas é uma pena que bastante gente não curta, faz parte, né?! Eu ainda não li esse livro, mas estou bastante curiosa para conhecer, a premissa me parece ser muito interessante. É uma pena que o livro não tenha te conquistado totalmente :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2016/01/nova-parceria-philippe-alencar.html

    ResponderExcluir
  9. Hello :)

    Já é a segunda resenha desse livro que eu leio, e apesar de não ter lido nada da autora, estou com muita vontade de ler este por causa do tema abordado. Parabéns pela resenha.

    Beijinhos e que a Força esteja com você.
    www.catinhocult.com
    www.galerageek.com.br

    ResponderExcluir
  10. O título de fato, pelo que vi na sua resenha, é o que se espera mesmo da história... e o que é a história. Hoje em dia livros de garotas "rebeldes" que os pais levam para algum "internato" e ficam se questionando o que se passa com elas não vem me agradando muito, então, apesar da resenha ser boa, não me interessei por ele. Nunca li nada da autora...
    -Mari

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não li nada da autora, mas fico com muita vontade por conta dos elogios dos leitores. O que mais me chamou atenção foi O Que Há de Estranho em Mim. E que pena que a personagem não te conquistou completamente né? Odeio quando isso acontece.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  12. Oiie,

    Você acredita que tenho 2 livros da autora e ainda não li? rs Mas vejo tantos comentários sobre a escrita dela que tenho que ler logo. Sei que ela fala de assuntos que poucos autores falam e isso é bem interessante. Que pena que ele não te conquistou muito. :/

    Bjs

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  13. Olá... tudo bem??
    Nossa jamais imaginei esse enredo para o livro... quando vi o lançamento não me senti cativada, então bem li a sinopse... mas lendo sua descrição da resenha percebi o quanto me enganei e curti demais a premissa... parece uma história interessante e cheia de conflitos... claro que quero conhecer. Achei a escrita envolvente e parece que temos detalhes de alguns acontecimentos, bem do jeito que gosto, então dica anotada... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Eu fiquei bem curiosa com a história por causa da sinopse e porque sempre vejo pessoas falando bem da Gayle. Apesar de você não ter gostado tanto do livro e não ter se apegado a personagem, eu ainda continuo curiosa e pretendo ler.
    Um beijo,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  15. Olá Larissa!
    Eu gostei da sua sinceridade... esse é o único livro da autora que eu vi ee me senti bem atraída até. O fato de a clínica não contribuir para o bom convívio entre as meninas e mesmo assim las se unirem para se consolarem e melhorarem é muito bonito! Brit parece mesmo ser forte, embora esteja passando por tantos problemas, ela consegue persistir. Fico curiosa pra saber o final, o que vai dar..
    bjsss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger