Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Fuja, Coelhinho, Fuja.

Fuja, coelhinho, fujaTítulo: Fuja, Coelhinho, Fuja.
Autora: Barbara Mitchelhill
Gênero: Literatura Juvenil
Editora: Biruta
Páginas: 236

Sinopse: Quando o pai de Lizzie recusa-se a lutar na Segunda Guerra Mundial, a polícia vem à sua procura. Para continuarem juntos, Lizzie e seu irmão Freddie acompanham o pai e refugiam-se em uma idílica comunidade chamada Whiteway. Porém, a estadia não dura muito tempo, e a família se vê obrigada a fugir novamente. O inverno rigoroso é apenas um dos obstáculos que tornarão a jornada cada vez mais difícil, e a chance de permanecerem unidos ainda mais distante.





 Esse é um livro que eu estava extremamente animada para ler, tanto que minhas expectativas estavam lá no alto e confesso que o livro não foi bem o que eu esperava, mas é um livro incrível e muito bonito, por isso eu fiquei muito satisfeita em ter lido e espero que um dia muitas outras pessoas leiam, porque é o tipo de leitura sensível que toca realmente o leitor.


 Em "Fuja, Coelhinho, Fuja" iremos conhecer Lizzie, uma garotinha que vivia sua vida como qualquer outra garota, até que a loja de sua mãe é bombardeada por causa da Segunda Guerra Mundial, então seu pai se recusa a lutar na guerra, pois não queria deixar Lizzie e o irmão dela sozinhos, além disso ele não é a favor de violência e guerra, pois isso só traz tristeza e não é a melhor forma de resolver nada.
 No entanto, o governo não quer saber se o pai de Lizzie é contra ou a favor, eles estão mandando ele lutar na guerra e se ele se recusar irá ser preso, como ele não quer lutar, resta fugir da polícia e viver como um fugitivo contando com a sorte de nunca ser encontrado.
 Então a família foge, eles vão para Whiteway, uma comunidade distante, onde não há leis e tudo está indo bem, eles estão felizes e sendo bem tratados, mas a polícia descobre o paradeiro deles e então eles são obrigados a fugir novamente.
 Depois disso eles vão procurar outro lugar, encaram o inverno e sofrem muito para conseguir um lugar, mas o que importa é eles estarem juntos e unidos, só que cada vez parece mais difícil ser assim.

"Fuja, coelhinho, fuja, coelhinho, fuja, fuja, fuja.
Fuja, coelhinho, fuja, coelhinho, fuja, fuja, fuja.

BANGUE, BANGUE,

BANGUE, BANGUE

faz a espingarda do fazendeiro.

Fuja, coelhinho, fuja, coelhinho, fuja, fuja, fuja.

Fuja, coelhinho, fuja, coelhinho, fuja, fuja, fuja.

Não dê essa alegria ao fazendeiro, não, não, não.

Ele vai passar muito bem sem sua torta de coelho.

Então fuja, coelhinho, fuja, coelhinho, fuja, fuja, fuja."


*Título original: "Run, rabbit, run", música escrita por Noel Gay, muito popular durante a II Guerra Mundial.*

 Eu esperava uma história muito dolorosa que iria me fazer chorar muito, mas não é assim, é uma história linda e sensível, que emociona em várias partes e que é bem triste, mas a forma como a autora nos apresenta a história é muito leve, não há aquele drama excessivo.
 Só do livro abordar a Segunda Guerra Mundial ele já se torna interessante, pois esse é um período muito difícil e triste, mas que é realmente muito importante e que geralmente possui histórias lindas.
 A guerra é algo que destrói famílias e ler sobre isso é doloroso, porque vemos pessoas lutando para sobreviver e serem felizes, pessoas que não possuem direito de escolha e que precisam contar com a boa vontade de outras para se manterem vivas.
 Durante uma guerra as pessoas se tornam mais mesquinhas ainda, com essa história vemos o quanto quem tem poder gosta de aproveitar dos menos afortunados, mas também vemos que mesmo em um período difícil é possível encontrar pessoas de bons corações.


 O livro é narrado por Lizzie, ela é apenas uma garotinha, mas é muito forte e passa por momentos difíceis sempre sendo corajosa, ela possui uma fé incrível e está do lado do seu pai independente do que aconteça.
 Também conhecemos Freddie, o irmãozinho de Lizzie, ele é ainda mais pequeno que ela e embora seja apenas uma criança, também é um personagem muito forte que passa por situações triste e difíceis da guerra sem perder o sorriso.
 E não podemos esquecer do pai de Lizzie, um homem determinado que possui suas próprias opiniões e luta pelo o que acredita, além disso é um ótimo pai que busca fazer o melhor pelos filhos sempre.
 E também temos ótimos personagens secundários que são importantes para a história, personagens bons e ruins, que ajudaram ou atrapalharam a vida da família de Lizzie, mas ao todo são personagens bem humanos e reais.

"Quando eu durmo à noite, às vezes penso sobre a guerra e sobre quem é valente, ou covarde. Acho que uma pessoa tem de ser muito valente para afirmar diante de todo mundo aquilo em que acredita. Não são somente os soldados que são valentes. As pessoas que eles deixam em casa também são, porque têm de viver com racionamento e suportar ataques aéreos, além de serem separadas de suas famílias."

 Esse é um livro muito bonito que possui uma história muito emocionante e que nos faz parar por um momento e ficar perdidos com nossos pensamentos e é por isso que é difícil falar sobre, porque é aquele tipo de livro que para você saber o quanto é incrível é só lendo mesmo, porque nenhuma palavra parece descrever o quanto a história é bem construída.
 Eu estava realmente muito animada para ler esse livro e ao concluir a leitura me senti extremamente feliz por ter tido a oportunidade de conhecer a história de Lizzie, pois a mesma é muito bonita mesmo e me fez refletir bastante.
 Algo bacana é que temos notas da autora no final, lugar onde ela nos conta que a história foi baseada em fatos reais e conta para os leitores sobre várias coisas que estão na história e que existem mesmo.


 O trabalho gráfico está simplesmente maravilhoso, começando pela capa que é extraordinária, a mesma chama atenção por ser tão bonita e esse coelhinho saltando é a coisa mais fofa.
 Por dentro o livro também está incrível, ele possui várias ilustrações muito bem feitas e bonitas, e o tamanho da fonte do texto está agradável, a única coisa que pode ser vista como um ponto negativo é o fato das folhas serem brancas.
 Ao todo esse livro me proporcionou uma leitura muito agradável e emocionante, não é o tipo de história que vai te fazer chorar horrores, mas é uma história sensível que vai tocar no seu coração profundamente.


PS: A resenha ficou recheada de fotos porque eu precisava mostrar esse lindo trabalho gráfico para vocês.
(livro recebido em parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Oii, como vai?
    Este é um livro que está na minha lista um tempo já e quero muitoooo comprá-lo, adoro seu enredo e a sua história,e tenho um amor enorme pela editora <3 sempre me surpreende.
    Beijos
    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Gente, o trabalho grafico desse livro é sensacional, só por essa capa linda eu super leria. Fiquei encantada. Gosto de histórias que se passam na segunda guerra e sou bem chorona, mas como você disse que ele é mais leve pode ser que eu não curta tanto, por que sou dessas que gosta de se debulhar em lagrimas. AHAHA

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
  3. Primeiro, amei a capa, segundo a história do livro super me cativou. Gosto de histórias sensíveis.
    Pelo menos suas expectativas foram trocadas por algo bom né?

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Ei Larissa,
    Essa edição esta linda e só por isso eu já queria.
    Amo histórias que acontecem durante a segunda guerra, para ser sincera nunca li ou assisti algo que fosse com essa pegada. Já esta na minha lista... adorei!

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  5. Ola. Que livro mais fofooo. Adorei toda a diagramação dele, a capa é linda e a premissa é ótima. Gostei bastante dele, so achei o nome estranho quando vi o titulo haha

    Beijão da Lari
    brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Esse arece ser um livro realmente emocionante. Se eu fosse lê-lo, iria precisar de uma pilha de romances de banca pra ler depois pro meu coração voltar ao normal hahah
    E é muito lindo, amei as fotos.
    Beijos <3
    http://www.intuicaoliteraria.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Concordo que você não poderia nos privar desse lindo trabalho gráfico, gente, estou aqui babando, perfeito! Adoro quando você traz livros tão bacanas assim :D

    ResponderExcluir
  8. Meu Deus, que livro lindo! Eu não sabia da existência dele, mas já estou encantada e não vejo a hora de ter a obra em minhas mãos. Adorei!

    ResponderExcluir
  9. Gente, esse foi um dos livros mais lindos que eu li dessa Editora, entrou para a minha lista de favoritos e é uma leitura que eu recomendo pra todo mundo. Os personagens são emocionantes, muito bem desenvolvidos.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Que edição linda! Não conhecia mas já quero ler imediatamente! Ele parece ser tão lindo quanto pesado, mas adoro o tema.

    ResponderExcluir
  11. confesso que se não lesse a resenha, pela capa eu não saberia que se tratava de uma história durante a segunda guerra... achei a diagramação linda e leria com certeza essa obra...

    interessante saber que foi baseada em fatos reais, me deixou ainda mais curiosa pra fazer a leitura...
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?!

    Ja li uma resenha desse livro e fiquei bem curiosa pra ler a obra! Mas é sempre bom ler outras opiniões sobre o mesmo livro. Eu iria pegar essa obra com as expectativas lá nas alturas também... Bom saber que não há esse drama excessivo. Isso me anima mais ainda =)

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  13. Olá Larissa, o livro além de ter uma diagramação linda parece ter um historia bem sensível mesmo com personagens bem desenvolvidos *--* Adorei a sua resenha e já anotei a dica para assim que possível lê-lo *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  14. Que coisa mais linda! Adorei conhecer essa obra, flor. Eu não sabia sobre ela e achei muito interessante, porque parece ser o tipo de leitura capaz de sensibilizar o leitor. Sendo narrado por uma garotinha, tenho certeza de que pode ser lido por crianças também - o que recomendo, com certeza. Anotei a dica!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Esse livro é um presente para quem lê, é um livro que vai permanecer com você. Esse livro é daquele tipo que vai ajudar a moldar a sua consciência, onde você vai querer se inspirar para a vida. Apesar da narração ser feita por uma criança de onze anos durante a segunda guerra mundial o livro esbanja inocência, esperança, coragem e lealdade. Em uma guerra você sempre vai se deparar com escolhas difíceis, muitas vezes você pode fraquejar, contudo se manter firme em suas crenças é o caminho mais complicado de se seguir. Aceitar as consequências por elas também. Esse livro me ensinou muito, e eu agradeço por isso. Me ensinou sobre escolhas e como elas nos moldam, sobre a aceitação delas e sobre ter a coragem de continuar, em tempo difíceis, com essas mesmas escolhas. ❤

    ResponderExcluir
  16. Ola! Realmente, que livro lindo, estou apaixonada pelo design, parabéns pelas fotos!
    Adoro histórias sobre a segunda guerra e como essa é do ponto de vista infantil me deixou bastante curiosa!
    beijos!

    http://www.deixaela.com/

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Quec linda a capa e a diagramação desse livro, fiquei curiosa para ler.
    Amei o post, parabéns.
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Larissa, estou impressionada com a diagramação desse livro parece que ficou realmente muito linda e caso com a historia, também gostei bastante do fato de você comentar que o livro passasse na segunda quera mundial e que é a historia de uma família tentando ficar unida.

    Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  19. Oie, tudo bom?
    É até redundante falar de diagramação da Biruta porque eles são ótimos nisso. Eu vou ler esse livro agora através de um BT organizado pela editora e estou bem animada. Gosto de narrativas ambientadas na segunda guerra, mesmo que elas sejam carregadas de fortes sentimentos. Bom saber que a trama é contada de forma mais leve.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Hoje mesmo vi esse livro no face. Fiquei interessada, depois que vi que era sobre a segunda guerra.
    menina, fui até procurar a música que foi citada rsrssr Parecem aquelas músicas de desenho da Disney né kkkk
    A editora Biruta é excepcional! Trazem cultura e educação para as crianças com livros muito agradáveis.
    Beijos!

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger