Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Centelha

Centelha_livro_2Título: Centelha
Autora: Amy Kathleen Ryan
Trilogia: Em busca de um novo mundo - Vol.2
Gênero: Romance / Ficção Cientifica
Editora: Geração Jovem
Páginas: 376

Sinopse: Após uma fuga desesperada da nave inimiga, Waverly e as outras meninas sequestradas conseguiram voltar para a Empyrean. Mas o clima por ali não poderia estar pior. Kieran, o menino gentil e sonhador que Waverly amava, assumiu o posto de capitão e passou a agir como um tirano de sangue-frio, deixando a Empyrean sob uma tensão sinistra. Seth Ardvale, líder brilhante e arqui-inimigo de Kieran, foi trancafiado na prisão, sem julgamento. As crianças prodígios que mantêm a nave funcionando estão revoltadas com o autoritarismo do líder. Para completar, uma explosão faz soar o alarme de mais uma ameaça. Eles não estão sozinhos. A tripulação aterrorizada terá que lidar com um inimigo pior do que a New Horizon, ou o delírio de Kieran. Seth descobre um passageiro clandestino na nave, que se move silenciosamente, deixando rastros de sangue por onde passa. O criminoso quer vingança. E só Waverly é a chave para entender seu ódio e impedir que ele detone sua bomba-relógio.


Essa resenha contém spoilers do primeiro volume
Resenha: Brilho Vol.1

 Esse é o segundo volume da trilogia "Em busca de um novo mundo" e eu pensava que a autora não iria conseguir escrever algo tão bom e empolgante quando o primeiro volume, mas felizmente eu estava muito errada, a autora conseguiu escrever uma continuação incrível que ficou ainda melhor que o primeiro volume.


 Nesse volume vamos acompanhar várias desavenças entre os personagens da nave Empyrean, a de Waverly e Kieran, sendo que a maior desavença será entre os dois, pois assim que voltou da outra nave Waverly notou que Kieran mudou muito, ele está se tornando alguém diferente e toda vez que ela o olha lembra da comandante da outra nave, a mulher que ela quer matar.
 Kieran percebeu que as pessoas da sua nave estavam perdendo a esperança de viver, por isso ele decidiu que iria fazer uma cerimônia todo dia, onde iria dar sermões e falar sobre os planos de Deus, pois assim ele conseguiria animar seus colegas de nave e isso realmente aconteceu, mas as coisas meio que saíram do controle, Kieran começou a se tornar muito autoritário.
 Seth é amigo de Waverly e quando ela volta descobre que ele foi trancafiado na prisão sem nem ao menos ter um julgamento justo, mas um dia uma explosão acontece e Seth se vê livre, mas ele sabe que se Kieran o encontrar irá trancá-lo novamente, então ele precisa se manter escondido.
 Só que enquanto se mantém escondido Seth vai descobrindo várias coisas e entre elas descobre que há um criminoso na nave e que ele está tramando algo muito perigoso, mas ninguém o escuta e para ajudar Kieran ainda diz que Seth e o criminoso estão trabalhando juntos.
 Agora é preciso capturar esse criminoso antes que ele destrua a nave e coloque a vida de todos que estão nela em perigo, mas acontece que ele é um cara esperto e para encontrá-lo não será tão fácil assim.

"Quase todos os homens podem suportar a adversidade, mas se você quiser testar o caráter de um homem, dê-lhe poder."
- Abraham Lincoln

 É interessante ver o quanto os personagens mudaram nesse volume, eles passaram por momentos difíceis e isso os deixou diferente e até mesmo despertou o pior deles, o que é compreensível, pois eles não passam de adolescentes que se depararam com algo terrível de uma hora para a outra.
 Waverly se tornou mais fria e distante, ela não consegue aceitar bem o fato de que não foi bem sucedida em seu plano para trazer os adultos de volta e para ajudar todos ao seu redor a julgam por isso, sendo que ela deu o melhor de si.
 Kieran quer ser um bom líder e tem medo de outra vez ser apunhalado pelas costas e deixado de lado sofrendo, mas esse medo dele acaba tornando-o uma pessoa que não aceita opiniões dos outros e muito menos que sejam contra ele.
 Seth é alguém que agiu errado por causa do impulso e do sofrimento, mas agora que está sozinho vê o quanto errou e ele mudou, mas para melhor, agora ele só quer ajudar, só que não vê como pode fazer isso.
 Além deles temos os outros personagens, vários estão muito descontentes com o trabalho de Kieran, pois viram o quanto ele se tornou diferente, pois meio que o poder lhe subiu a cabeça.


 Em "Centelha" continuamos tendo uma história extremamente empolgante que presenteia o leitor com vários acontecimentos eletrizantes e surpreendentes, os personagens mudaram, mas continuam sendo cativantes e tomam atitudes compreensíveis e interessantes.
 É tudo muito bem bolado, o que antes não tinha sido explicado vai sendo explicado agora e as peças da história vão se encaixando cada vez mais, além disso há ainda mais problemas para os personagens resolverem além dos que eles já tinham, o que deixa o leitor apreensivo e curioso para saber como tudo termina.
 Mas como não é o livro final então o leitor ainda vai ter algumas dúvidas e não vai ter um final fechadinho, só que outra vez a autora termina o livro de uma forma que deixa o leitor doido pela continuação, a mesma sabe como bolar um final satisfatório e empolgante, ao mesmo tempo que ele é aberto.

"Quando um marido é capaz de matar a própria esposa, a gente sabe que o amor é apenas um conto de fadas."

 Nesse livro questionamos ainda mais a religião, pois vemos o quanto ela salva as pessoas, mas ao mesmo tempo ela condena outras, é algo muito complexo que tem vários lados, sendo que é para ser algo bom, mas que as pessoas distorcem e usam para manipular e obter o que elas querem.
 A religião é um tema difícil para ser abordado em um livro, pois muitas vezes os autores acabam não sabendo a melhor forma de transmitir o que querem e isso acaba gerando reações que não eram esperadas, pois há grande chance do leitor entender completamente o contrário do que o autor quis falar quando o mesmo não soube usar muito bem as palavras.
 Mas aqui, nesse livro, não tem isso, a autora construiu uma bela trama envolvendo a religião, algo que faz o leitor refletir bastante sobre tudo e não que faz com que ele se sinta ofendido.


 A diagramação do livro continua ótima e muito bonita assim como o primeiro volume, mas nesse não há mais aquele monte de glitter na capa, o que a torna menos chamativa, mas não menos bonita, pois continua linda e é bacana essa semelhança entre a capa do primeiro e do segundo volume.
 Por dentro é a mesma coisa, as folhas são amareladas e o tamanho da fonte está bom para leitura, sendo que não há muitos detalhes nas trocas de capítulos, já nas trocas de partes há as folhas pretas e as citações.
 Nesse volume a leitura continua extremamente fluida, desde o começo do livro a história prende, a autora conseguiu dar uma continuação muito satisfatória que deixa o leitor ainda mais empolgado, então as páginas passam num piscar de olhos também.


 "Centelha" conseguiu ser tão bom quanto "Brilho", o que é incrível, pois geralmente os autores se perdem nas continuações, o que torna tudo menos empolgante e até mesmo tedioso, mas Amy conseguiu manter os dois volumes no mesmo nível, ambos são incríveis e possuem tramas bem construídas.
 Enfim, essa é uma história que eu demorei para conhecer e que me arrependo por isso, pois é realmente algo muito bacana e por isso eu recomendo que vocês leiam logo, pois há grandes chances de vocês serem tão conquistados quanto eu fui.

(livro recebido de parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Nossa que livro maravilhoso <3 tenho que começar a acompanhar essa serie gente, adorei e AMEI A RESENHA PARABÉNS <3

    ResponderExcluir
  2. Olá :) Adorei a resenha! *-* Nunca li esse livro, gostei muito do enrendo, acho que nunca lia algo do tipo. Achei a história um pouco complexa, mas posso estar enganada. rs O assunto despertou meu interesse, fiquei com vontade de descobrir tudo sobre essa nave e os personagens. :D Beijos! *-*
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    ResponderExcluir
  3. olha... minha opinião pessoal é que a religião não salva pessoas, ela anda matando até demais, mas enfim... é coisa minha...
    Com relação ao livro, eu até senti vontade de ler Brilho, mas depois dei uma desanimada... Então, ler Centelha tá fora de cogitação...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende do ponto de vista, não é? Eu acredito que ainda que a religião esteja se transformando em algo negativo, ela ainda ajuda muita gente e salva a vida delas. Mas é coisa de cada um, né?
      Enfim, é uma pena que você tenha desanimado para ler os livros, pois ambos são ótimos.

      Excluir
  4. Olá
    eu sou louco para ler essa serie, acho as capas uma coisa linda, kkk, já li muitos elogios sobre o livros um e o dois,
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não me lembro ao certo se vi esse livro antes, mas confesso que estou um pouco curioso para ler... Espero que eu goste.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  6. eu quero muito ler esse livro, eu tinha visto algo a respeito do livro.
    e agra estou mas curiosa ainda.

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Ótima resenha. Estou com o primeiro livro aqui em casa, mas ainda não tive a oportunidade para ler. Mas essas resenhas estão me deixando, cada vez mais curiosas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, nem o volume 1, acho. Curti. Parece uma história bem complicada de se resolver. kkkkk

    Seguindo o blog!
    Beijos,
    https://postandotrechos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Aiai... como comentar essa resenha? Esse tema de religião é tão cabeludo, ainda mais com as posições que tenho a respeito. Nem sei se leria o livro, uma vez que pelo que vc falou ele ainda cogita que possa ser positiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito que você devia dar uma chance, às vezes o que achamos que não vai nos agradar acaba nos agradando.

      Excluir
  10. Já li ótimas resenhas de Brilho, mas ainda não pude fazer a leitura do livro. Fico contente em saber que a história não perde sua qualidade no segundo livro. Me animei mais para ir adiante com a leitura da série.

    ResponderExcluir
  11. é momentos difíceis mudam pessoas, de um jeito ou de outro. Não sabia que o livro tinha continuação, mas não tinha me interessado a ponto de comprar...

    ResponderExcluir
  12. A premissa desta série não me chama muito atenção.
    É um tema que não curto muito ler.
    Mas que bom que você gostou.
    A diagramação está realmente linda.


    Beijinhoss...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Larissa, tudo bem?
    Já li várias resenhas sobre Brilho e Centelha e fico cada vez mais curiosa para conhecer melhor essa história.
    Apesar de não curtir muito essa premissa de nave espacial, todo mundo fala tão bem que pretendo dar uma chance a trilogia.
    Que bom que o 2° livro superou suas expectativas.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  14. eu queria ler brilho, mas eu queria pela capa kkkkk lendo sua resenha sobre a continuação não sei se seria uma leitura que faria...me questiono isso agora.

    ResponderExcluir
  15. Oi! Tudo bem?

    Como pretendo ler o primeiro livro e vi que essa resenha tem spoilers dele, acabei sendo impedida de ler a resenha inteira =((

    que morte lenta! hahah quero saber tudo sobre a história

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Eu li sua resenha de Brilho e fiquei encantada com o que você falou da capa e da história!! Agora, eu tô ainda com mais vontade de ler, porque você diz que a autora consegue escrever algo tão fantástico quanto o primeiro livro. Gente, quero pra ontem!!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  17. Um livro com um tema polemico subentendido, e que deixa o leitor vidrado querendo saber como o autor tratara daquilo, assim é um resumo parcial desse livro.

    www.saotantas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Eu queer muito ler o primeiro livro dessa triloia, e continuar, é claro! A mesma parece ser muito boa e que os personagens crescem com a diversidade que os afrontam! Adorei a resenha!! :)

    Abraços e até!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Mesmo com o alerta de spoiler, decidi ler sua resenha, porque queria mesmo saber se esse segundo volume tinha uma sequência de igual qualidade. Adorei! Ainda não li a série, mas pretendo adquirir ambos os volumes em breve. É o meu tipo de história. Adoro quando os personagens mudam, amadurecem e surpreende.m.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Confesso que passei os olhos por cima da sua resenha, porque acabei de pegar os livros numa troca e não quero pegar nenhum spoiler, por menor que seja. Estou atrás dessa série já faz um tempinho e não vejo a hora de iniciar a leitura. Assim que terminar, venho aqui comentar minhas considerações :)

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  21. Li ambos os livros e gostei muito, apesar de ter gostado mais de Brilho do que de Centelha. Faz um tempinho que li e ao ler sua resenha deu aquela vontade de reler haha
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Li os 2 livros tb, mas tenho um pé atras com a série, felizmente os pontos positivos superaram os negativos e estou aguardando o próximo livro

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    não conhecia a série mas o que pude perceber na sua resenha e nos comentários aqui é que ela é muito boa, vale a pena o dinheiro e a leitura investidos.
    vou anotar a dica aqui. ;)

    Parabéns!
    Beijocas da Deebs!

    ResponderExcluir
  24. Quanto tempo eu dormi??? Nem sabia que tinha essa continuação de Brilho hahahaha
    A capa está tão incrível quanto a do primeiro volume.
    Não li a resenha porque tenho Brilho e ainda não li, então, preferi não pegar nenhum spoiler.
    Beijos!

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger