Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Antes de partir desta pra uma melhor

Antes de Partir Desta Pra Uma Melhor Título: Antes de partir desta pra uma melhor
Autor: Jonathan Tropper
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Sinopse: Não é preciso ser nenhum gênio para perceber que a vida de Drew Silver é uma sequência de decisões equivocadas. Faz quase uma década que sua banda de rock emplacou uma música, filha única de mãe solteira. Desde então, a banda se separou, sua mulher o largou e Silver tem assistido a vida passar, tocando em casamentos – quando aparece algum – e descontando os cheques cada vez menos frequentes que recebe pelos direitos autorais de seu único sucesso.





 O que me chamou a atenção nesse livro foi o título, quando o li imaginei uma história na minha cabeça que seria muito bonita e emocionante, mas além disso eu só li comentários positivos sobre o autor, então fiquei ainda mais curiosa para fazer a leitura.


 Em "Antes de partir desta pra uma melhor" conhecemos Silver, um cara que faz parte de uma banda que só conseguiu fazer sucesso com uma música e agora quase ninguém mais lembra dela, com isso ele precisa tocar em casamentos para conseguir algum dinheiro para viver.
 Mas não é só isso, além de estar com problemas em sua vida financeira, Silver é divorciado e descobriu que sua ex-mulher está prestes a se casar novamente. Ele tem uma filha, mas com o divorcio acabou se distanciando dela também, mas agora ela o procura para ajudá-la, pois ela está grávida.
 Depois de largar sua casa ele foi morar em um prédio onde é quase como um recanto para os homens infelizes, lá a maioria se separou da família e vive sozinho agora, ou seja, todos possuem alguma coisa em comum com SIlver, o que faz com que ele se aproxime de alguns dos moradores e construa uma bela amizade.
 E então você pensa que a vida dele não poderia piorar, mas ela piora. Silver sofre um derrame e descobre que precisa fazer uma cirurgia no coração, caso contrário irá morrer, mas ele se recusa a fazê-la.
 E embora isso seja trágico, é algo interessante de acompanhar, pois é a realidade de muitas pessoas, é algo real, é uma história que mostra o quanto o ser humano pode ser falho e tomar as piores decisões da sua vida, comprometendo assim a sua felicidade.
"A vida que você constrói parece ser o mundo inteiro e, quando ela some de repente, o mundo não faz sentido por um tempo. Ou, no caso dele, nunca mais."

 Acompanhamos a vida de um cara que fez escolhas erradas a vida toda e que sempre agiu feito um babaca, tanto que agora é uma pessoa solitária que vive sua vida sem nenhuma animação ou alegria.
 Com a história de Silver vemos o quanto a vida pode ser triste quando não temos ninguém e que nem sempre se arrepender e tentar voltar atrás dá certo, mas que tentar é importante e caso a tentativa não dê certo é importante recomeçar, porque sempre temos essa oportunidade, embora às vezes isso pareça algo impossível.


 Sei que lendo sobre Silver não querer fazer a cirurgia pode ter te deixado indignado, afinal, como alguém joga a vida assim para o alto? Ele é tão egoísta a ponto de deixar todos que o amam para trás? Mas Silver tem um motivo, além disso ele é um cara que não tinha mais nenhuma esperança que pudesse mudar de vida, por isso parte para essa decisão.
 Além de acompanhar essa luta de Silver não querer fazer a cirurgia e todos ao seu redor quererem que ele faça, também vemos o quanto está sendo difícil para sua filha Casey aceitar a gravidez, ela ainda é apenas uma garota e não sabe se deve levar adiante a gravidez ou deve fazer um aborto.
 O que é um assunto polêmico, mas que o autor soube muito bem trabalhar, pois ele estava ali mostrando o quanto é confuso para uma garota tomar a decisão de ser mãe, pois isso é algo que vai mudar completamente a vida dela.
 Então nesse livro acompanhamos pai e filha pensando sobre as decisões que precisam tomar, é algo que ninguém pode tomar por eles e por isso eles precisam pensar muito bem sobre o que realmente vão fazer.

"A única coisa pior do que um sonho que não se realiza é um sonho que se realiza por um breve instante."

 Mas não é só isso que encontramos nesse livro, também conhecemos as histórias de outras pessoas como por exemplo os amigos de Silver, homens que também sofrem e que tomaram alguma decisão errada no passado que resultou neles estarem sozinhos agora.
 Vemos o quanto é difícil superar um amor que você imaginou ser para a vida toda e que todos nós somos pessoas que podem cometem algum erro, por isso é preciso perdoar e dar uma segunda chance quando realmente amamos alguém.
 É um livro com personagens mais maduros, embora eles também cometam muitos erros e o romance do livro também é mais maduro, é algo mais simples, mas ao mesmo tempo muito bem construído.


 O Silver é um personagem hilário, depois que ele sofreu o derrame não consegue mais controlar sua língua, às vezes ele acha que está pensando e na verdade está falando tudo aquilo sem nem ao menos saber e só percebe depois que falou, o que é algo muito engraçado e rende boas risadas para o leitor.
 É alguém que fez escolhas erradas e continua sendo um babaca, mas que por ser assim tão imperfeito é cativante, ele não é aquela figura de personagem masculino todo perfeito e cavalheiro, ele é mais um babaca sem jeito mesmo, mas é um personagem interessante que tem uma história que conquista o leitor facilmente.
 Os outros personagens do livro também são cativantes, cada um da sua maneira, até mesmo os que não aparecem muito na história possuem alguma característica que conquista o leitor.

"Todas as coisas que você não pode recuperar, todas as coisas que você nunca vai poder consertar. Não importa o que acontecerá depois, você sempre as carregará consigo."

 Embora o livro tenha me proporcionado uma leitura maravilhosa e eu tenha gostado da história, eu confesso que foi difícil me sentir envolvida com o livro, com isso eu acabei demorando bastante para concluir a leitura, pois ela não estava fluindo comigo, mas quando terminei a mesma eu senti aquele sentimento de que valeu a pena, pois é realmente um livro incrível.
 Quando eu peguei o livro imaginei que seria cheio de drama,o que eu gosto, mas não foi assim, ele é um livro que possui uma história triste e que faz o leitor refletir bastante sobre várias coisas, mas é uma história que foi contada de forma mais descontraída, então vai emocionar o leitor, mas não é nada dramático.


 Esse é um livro que tem uma capa bacana e divertida, as ilustrações representam bem o Silver e esse vermelho chama a atenção do leitor, além disso o título é algo que eu achei incrível e que não poderia combinar melhor com a história, embora ele passe a ideia de uma história um tanto dramática.
 Como é de se esperar da editora, por dentro o livro está bem simples, não possui nenhum detalhe, mas é uma diagramação muito agradável que proporciona uma boa leitura para os leitores.
 Como já comentei a leitura não fluiu facilmente para mim, foi mais para o final que me senti mais envolvida com a história, mas não pensem que é a narrativa que é ruim ou que é um começo tedioso e chato, porque não é, o que aconteceu é que eu tinha lido um livro muito emocionante antes.

"Uma vez, ele amou uma garota sem motivo específico, só um monte de pequenos motivos reunidos. Afinal, amor não é isso? A soma de um milhão de coisas intangíveis que se reúnem da maneira certa no momento certo? Como a concepção. Ou o universo. Ele a amou antes de conhecê-la, o que não é tão romântico quanto parece porque, para algumas pessoas, amar a distância é algo natural."

 Essa foi a minha primeira experiência com o autor e eu posso falar que não poderia ter sido melhor, pois é um livro maravilhoso que me conquistou muito e que me animou bastante para ler as outras obras do autor. 
 O Jonathan escreveu uma história tão sensível e emocionante de uma forma tão divertida e descontraída, algo que eu nunca tinha encontrado, porque essa é uma combinação bem difícil.
 A única coisa que não me agradou muito foi o final, eu o achei muito bonito, mas ficou em aberto, não dá para ter certeza do que aconteceu e além disso eu queria saber como as coisas iam terminar para Casey também, mas o autor meio que encerrou a história muito cedo, por mim o livro poderia ter mais algumas páginas.
 Enfim, esse é um livro que vale muito a pena ler, ele é divertido, vai fazer o leitor rir bastante, mas é uma história que traz mensagens maravilhosas que vai fazer o leitor parar e pensar sobre a sua própria vida, por essa razão ele está mais do que recomendado por mim. 

"O perdão proporciona um certo alento, mas nunca é capaz de restituir o que você perdeu."

(livro recebido de parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Oi Larissa,
    Sucesso com uma música só? Fiquei imaginando várias pessoas que passaram por isso, é bastante comum isso acontecer, rs. Caramba! A vida desse Silver, realmente, não poderia piorar, quando de repente, ele tem um derrame? Puxa, fiquei com dó.
    Concordo plenamente com o que você mencionou a respeito de a história ser real. Quando as pessoas erram e comprometem a sua felicidade.
    Quando li que ele se recusou a fazer a cirurgia, automaticamente pensei que realmente, ele deve ter algum motivo para isso.
    Fiquei muito curiosa para acompanhar a decisão da filha dele, pois o aborto é algo bastante sério e criticado. E as pessoas fazem isso sem nem acompanhar a vida das mulheres que convivem com essa questão.
    Já, desde o começo da resenha, fiquei me perguntando se Silver era engraçado, porque eu meio que tive essa sensação, fiquei feliz ao saber que sim.
    Gostei muito da sua resenha, me deixou com vontade de conhecer melhor esse livro.
    Beijão - Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é bem diferente, quando você acha que não pode ficar pior fica, Silver deve ter sofrido muito mesmo ehn, um tombo atras do outro.. rsrsr
    Mas achei confuso você falar que não fluiu, e isso é algo que me atrapalharia muito, e talvez eu até desistisse da obra, acho que eu autor poderia ter colocado elementos mais fluidos ou menos detalhes ai pra render mais né.
    O bom é que tem partes engraçadas, então acho que vou gostar, mas não no momento porque estou procurando algo mais leve

    ResponderExcluir
  3. nossa, pelo jeito a leitura foi prazerosa mesmo, neh? Bem, ele não faz meu gênero preferido, então não é algo que me entusiasme a ler... e que vida conturbada a do protagonista, viu??? No lugar dele, acho que eu teria pirado ou já me matava logo, tava pra morrer mesmo... xD

    ResponderExcluir
  4. Esses finais que não dá para ter certeza do que aconteceu é o fim, sério, não curto muito isso. Eu curti o enredo e a vida do protagonista, coitado... Mas, de forma geral, o livro naõ entra em minha lista de compras...

    ResponderExcluir
  5. Olhando pela capa, já que que estou numa onde de não ler sinopse, eu jurava que seria uma leitura alegre e não um drama como vc falou, mas que bom que a leitura valeu para vc, mesmo sendo uma "leitura dificil" valeu a leitura e isso é que vale, esse é a primeira resenha que leio e eu nem sabia que o livro era da Arqueiro. Mas sua resneha sendo boa e até me deixando curiosa, não vou anotar a dica, deixa passar um tempo e ai quem sabe...
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de histórias assim, reais, mas com aquela leve pitada de ''ficção''. Antes de partir desta pra uma melhor me chamou atenção não só pelo título, mas como pela capa. Parece que esse livro deveria ter no título ''tudo sempre pode piorar'' HAHAHAH anotei a dica. Tenho me aventurado em leituras diferentes e essa me parece bem promissora. :D Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oi Larissa!
    Eu li Sete Dias Sem Fim do mesmo autor e tive quase as mesmas impressões que você teve nesse livro. Também esperava uma dose grande de drama e não foi o que encontrei, pelo contrário, deu foi é muita risada da ironia e do sarcasmo do autor. E pelo jeito, essa obra segue a mesma linha, falando de emoções e sensibilidade sem perder o bom humor.
    B-jussss!

    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Acabo de me arrepender amargamente de não ter solicitado esse livro quando tive a oportunidade.
    Na época a sinopse não me atraiu muito, mas sua resenha mudou minha ideia sobre o livro. Acho que eu iria simplesmente amar.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. oi ^^
    cara sua opinião foi mt boa e eu até gosto da capa, mas não consigo gostar da premissa do livro!
    fico feliz que tenha gostado da leitura na medida do possível e cara o final aberto as vezes me mata viu!
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  10. Esse foi um dos livros que me arrependo de não ter pedido!
    Depois de ler sua resenha me arrependi mais ainda kkkk
    Aconteceu a mesma coisa que aconteceu com o Gustavo. Não senti atração na época e agora me arrependo.
    bjs bjs

    ResponderExcluir
  11. Larissa, gostei muito da sua resenha e da história do livro.
    Parece mesmo ser uma história muito triste e madura, o que acho que é bem melhor de vez em quando é bom sair dos dramas adolescentes fantasiosos.
    O que mais gostei foi de saber dessa parte madura e que nos faz refletir sobre como mesmo adultos podemos cometer erros que podem mudar tudo.
    Gostei.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  12. Oii,
    A capa sempre me chamou muito a atenção as mesmo com sua resenha positiva acho que vou deixar a dica passar.
    Vivi
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  13. Desde quando o livro foi lançado eu quis ler, e nunca tinha lido uma resenha dele, e agora fiquei ainda mais feliz, pois o livro tem uma premissa muito top.
    Adorei saber que o personagem é engraçado e tal e fiquei curiosa para saber mais sobre ele.
    E esse final que fica em aberto, realmente é decepcionante, mas também é legal, gosto disso kkkkk.

    ResponderExcluir
  14. Quando eu vi sobre esse livro, a impressão que eu tive que aconteceria comigo foi exatamente o que aconteceu com você. Até gostar da história mas não se conectar tanto e acabar demorando a vida para terminar. Estou um pouco com preguiça de livros assim no momento. Mas vou deixar em stand by. Vai que um dia desses me animo! Curti demais sua resenha!

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  15. Que bom que gostou da leitura.
    Infelizmente não é meu gênero preferido.
    Mas quem sabe um dia eu dou uma chance para a leitura.

    Beijinhoss...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Ola. Pela capa e sinopse esperava uma historia diferente hehe mas me parece ter uma ótima premissa e gostei da sua resenha. Bom não é meu genero de livro predileto mas acho que darei uma chance a ele hehe

    Beijão da Lari 😘
    http://brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  17. Eu tinha visto a capa desse livro, mas ainda não conhecia o enredo. Achei bem interessante a leitura, é um livro que ue colocaria na minha estante.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Larissa, adorei o layout, o blog tá muito lindo. Adorei a resenha também e o livro me chamou muito atenção!

    ResponderExcluir
  19. Oii!

    De cara o título e a capa do livro me chamaram a atenção ^^ A história deve ser muito linda e emocionante :) Estou louca para ler e tirar minhas próprias conclusões!
    Parabéns pela resenha!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Larissa, tudo bem?
    Ainda não li nada do autor e com o lançamento desse livro eu fiquei com MUUUUUUUITA vontade de compra-lo, mas estou economizando - but, Black Friday vem aí \o/ - espero que quando eu o leia não me decepcione.

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger