Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Meu pai não mora mais aqui

Meu pai não mora mais aquiTítulo: Meu pai não mora mais aqui
Autor(a): Caio Riter
Gênero: Literatura Juvenil
Editora: Biruta
Páginas: 200
Sinopse: “E eu? Alguém pensa em mim, Diário. Me diga. Pensa?”Meu pai não mora mais aqui, de Caio Riter, é um livro que conversa o tempo todo com o leitor e revela os desejos, os dramas, as inquietações e os segredos mais íntimos de uma garota e de um garoto: Letícia e Tadeu. Os dois jovens estão escrevendo um diário a pedido da professora de Língua Portuguesa, e o que de início era uma tarefa nada simpática acaba se tornando uma experiência de descobertas em que os personagens perguntam por que a gente está sempre amando a pessoa errada, por que as pessoas morrem e até mesmo qual é o sentido de existir.De um jeito bastante espontâneo e bem-humorado, emotivo e sem censura, Letícia e Tadeu contam os seus amores escondidos, os afetos e desafetos pelo mundo adulto, as curtições e as carências, a separação entre pessoas queridas e a amizade, até mesmo o próprio sentido da morte e da solidão.

 Minha primeira experiência com o autor Caio Riter foi com "Eu e o silêncio do meu pai", um livro lindo e sensível que me comoveu muito, por isso eu fiquei muito animada para ler esse livro e como imaginei, novamente fui conquistada pelo autor.


 Em "Meu pai não mora mais aqui" conhecemos Letícia e Tadeu, os dois estudam juntos e a professora deles pediu para que começassem a escrever um diário, então de forma intercalada vamos conhecendo um pouco sobre cada um.
 Letícia é uma adolescente que está passando por um momento muito difícil, pois seus pais se separaram e o seu pai já está namorando outra, para ela isso é inaceitável e a nova namorada do seu pai é culpada por sua infelicidade.
 Tadeu é um garoto muito animado que possui pais incríveis e super apaixonados, ele está na idade de descobrir o amor e por isso acaba achando que está amando sua melhor amiga quando beija a mesma pela primeira vez.
 Os dois passam por maus bocados e narram tudo nos seus diários, eles acabam se aproximando e virando bons amigos, tanto que chega uma parte em que um está presente no diário do outro.

"Tem coisas que a gente pensa que serão para sempre e de repente elas acabam."

 As partes de Letícia são bem tristes, vemos uma garota completamente arrasada por causa do divórcio dos pais e que acha que nada pode ser pior do que isso, a sua vida depois da separação se tornou triste e ela não suporta a nova namorada do pai.
 Já as partes do Tadeu são mais engraçadas, ele é um garoto bem descontraído e engraçado, além disso ele passa por decepções amorosas com a cabeça erguida e até mesmo tira onda com o que aconteceu, o que é bem divertido. 
 Os dois personagens são adolescentes e como todo adolescente passam por momentos difíceis e possuem várias dúvidas, e como todo mundo já passou por essa fase ou está passando, o leitor se identifica com eles e vai sendo conquistado pelos dois.


 O livro é narrado por dois adolescentes e a linguagem utilizada é a dessa idade, então o leitor vai encontrar algumas gírias e frases usadas por adolescentes, sendo mais frequente encontrar isso nas partes de Tadeu.
 E como se trata de uma narrativa em forma de diário, o leitor consegue entender melhor os dois personagens e se sente mais próximo dos dois, além disso essa forma de narrativa possibilita uma leitura bem fluida.

"Às vezes pensamos que apenas nós estamos sofrendo e esquecemos que os outros podem estar sofrendo também. Somos meio egoístas."

 Eu achei muito interessante a forma como o autor tratou a separação dos pais de Letícia, isso é um acontecimento que causa grande impacto na vida de uma criança e causa certa revolta ver seu pai indo embora, a pessoa sente como se tivesse sido abandonada, por isso é interessante acompanhar a história de Letícia, porque com o tempo ela vai repensando sobre seus atos e entendendo melhor a separação dos seus pais.
 Além de tratar sobre isso, o livro ainda aborda a adolescência, toda a questão de primeiro amor, a descoberta do beijo e também fala sobre a morte, o quanto ela é imprevisível e chega sem avisar levando quem a gente ama.


 A capa do livro é bem interessante e diferente, a ilustração é muito bonita e apesar do título não chamar muito a atenção, eu gostei muito dessa capa. Por dentro o livro consegue estar ainda mais lindo, quando estamos lendo o diário de Letícia as folhas são brancas e quando é o de Tadeu elas são marrons, além disso o livro possui várias ilustrações muito bonitas por dentro.

"Afinal, de que adianta amar e não poder ter o ser amado por perto, ao alcance das mãos?"

 "Meu pai não mora mais aqui" foi um livro que me conquistou logo nas primeiras páginas e embora não tenha me emocionado tanto quanto o primeiro livro que li do autor, eu gostei muito e fui agraciada com uma bela história.
 Enfim, eu recomendo a leitura desse livro para todos, pois é um livro leve e agradável de se ler, algo descontraído mas que traz belas mensagens para o leitor, então vale muito a pena conhecer a história de Tadeu e Letícia.

(livro recebido de parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Oie!!
    Nossa, que livro mais lindinho!!
    *--*
    Apesar da capa não ser muito atraente, a história é super e realmente. quem nunca passou por alguma dessas situações, vai passar um dia.
    Amei a resenha.
    ;**

    ResponderExcluir
  2. Oi Larissa realmente esse livro está bem bonito, deveriam de fazer mais livros assim.
    Quanto ao tema para muitas pessoas mesmo não sendo jovens é importante, mexe com momentos importantes de muitas vidas pelo menos foi isso que transpareceu. Já com o amadurecimento pessoal, amor de verdade está com a gente onde vamos e é inesquecível.
    Gostei do livro e quero conhecer mais sobre a estória, colocando nos meus desejados em 3,2,1.
    Beijo
    Mila-Scraplivros

    ResponderExcluir
  3. oie como vai?
    serei bem sincera nunca ouvi falar desse livro, mas gostei da premissa e do enredo acho que iria gostar sim de ler o livro mas saber mais da história.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tudo bem?

    Não gostei muito da capa mas gostei muito da premissa do livro e gostaria muito de ler no futuro.

    Abraços,
    Ludy
    http://nodivacomaspalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie
    Já eu não gostei da capa kkkk, mas a premissa é interessante. Meus pais se separaram quando eu tinha 6 anos então acho que a história iria mexer muito comigo.
    Adorei a resenha

    ResponderExcluir
  6. Olá, a capa realmente não me chamou a atenção, achei diferente e estranha. Mas pela sua resenha parece ser um livro bem fofo. Não entendo porque as pessoas fazem tanto caso quando os pais se separam, de verdade. Meus pais também são separados e não lembro como reagi a isso, haha! Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olá eu gostei da sua resenha e da forma como apresentou a obra .. me chamou a atenção e eu gostaria muito poder conferir o trabalho do autor.. bjss
    http://florroxapoemasepoesias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Apesar da sua resenha positiva, esse é um livro que não chamou minha atenção. Então essa dica eu vou deixa passar. Mas vou dar uma conferida no primeiro livro do autor.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Achei muito diferente a capa do livro! A imagem tomando o espaço todo e o título, nome do autor e editora espremidinhos no canto. Achei interessante. Acho que não estou muito no clima de livros com protagonistas adolescentes agora não. Ando meio sem paciência para eles e seus dramas. :-/
    Mas quando esse clima passar, quem sabe? ;)

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  10. Gosto muito de livros assim
    um diário é sempre uma viagem e trás
    muitas experiências

    Linda Noite!!
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei da premissa. Os adolescente tendem a fazer tempestade em copo d'água, mas é uma fase necessária para o crescimento. Só não pode é chegar na fase adulta achando que os pais não têm vida própria e, portanto, os seu próprios problemas.
    Também achei a capa feia.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi linda, curto muito livros com adolescentes e temáticas familiares, problemas na adolescência, etc. Acho que o autor soube colocar vários temas e coisas que acontecem em muitos cotidianos adolescentes por aí e curti isso, me lembrou dos livros do autor Toni Brandão.

    Enfim flor, gostei da resenha e leria o livro sim.

    bjs

    ResponderExcluir
  13. Eu não conhecia o autor, mas achei a história linda.
    Gosto de histórias que envolvam adolescentes, ainda mais se for um pouco mais reflexiva e gostei disso de enquanto um é mais triste o outro é mais engraçado.
    E essa capa é bem diferente e linda.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Não conhecia o livro, mas achei a premissa interessante. Com toda certeza realizaria a leitura.
    Beijos!
    www.lindaestante.com.br

    ResponderExcluir
  15. deve ser uma leitura sensível e tocante... creio que eu vá gostar, ou pelo menos me identificar com Leticia em algum momento, pela forma que vc a descreveu, creio que me assemelho um pouco com ela, mas não com o que houve com os pais dela xD

    ResponderExcluir
  16. Oii!
    Que livro mais lindo! Capa, sinopse, premissa, tudo! Imagino que seja uma leitura muito reflexiva e bastante emocionante. Adoro livros que criticam algum elemento de nossa sociedade e esse é, de fato, um bastante frequente. Acredito que eu irei gostar de fazer a leitura, por isso colocarei na minha wishlist.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi Larissa!
    Eu não conhecia o autor, mas adorei a meneira como você falou do livro, me fez ter, realmente, vontade de lê-lo e conhecer um pouco mais dos adolescebtes!! A história parece SUPER real e adoro livros com linguagem jovem!! E essa capa é toda especial mesmo!
    Beijos!!


    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Gostei da capa ao contrário de muitos, rs, mas nesse momento não me atraiu o livro.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  19. Oi, esse da Biruta eu não conhecia.
    Gostei da Capa, ela consegue transpor o incomodo, que
    eu acho que a obra também passa. Fiquei curiosa.
    beijos

    ResponderExcluir
  20. Larissa, que livro lindo, acho que vou pedir pra Biruta. Mas menina, o autor gosta desse tema familiar, hein? Deve ser muito bom nisso.

    ResponderExcluir
  21. Caio Riter <3 Eu sou apaixonada por esse autor. Conheci ele em uma feira de livros e fiquei apaixonada pelo trabalho dele. É um escritor maravilhoso!

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá; ainda não conhecia o livro, pelo que pude perceber na sua (ótima) resenha, é que é uma história bem interessante; adoraria ler.

    ResponderExcluir
  23. Oii!

    A capa é bem fofinha e a história parece ser bem interessante ^^ Vou anotar a dica :)
    Parabéns pela resenha!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  24. Olá,
    Gostei, adoro livros escritos dessa forma. E curti a diagramação do livro. Nunca tinha ouvidor falar dele ou do autor, irei pesquisar rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Aahhhh que lindo!! Adoro livros diferentes, desse jeito. Vc já leu "A vida na porta da geladeira"? Ele é escrito de uma forma diferente também, através só de mensagens que mãe e filha deixam na porta da geladeira, já que as duas não se veem durante o dia todo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. AMO livros assim! Queria tanto ter parceria com a Biruta nessas horas!!! Hahahah
    Gostei de tudo, da premissa, da capa, tudo! Lerei em breve. :)

    ResponderExcluir
  27. Mas que legal ler tuas palavras e saber do tanto que a história criada por mim encantou teu coração. Sempre desejei que meus livros pudessem promover bons encontros com os leitores. Valeu. Meu carinho maior.

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger