Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Konrad - O menino da lata

Konrad - o menino da lata

Título: Konrad - O menino da lata
Autor(a): Christine Nöstlinger
Editora: Biruta
Gênero: Literatura Juvenil
Páginas: 176

Sinopse: Dona Bartolotti tem uma estranha mania: encomenda tudo que vê pela frente. Já recebeu em casa uma enciclopédia sobre animais em 17 volumes, 100 quilos de tachinhas,um moinho de oração tibetano, uma assinatura de revista sobre criação de peixes e outras esquisitices. Mas ela nunca soube muito sobre crianças. Por isso, leva o maior susto quando recebe um filho pelo correio – Konrad chega tímido, dentro de uma lata de conservas. Dona Bartolotti acaba se encantando pelo menino e não quer devolvê-lo – mesmo quando os homens da fábrica de conservas começam a procurar por ele em toda parte... Com muito humor, Christine Nöstlinger, ganhadora do Prêmio Hans Christian Andersen, conta a história emocionante de Konrad, nomeado para o Prêmio Alemão de Literatura Juvenil.

 Não é segredo nenhum que eu sou apaixonada por livros infantis e juvenis, então quando vi esse fiquei bem curiosa, porque adoro histórias engraçadas e pela sinopse desse livro eu tinha certeza que encontraria uma história bem original e divertida, para a minha felicidade eu estava certa.


 Em "Konrad" conhecemos a excêntrica Dona Bartolotti, uma dona de casa separada e que tem como mania encomendar tudo o que vê no jornal ou em qualquer outro lugar, ela já recebeu muita coisa estranha, mas não para com essa sua mania.
 Então em um dia qualquer ela recebe em sua casa um latão e quando o abre encontra um anão todo enrugado, de cara ela leva um baita susto, mas quando faz o que as instruções indicam, ela percebe que o que está na sua frente é um garoto de 7 anos.
 Dona Bartolotti fica com o garoto, mas o problema é que ela não sabe cuidar de uma criança de 7 anos, então ela fica confusa e não sabe como agir na maioria das vezes, mas Konrad é um garoto esperto e juntos eles vão aprender a ser uma família feliz e muito, mas muito engraçada e diferente.

"Todas as pessoas são diferentes, e é preciso aceitar as características do próximo de maneira amigável."

 Konrad é um garoto que foi muito bem treinado, por isso ele não é um garoto normal e não age como os garotos da sua idade, ele é muito inteligente e aprende as coisas bem rápido, além disso ele não gosta de fazer o que considera errado, ou melhor, ele não consegue fazer algo errado, pois ele aprendeu na fábrica onde foi criado o que era certo e o que era errado e ele é muito obediente, então sempre tenta fazer o certo.
 Dona Bartolotti é uma mulher bem brega, os vizinhos sempre comentam sobre isso e ela ainda fala sozinha com ela mesma, sempre usando "meu amor" porque sua mãe e seu ex marido a chamavam assim e de certa forma isso é um incentivo para que ela se obedeça. Ela também é bem despreocupada, não sabe como cuidar de uma criança, por isso cuida do seu jeito e não liga se o mesmo for errado, mas mesmo com esse seu jeitinho esquisito, ela tenta ser uma mãe maravilhosa para Konrad.
 Além dos dois também conhecemos Kitti, uma vizinha de Dona Bartolotti que vira amiga de Konrad, ela é uma garota bem corajosa e decidida, sem contar que tem grande importância na história. E também conhecemos o Senhor Egon, o namorado de Dona Bartolotti, assim que ele conhece Konrad se dispõe a ser o pai do garoto e ajudar sua amada a educar e cuidar do menino.


 A história do livro é bem simples e acompanhar ela é algo muito divertido, me peguei rindo várias vezes por algo que Dona Bartolotti falava ou fazia, ela é uma personagem hilária que com certeza vai conquistar todos os leitores com o seu jeito doidinho.
 No livro podemos encontrar alguns momentos em que Konrad sofre bullying, ele é um garoto muito esforçado e correto, por isso causa certa revolta em seus colegas de sala, mas a autora não focou tanto nisso e eu achei isso uma pena, pois se ela tivesse focado mais nesses momentos, o livro ficaria ainda mais bacana.

"Circunstâncias extraordinárias requerem medidas extraordinárias!"

 O livro é bem leve, não acontece muitas reviravoltas e nem causa muitas emoções, mas é aquele tipo de livro que vai te fazer rir várias vezes, por isso é uma ótima indicação para quem quer ler algo mais descontraído.
 A história toda é bem engraçada e o final é bem bonitinho e fecha bem toda a jornada de Konrad, além disso é possível tirar várias mensagens lindas desse livro, por exemplo a de que uma família pode ser feliz mesmo sendo diferente.
 O livro é narrado em terceira pessoa, por isso temos uma visão geral de todos os acontecimentos e é um livro que prende a atenção do leitor facilmente, por isso vai proporcionar uma leitura bem fluida.


 A capa do livro está bem fofinha, ela representa bem o Konrad e só por ela o leitor já pensa em uma história divertida, por isso acho essa capa perfeita, porque além de representar o Konrad, ela representa bem a história.
 Por dentro o livro está bem simples, ele não possui capítulos, mas há algumas separações que são representadas por uma ilustração de um abridor de lata, as folhas são meio amareladas e o tamanho da fonte do texto está ótimo para a leitura.
 Além disso o livro está recheado de ilustrações, com elas podemos ter uma visão melhor dos personagens e todas são muito bem feitas e coloridas, por isso o livro fica ainda mais bonito e chamativo.

"- Santo Deus, Konrad! Aprenda uma coisa que, aliás, é muito mais importante de que muitas outras coisas: não é preciso se preocupar com o que as outras pessoas dizem!"

  "Konrad" é um livro muito divertido que com certeza vai conquistar muitos leitores de diversas idades, pois ele possui uma história muito bacana e personagens que são extremamente cativantes, sem contar que a edição do livro está muito linda. Então por tudo isso é obvio que eu recomendo a leitura desse livro fofo.

(livro recebido de parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. OI Larissa...
    Faz tempão que não leio um livro desses. Esse parece ser bem divertido mesmo, que bom que gostou.
    As ilustrações parecem estar bem caprichadas.
    A biruta tem os livros muito fofos.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    O livro parece ser bem divertido e as ilustrações são um amr. Também amo livro infantis, acho eles tão ricos em detalhes e cores *--*
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Larissa!
    So quero dizer que você me deixou com muita vontade de conhecer o Konrad, também amo livros infato juvenis. Além de que, capricharam na edição. Tudo lindo e sua resenha também.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oiii! Livros infantis são os que mais curto, sério! Tenho verdadeira paixão, alguns ficam na minha estande 'Para sempre" <3
    Gostei do enredo desse, capa e diagramação, mas gostaria de foleá-lo para saber mais um pouco, por exemplo, o fato de a vizinha ser 'brega' como é tratado na obra?

    ResponderExcluir
  5. Larissa-linda,
    AMEEEEI a proposta do livro! Adoro livros assim, que nos fazem rir. Parece que a Dona Batolotti é muito engraçada e fico imaginando que todos somos assim quando nos tornamos pais pela primeira vez (rs). Fiquei muito curiosa para conhecer o Konrad.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adoro livros juvenis também! *---* Adorei saber mais sobre Konrad, muito fofa essa capa e o livro é lindo por dentro. Quero muito ler, ainda mais sabendo que é divertido!
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Oii!
    Eu não sou a maior fã de literatura infantil, mas as ilustrações desse livro são muito fofas, o que me faz pensar que se esse livro estivesse ao alcance da minha mão, eu leria facilmente! hahaha

    Beijos!
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  8. Não é meu tipo de leitura mas sempre procuro pro meu filho.
    Adorei saber que é divertido porque ele adora
    As ilustrações são lindas
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá

    Eu li este livro no ano passado e foi uma das coisas mais divertidas que fiz. Lembro que quando peguei o livro pra ler o que mais me deixava curioso era saber porque Konrad era um menino da lata. Adorei como a história se desenvolve e a mensagem por trás de toda a trama. Sem falar que as ilustrações são maravilhosas! Fico feliz que tenha apreciado a leitura.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Adoro livro infantil! A Biruta vai mandar o meu semana que vem, estou morrendo de vontade do meu Konrad, depois da sua resenha mais ainda!!!!

    ResponderExcluir
  11. Own Que coisa mais fofa, eu quero um Conrad pra mim.
    Quem vai ler o livro lá pro blog é a Amanda ^ (essa aí de cima)
    Eu adoro esse tipo de livro, mas é sem dúvida a cara da Mandy.
    :*

    ResponderExcluir
  12. Gostei.Acho que estou precisando de um livro assim.

    ResponderExcluir
  13. Oi Larissa, tudo bem?
    Vou indicar esse livro para a amiga da minha irmã que está procurando títulos para a filha dela.
    O livro é uma graça!!
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie Larissa,
    Que livro mais fofinho, eu gosto de livros assim apos sair de uma leitura mais pesada, assim parece que um momento de relaxamento para o cérebro, gostei bastante da sua resenha e vou procurar por ele.

    Beijos
    http://entaotudoaconteceu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não costumo ler livro infanto-juvenil, então esse não é meu tipo de leitura.
    Mas achei as ilustrações tão bonitas e bem feitinhas, super indicaria para os mais novinhos :3
    Ótima resenha!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  16. Também gosto muito de livros infantis e juvenis.
    É bem inusitado receber um menino numa lata, mas deve ser legal o modo que eles se transformaram em família.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia a obra, mas sua resenha ficou muito boa, gostei. Apesar que sou uma grande fã de livros infanto-juvenil, e possui essa capa lindíssima, o enredo em si não me chamou atenção. Contudo, tentarei dar uma chance para o livro, mas estou no momento princesas, então no farei uma leitura dele tão cedooooo.

    http://teoremasdamimosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Estou adorando as suas resenhas de livros juvenis.
    Adorei a premissa do livro, meio inusitado receber uma criança pelo correio né? Haha. Fiquei curiosa para saber como termina essa história.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  19. Oie Larissa! ^^
    Que livro mais fofo, muito bonito ele e gostei bastante da ideia da história e tenho certeza que irá render boas risadas para quem ler. Amo esse tipo de livro! <3

    Beijos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  20. Já quero esse livro pra mim!!! Ainda não conhecia ele, mas pela resenha, parece ter uma história bem gostosinha de se ler.

    ResponderExcluir
  21. Eu estava em dúvida sobre o que requisitar na biruta, adivinha qual será? Adorei sua resenha, e os desenhos e a história.
    A citação usada, acredito que falarei o mesmo com meu sobrinho rs
    Por um mundo com mais livros assim rs.

    ResponderExcluir
  22. Oie, tudo bom?
    Também sou o tipo de pessoa que adora livros infantis e conheci vários livros desse gênero através da Biruta. Adoro histórias divertidas e essa parece ser uma boa opção. Achei a premissa diferente e interessante.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger