Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Dançando sobre cacos de vidro

Título: Dançando sobre cacos de vidro
Autor(a): Ka Hancock
Gênero: Romance
Editora: Arqueiro
Páginas: 336

Sinopse: Dançando Sobre Cacos de Vidro - Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles.
Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente.
Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética.
Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor. Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.

 Eu sempre li ótimos comentários sobre esse livro, por isso comecei a ler ele com grandes expectativas, antes mesmo de terminar de ler o primeiro capítulo eu já queria entender o motivo do livro ser tão bem falado e assim que terminei o livro eu entendi. Dançando sobre cacos de vidro é um livro extremamente sensível que presenteia o leitor com uma história emocionante e cativante.


 Em "Dançando sobre cacos de vidro" conhecemos Mickey e Lucy, os dois se apaixonaram quase que em um piscar de olhos, mas isso não deveria ter acontecido, pois Mickey é bipolar e Lucy já enfrenta o medo do câncer de mama, uma doença que está presente em sua família.
 Mas os dois querem ficar juntos e vão lutar por isso, eles não vão abandonar esse sentimento tão lindo que possuem mesmo que o futuro seja incerto, mesmo que seja um futuro doloroso, eles irão tentar superar tudo juntos.
 No entanto, Lucy descobre que está grávida e que seu câncer voltou, as preocupações são enormes e ela não sabe se deve se apoiar em Mickey, pois tem medo de que o mesmo sofra uma crise por não aguentar todas essas notícias.

"Sem dúvida é um milagre quando encontramos nossa outra metade, aquela pessoa que nos completa, apesar dos espinhos."

 Esse livro é muito angustiante, porque o leitor acaba realmente se envolvendo na história e sofrendo com os personagens, pois a narrativa te prende e os personagens são muito cativantes.
 Lucy é uma mulher extremamente forte e isso é desde quando era mais nova, ela sempre foi a irmã mais durona que conseguia enfrentar melhor os obstáculos e tristezas, mas ela ainda é humana, então ela sofre e chora, tem incertezas e vive com medo do câncer, assim como muitas mulheres, por isso ela é cativante.
 Mickey é um homem que sofreu muito por causa de sua doença, antes dele descobrir que a possuía sofria ao ver sua mãe se destruindo por causa da bipolaridade e então quando a mesma morreu, essa doença horrível se mostrou presente nele. Ser bipolar torna a vida de Mickey muito mais difícil, ele se esforça ao máximo para não ultrapassar nenhuma linha imaginária da sua doença, mas essa doença é muito forte.
 Os outros personagens também são bem construídos e cativantes mesmo que não apareçam tanto assim, até mesmo o pai de Lucy que já morreu consegue conquistar o leitor por meio das memórias dela.


 O livro aborda duas doenças muito complicadas e tristes, mas a bipolaridade não é tão conhecida assim, então muitas pessoas possuem uma ideia errada dessa doença, por isso o livro se torna tão interessante, pois ele mostra realmente como é essa doença através de Mickey.
 O câncer já é uma doença mais conhecida e mais frequente, ela é algo que muitas pessoas convivem e como tem toda essa coisa de ser uma doença genética, ela causa medo em várias pessoas e acompanhando Lucy e suas irmãs vemos o quanto é difícil viver com essa doença te assombrando e o quanto é triste.
 Além disso o livro traz a tona relações familiares, problemas no casamento, dores passadas e mesmo que o foco do livro seja em Lucy e Mickey, a gente conhece as dores e a história de outros personagens também, o que torna a leitura mais rica ainda.

"Dizem que o primeiro ano após uma perda importante é o pior. Nada mais óbvio; as perdas são um tipo específico de insanidade, e não há como amenizá-las. Não existem atalhos e o luto só é superado se for vivenciado."

 O livro é narrado por Lucy e é como se estivéssemos conversando com ela, então a leitura flui facilmente, além disso nos apegamos e entendemos a personagem mais fácil também. E também há partes em que lemos trechos em que o narrador é o Mickey, é como se fosse o diário dele, então também é possível entender um pouco melhor o que acontece com ele. E eu achei esse tipo de narrativa algo bem interessante, pois possibilita que o leitor se aproxime de ambos os personagens principais.
 A diagramação do livro está bem simples, os capítulos são separados por números escritos em extenso e quando é uma parte em que Mickey está nos contando algo, temos a identificação do dia em que aquilo foi escrito. 
 As folhas são amareladas e o tamanho do texto está agradável, os capítulos não são tão longos, o que facilita a leitura. A capa do livro está muito bonita e combina bem com a história, mas confesso que a mesma me enganou um pouco.


 "Dançando sobre cacos de vidro" foi um livro que eu li com altas expectativas e que conseguiu alcançá-las, eu fui surpreendida por uma história muito comovente, que aborda doenças extremamente importantes e que possui personagens tão cativantes que o sofrimento deles cortava o meu coração.
 Esse livro é aquele tipo de livro que vai te fazer parar alguns momentos durante a leitura para assimilar o que aconteceu e para de certa forma sentir toda a carga emocional que foi depositada em você.
 Enfim, é um livro que vai realmente emocionar o leitor e trazer várias mensagens lindas, um livro que se torna até difícil de comentar por causa de todas as emoções que ele causa e eu super recomendo a leitura para todos, pois é um romance muito comovente que vale a pena conhecer.

(livro recebido de parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Nossa... gostei muito da sua resenha, gosto de enredo assim que impacta o leitor, fazendo ele pensar. Já ta na minha lista!

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse livro me fez chorar muito em diversas partes e me apaixonar por seus personagens, que me fizeram sorrir e sofrer a cada momento, tão humanos que pensei que poderia toca-los. É um livro tão sensível e retrata de forma tão real ambas as doenças e medos dos personagens, que acho impossível não ama-lo ao menos um pouco <3
    Foi uma das minhas melhores leituras esse ano.

    ResponderExcluir
  3. Oie!!
    Nossa, a capa me enganou também. Não imaginava se tratar de um romance de superação como esse.
    Adorei a história, tenho certeza que o livro é maravilhoso.
    Amei sua resenha também.
    ;*

    www.saladadelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá
    eu tenho o marcador desse livro, mas eu não sabia muito bem do que se tratava ele, achei bem legal a proposta, não é bem a minha zona de conforto, mas parece ser uma aventura muito boa rsrs
    Bjks
    Passa Lá No blog - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá
    eu tenho o marcador desse livro, mas eu não sabia muito bem do que se tratava ele, achei bem legal a proposta, não é bem a minha zona de conforto, mas parece ser uma aventura muito boa rsrs
    Bjks
    Passa Lá No blog - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Larissa-flor,
    Adorei saber mais sobre esse livro. Por incrível que pareça, já o tinha entre os que desejo ler, mas não sabia que abordava a bipolaridade e o câncer. Vi muitas resenhas apreciativas e não entendi que se tratava de um sick-lit. Enfim, isso me deixou mais animada para a leitura. Gostei do modo como a autora desenvolveu o enredo.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogposto.com

    ResponderExcluir
  7. Larissa..
    Eu ainda não conhecia o livro, mas gostei da resenha. A história parece ser bem interessante.
    Gosto de leituras também em que a personagem quem narra a história e todos os seus elogios foram válidos para aguçar minha curiosidade.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Larissa!
    Desde quanto tomei conhecimento por esse livro estou com muita vontade de ler. Confesso que ando dando uma enrolada, mas depois da sua resenha linda, quero ler tipo agora! Rs.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi tudo bem!?
    Eu não conhecia o livro, mas adorei que ele trata da bipolaridade. Muita gente não sabe o que é e trata como frescura. Eu tinha uma amiga bipolar e era muito dificil lidar com ela. Com certeza, esse livro vai para a lista de proximas leituras!
    beijos!

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  10. Não vejo nenhum problema em Mickey e Lucy se apaixonarem. só por que ele é bipolar não pode se apaixonar? Só por que uma mulher tem câncer de mama não pode se apaixonar? que horror. Espero que de coração que nenhuma mulher que tenha câncer leia esse livro, o que mais mata não é a doença, mas os efeitos psicológicos causados por questões sociais, espero que quem é bipolar também não leia, pois se a abordagem prisma por essa linha de pensamento, só serve para difundir preconceito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilian, você não entendeu o que realmente o "não deveriam se apaixonar" quis dizer, não é como se fosse proibido eles se amarem, mas se ficassem juntos a vida se tornaria bem mais difícil, por essa razão eles não se apaixonar seria mais fácil, mas como todo mundo sabe a gente não escolhe por quem se apaixonar, não é mesmo? É uma pena você ter achado isso preconceituoso, pois o livro é completamente ao contrário disso, ele vem e nos mostra que dá para ser feliz mesmo com todos os problemas e eu recomendaria ele para uma pessoa bipolar e até mesmo para uma com câncer, não vejo um motivo para não recomendar, pois o livro iria emocionar ainda mais essas pessoas. Enfim, é triste ver que você entendeu completamente errado o livro.

      Excluir
  11. Eu adoro histórias emocionantes assim! Com certeza vou querer ler, também com as expectativas altas, espero que alcance como você! Li poucos livro que tratam de bipolaridade, então quero muito conhecer a trama.
    Acabei lendo o comentário da Lilian, e eu reli duas vezes a resenha e não vi em nenhum momento falando que os dois não podem se apaixonar?! Só que ele superam obstáculos. Entendi errado será? hahaha Ninguém com essa doença deve ler o livro? Ein? Se você entender o comentário dela me explica, hahaha.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dessa.
      Fico feliz em ver que você ficou curiosa com o livro e não o viu como algo preconceituoso. Acredito que a Lilian não entendeu realmente o que a frase quis passar, porque esse livro não é nenhum pouco preconceituoso e as pessoas que sofrem com essas doenças podem ler, porque é uma linda história de superação e amor.
      Enfim, obrigada pelo comentário s2

      Excluir
  12. Parece ser um livro que traz histórias emocionantes, mas confesso que não me chama muito atenção. É que eu não gosto muito livros que tem com foco de conflito doenças. É uma questão pessoal mesmo. Mas ao mesmo tempo eu acho interessante a literatura trazer essas discussões, como a bipolaridade. É uma forma de acabar com preconceitos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Esse livro parece ser bem tocante e sensível, e apesar de não fazer meu estilo, eu quero muito ler!
    Achei bem interessante o fato de tratar uma doença como bipolaridade mais a fundo, e estou mega curiosa sobre esse livro.
    Certamente irei lê-lo, sua resenha me deixou com uma vontade absurda.
    Parabéns pelo texto e obrigada pela indicação!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  14. Oiiiii.
    Tem uns dois anos que esse livro está em minha lista, mas nunca li muito sobre ele.
    Acho que essa é a segunda resenha que leio do livro e ambas são positivas e semelhantes, pois as duas falam do quanto o livro é capaz de emocionar o leitor.
    Eu realmente gosto de personagens "não perfeitinhos" personagens com problemas reais, e vai ser increível saber mais sobre a bipolaridade também.
    Vou ver se consigo comprar esse livro o mais rápido possível.
    Adorei sua resenha,
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi Larissa, tudo bem?
    Ainda estou indecisa se gostei ou não da premissa do livro. Gosto de histórias emocionantes, mas quando acontece muita coisa ruim, sei lá, fico numa relação de amor e ódio.
    Mas que bom que o livro alcançou suas expectativas.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  16. Oi Larissa, eu já tinha ouvido falar desse livro também, mas ainda não tive a oportunidade de ler, e pelo que você contou a história é bem tocante, onde podemos saber um pouco mais sobre os personagens e suas histórias que podem estar presente em nossa realidade. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  17. Oi, acho essa capa linda. Um romance que traz superação na trama me chama muito a atenção, sofro junto com os personagens e torço o livro todo para que tudo dê certo. Gostei muito da sua resenha, pontuou bem os pontos importantes da história e assim pude perceber um pouquinho do porque que você gostou tanto assim do livro.

    Dica anotada.

    bjs

    ResponderExcluir
  18. Oii! Eu já conhecia o livro, embora não tenha lido ainda. Gosto de tramas emocionantes e personagens envolventes, principalmente em histórias de superação e amor. O que me preocupa um pouco é a possibilidade de o livro ter muito drama ao ponto de a leitura ficar estagnada nisso, mas, com tantos elogios em sua resenha e cinco estrelas de saldo final, me convenci a fazer a leitura quando tiver oportunidade.

    Beijos!
    www.palavrasradioativas.com

    ResponderExcluir
  19. Oiiee
    ADORO os livros da arqueiro,só não sou fã de romances,peguei certo trauma por causa do sparks kkkk, mas essa capa é linda e a temática muito boa acho que a leitura seria bem válida mas sempre fica o medo de ser aquele romance enrolado e mimizento.

    ResponderExcluir
  20. Oi Larissa, tudo bem?
    Me lembro vagamente de ouvir falar desse livro, mas não sabia bem do que se tratava! Achei a premissa dele bem interessante e a história parece ser realmente linda e emocionante.
    O fato de ambos os personagens sofrerem cada um com sua doença deve dar um toque bem dramático a história!
    Fiquei bem curiosa! Ah.. e essa capa é realmente linda!

    Beijo :*
    http://livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  21. Eu ando querendo fugir de livros no estilo "sick-lit" ultimamente, mas eu achei o enredo tão interessante e tão impressionante que sinto que é uma leitura obrigatória pra mim.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Não conhecia a obra e confesso que não me atraiu muito. Sua resenha ficou muito legal, mas meio que estou fugindo de enredos assim sabe, acabo largando o livro. Estou em uma fase mais fantasia, algo fora do comum, mas adorei conhecer a obra. Beijos!

    http://teoremasdamimosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. É difícil ver um livro que trate o transtorno bipolar de forma coerente, parece que esse conseguiu. Achei interessante e sensível, o tipo de livro que eu gosto de ler. Espero conseguir ler a história e ter as expectativas alcançadas como você teve.
    Excelente resenha.

    ResponderExcluir
  24. Oie, flor!
    Adorei sua resenha! Mesmo não sendo meu gênero favorito, vi que a leitura é do tipo que nos faz refletir bastante, principalmente por tocar num tema tão delicado. Ainda que eu não leia muito livros assim, vou dar uma chance. Boa resenha!
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger