Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Corações de Alcachofra

Título: Corações de Alcachofra
Autor(a): Sita Brahmachari
Editora: Galera Junior
Gênero: Juvenil
Páginas: 320

Sinopse: Mira Levenson tem 12 anos e raros momentos de tédio. Com um irmão mais novo e uma irmãzinha bebê, além de todas as novas experiências do início da adolescência, ela está sempre com a cabeça a mil. Mas não imaginava que seria obrigada a lidar com um sentimento totalmente novo e, possivelmente, o mais difícil de sua vida em meio a todo esse turbilhão. Josie, sua avó, é artista plástica, um tanto excêntrica e também uma de suas melhores amigas. Ela entende Mira como ninguém e sempre tem os melhores conselhos na ponta da língua. Porém, depois de muitas lições de vida, ela está pronta para ensinar a mais difícil: a aceitação do fim. Vovó Josie está com câncer e pretende encarar a última fase da vida como sempre enfrentou seus desafios: de cabeça erguida e com bom humor. Enquanto tenta assimilar tudo isso (com a ajuda de seu presente de aniversário, um diário), Mira vai descobrindo que não é a única a guardar segredos. A personalidade de cada um é composta de muitas histórias, experiências e sentimentos acumulados durante a existência, e depende muito de quanto de si cada um deixa transparecer. Ela aos poucos compreende que, assim como um coração de alcachofra, nosso próprio coração sempre tenta proteger a parte mais preciosa.

 Eu gosto muito de livros juvenis e quando vi "Corações de Alcachofra" pela primeira vez fiquei apaixonada pela capa, por isso quis ler e confesso que comecei a ler sem saber praticamente nada sobre a história e no final fui agraciada com uma leitura maravilhosa.


 A sinopse resume bem o que vamos encontrar no livro. Em "Corações de Alcachofra" conhecemos Mira, uma garota que está entrando na adolescência e que por indicação de uma professora decidiu começar a escrever um diário, pois segundo a mesma, em um mês pode acontecer muita coisa em nossas vidas.
 Mira está passando por um momento muito difícil, pois sua avó está com câncer e já está se preparando para partir, mas como Josie é uma mulher de bom humor, toda essa questão de morte não se torna tão pesado quanto realmente é.
 Além disso, Mira ainda tem que lidar com várias outras coisas, como ter menstruado pela primeira vez, não estar mais contando tudo para a sua melhor amiga e estar se apaixonando pela primeira vez por um colega de escola.

"Às vezes as palavras não bastam, não é? Para dizer as coisas que você quer dizer..."

 O livro fala sobre morte, desde o começo acompanhamos a avó de Mira e o avanço de sua doença, mas não é nada muito pesado, a autora soube trabalhar a morte como algo mais leve, mas continua sendo triste, claro.
 Como se trata de um diário o leitor se sente mais próximo de Mira, pois ali ela está escrevendo tudo o que sente e o que está acontecendo com ela, entendemos melhor as suas inseguranças e grande parte disso é porque todos já passaram pelo mesmo ou por algo parecido.
 A Mira é uma personagem extremamente cativante, para a sua idade ela é uma garota muito forte e decidida, sempre está ao lado de sua avó para cuidar e conversar com a mesma, isso a torna admirável. E mesmo ela sendo mais madura do que uma garota de sua idade, ela não é uma personagem forçada, pois continua sendo apenas uma adolescente.


 Na visão da maioria das pessoas a morte é algo cruel e que quando a mesma leva alguém que amamos o que resta é chorar e se entristecer, mas esse livro vem e aborda o fato de que a morte é algo natural e que deveríamos tratá-la de uma forma mais leve.
 A avó de Mira aceitou a própria morte, por isso não foi tão difícil para ela e ela não quis um velório triste onde as pessoas só iriam ficar chorando, pelo contrário, ela quis algo alegre para que as pessoas que ficaram lembrassem de todas as coisas boas que passaram com ela e aceitassem a sua morte mais facilmente. 
 Não vou falar que concordo com isso e ache que é a forma correta de encarar a morte, mas é algo diferente e por isso nos faz refletir sobre várias coisas.

"Quando alguém está morrendo, tudo o que você diz ou faz significa mais do que normalmente. Quando alguém está morrendo, você perceber coisas... na verdade, tudo. A vida toda fica em câmera lenta."

 Além de acompanhar todo o avanço da doença da avó de Mira, ainda acompanhamos como está sendo para ela entrar na adolescência e nos deparamos com dúvidas que por vezes até nós mesmos tivemos.
 O romance entre Mira e seu colega de classe é algo bem leve e que surge de uma hora para a outra, mas isso não é algo que me incomodou, afinal, quando somos adolescentes costumamos nos apaixonar rápido.
 Algo muito bacana no livro também é que conhecemos alguns segredos dos personagens e o passado deles, sendo que o personagem que mais conhecemos, tirando Mira e sua família, é Jidé, o garoto por quem nossa protagonista está apaixonada e o passado dele é muito emocionante e triste também.


 A leitura do livro é muito fluida, Mira consegue prender nossa atenção do começo ao fim, além disso é um livro bem leve e rápido de ler, por isso nem percebemos as páginas passando.
 A diagramação do livro está bem simples como é esperado da editora, mas continua muito agradável, as folhas são amareladas e o tamanho do texto está ótimo. As trocas de capítulos também são simples, ela são separadas pelo dia em que Mira escreveu. E a capa do livro está simplesmente linda, ela represente bem a história do livro e transmite a leveza que o livro possui, mesmo abordando a morte, um tema tão forte.

"Você não pode mudar algumas coisas, não importa para quem ou para o que você reze."

 Eu comecei a ler o livro sem nenhuma expetativa e terminei a leitura apaixonada pela história de Mira, não é um livro que vai fazer o leitor chorar e se desesperar, mas é um livro muito sensível e emocionante.
 "Corações de Alcachofra" foi um livro que li sem esperar muito, mas que me conquistou completamente, é uma história tão leve e gostosa de ler, algo que vai te fazer refletir diversas vezes e também lembrar da sua época de adolescente.
 Enfim, eu recomendo muito a leitura desse livro para quem gosta do gênero e mais ainda para quem está na fase de entrar na adolescência, pois a Mira vai se tornar uma amiga para você e as dúvidas dela podem ajudar.

(Livro recebido de parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Gosto de livros assim, que nos envolve e nos faz ler dezenas de páginas sem que percebamos. Já tinha visto resenhas postivias sobre o livro e a sua só me fez ter a certeza de que preciso incluí-lo na minha lista de leituras.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    www.palavrasradioativas.com

    ResponderExcluir
  2. Eu também adoro livros juvenis, pois sempre trazem lições e mensagens muito úteis para os adolescentes. Também achei a capa bem lindinha e adorei conhecer a obra, os personagens parecem bem construídos e o enredo bem leve. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Um familiar me disse uma vez que eu leio livros sobre câncer como autoajuda inversa hahaha eu adoraria poder ler esse livro, que vai me fazer chorar horrores, e vou me planejar para comprá-lo na bienal. Adorei sua resenha.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  4. Wow, flor, nada sabia sobre esse livro e o título me atraiu muito. A capa é belíssima e gostei de ler sua resenha… Fui surpreendida ao saber que o livro traz uma história sobre a aceitação da morte e o luto em si. Por ser juvenil, isso me encantou mais. Lerei, com certeza.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ah eu adoro livros em formato de diário e esse parece ser bem interessante
    Eu já havia visto esse nome, creio que na sua página do face, e fiquei muito curiosa para saber do que se trata
    Parece ser uma história bem emocionante realmente haha

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Eu só li suas considerações finais, quero muito ler o livro .. me apaixonei pela capa e resolvi me arriscar só por causa da capa. Gosto muito livros assim, com gêneros mais juvenis e românticos, e fiquei feliz por você ter amado a história <3

    ResponderExcluir
  7. Eu curto livros que tratam a morte como algo natural, afinal, nascemos para morrer, essa é a única certeza. Me parece ser uma história sensível, a capa é linda e delicada. Gostaria de conhecer para saber se é possível presentar minha sobrinha <3

    ResponderExcluir
  8. Olá, gostei da resenha. Já havia ficado encantada com a capa, quando a vi plea primeira vez; ao ler a sinopse, fiquei com vontade de conferir a história. Parece ser um livro que eu gostaria de ler.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Ultimamente tenho deixado os meus livros do gênero New Adult mais de lado e focado mais em alguns livro juvenis. O enredo desse livro é simplesmente maravilhoso!
    Parece ser tocante e leve ao mesmo tempo.
    Adorei a resenha e ele já está na minha lista de leituras!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  10. Oie, Larissa!
    Mesmo não sendo meu gênero favorito, você me fez ter curiosidade de ler. Amei o trecho que li da Mira - "Corra, Mira, corra!" hahahah - e posso afirmar a você que com essa capa linda, enredo interessante e resenha maravilhosa, Corações de Alcachofra acaba de entrar pra minha lista de leituras de 2015.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Nunca havia ouvido falar do livro, mas o título de cara chama a atenção e a capa dele é linda! Parece ser um livro leve e cheio de surpresas, o tipo de livro que terminamos com um sorriso no rosto e uma perspectiva mais otimista sobre determinado assunto.
    Acabou de entrar na minha lista <3

    ResponderExcluir
  12. Oi Larissa.
    Não sou muito fã de livros junvenis, mas confesso que esse chamou minha atenção. Amo livros em forma de diários e além da capa ser muito fofa, essa tematica de como Mira vai lidar com a morte da avó me deixou muito interessada. Espero conseguir ler ele breve.
    Um beijo
    Carol
    www.sobrevicioselivros.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Larissa, tudo bem?
    Muito bom quando a leitura nos surpreende positivamente né?
    O fato de ser o diário da Mira é bem legal e a autora não ter usado a morte para fazer algo dramático apesar de ainda assim ser triste, é bem legal também.
    bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  14. Oi
    Ainda estou formulando se quero ler este livro, acho que vou esperar mais um pouco. Mas tenho visto muitos elogios e a capa realmente é muito lindinha! Que bom que gostou tanto!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Eu queria ter pedido esse livro. Me chamou a atenção pela capa, e agora lendo a sua resenha eu realmente fiquei com vontade de colocar o livro na estante. Gosto de livros cuja a leitura é fluida.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Adorei essa capa. Livros fluidos é o que há. Ótima Resenha.
    beijos
    http://mytinybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Que livro mais lindo.
    Me ganhou só pela capa.
    Gosto muito de livros juvenis e esse parece ter uma história muito boa.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  18. Oie! Tudo bem?

    Que capa linda! <3 Confesso que pela temática eu não leria não... Mas fico feliz que você gostou! É tão bom ler um livro sem muitas expectativas e acabar gostando, né?!

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Apesar de estar no selo de juvenil, eu acho que iria adorar esse livro. Gostei muito da sua resenha e indicaria para as minhas alunas, rs. Adoro conhecer livros assim para poder indicar :}

    Beijos
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  20. Gosto, adoro, amo livros juvenis amiga e não tenho vergonha de falar isso, muitos julgam, mas as leituras na grande maioria são tão leves, divertidas e nostálgicas que você lê rapidinho e ainda descansa a mente. Esse livro apesar do quesito morte na história, de para perceber que tem uma boa história, eu adoraria acompanhar Mira nesse diário.

    Amei a sua resenha flor, muito bem escrita e descritiva.

    bjs


    www.adorkable.com.br

    ResponderExcluir
  21. Que legal Lari! Gostei muito do título rsrs
    Adoro livros com esta temática.
    Beijão

    ResponderExcluir
  22. Oi Achei a capa do livro lindinha,
    A sinopse ser interessante e passar uma temática mais densa,
    não é o tipo de leitura que eu faria no momento.
    Mas, adorei a sua resenha, bem detalhada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oii, tudo bem com você?
    A capa do livro é realmente linda, adorei. O livro me atraiu muito, achei bem interessante a premissa dele, é um livro que com certeza eu leria. E mais ainda por ser tipo um diário e por ela ser adolescente, voltar para as emoções desse tempo. Adorei a sua resenha.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  24. Oi, Lari!
    Que livro lindo, que capa linda e o que dizer da sua resenha?!! Lindaaa ^^
    Estou encantada com a obra, não tinha lido nenhum resenha até agora mas vejo que se trata de uma história emocionante.
    Quero muito ler esse livro, vou ver se encontro alguma promoção!

    Beijocas da Deebs!Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  25. Essa capa é linda, e depois de ler sua resenha tive vontade em conhecer o livro. Especialmente por ele ter te conquistado, acho que os livros que não esperamos nad mas que surpreendem no final são os melhores.
    Vou procurar me promoções, obrigada pela resenha e lindas fotos.

    ResponderExcluir
  26. Aahhh Lari, que coisa mais linda! Quero muito ler o livro agora que li sua resenha. Deve ser bem doce, pelo jeito q vc descreveu. E em forma de diário então, melhor ainda rsrs
    Beijos!!

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger