Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Hora do Dorama: It's Okay, That's Love.



 Oi, gente! Hoje é dia de Hora do Dorama e estarei indicando It's Okay, That's Love, um dorama muito divertido, romântico e que vai te fazer ficar com o coração apertado em vários momentos.

 Em "It's Okay, That's Love" conhecemos Jang Jae Yeol, um escritor e dj de rádio muito famoso que depois de um escândalo sobre plágio decide se mudar de casa e vai morar com outras três pessoas, uma delas é Ji Hae Soon, uma psiquiatra um tanto doida que vai conquistar totalmente o coração do escritor.
 No entanto, Ji Hae Soon sofre de um transtorno de ansiedade quando se trata de se relacionar com homens, sem contar que ela acha que Jang Jae Yeol é um completo canalha, então não vai ser nada fácil para ele conquistar o coração dela.


 E no meio dessa história dos dois, ainda iremos descobrir muitas coisas sobre o passado de ambos e são esses momentos o foco principal da história, neles vamos entender melhor os personagens e conhecer todo o trauma que eles passaram.
 Embora pareça, esse dorama não tem como foco apenas falar sobre o romance de Ji Hae Soon e Jan Jae Yeol, mas mesmo assim ele é simplesmente lindo e muito bem construído, os dois personagens se apaixonam de forma natural e os momentos em que estão juntos são muito engraçado.
 Ji Hae Soon é uma garota muito inteligente e determinada, mas é completamente teimosa e geralmente muito grossa e cruel com Jang Jae Yeol, mas mesmo ela tendo um temperamento difícil, ela é muito cativante.
 Jang Jae Yeol é um ótimo conquistador, sempre teve várias mulheres, mas está determinado a conquistar Ji Hae Soon, mesmo ela sendo difícil de lidar, ele sabe que não existe mulher mais perfeita para ele do que ela, então ele vai ser paciente e vai dar o melhor de si.
 Além dos dois, também conhecemos outros personagens muito bem construídos como o Park Soo Kwang, um amigo que mora com Ji Hae Soon e que sofre de Síndrome de Tourette, ele é infeliz no amor e ainda é rejeitado pelo seu pai por causa de sua síndrome, mas mesmo com todo o sofrimento, ele é um ótimo amigo para todos e é muito engraçado.
 Temos também o Jo Dong Min, um colega psiquiatra sênior de Hae Soon, ele é quem cuida de tudo na casa onde eles moram e ele é muito importante na história, pois é quem vai ajudar a desvendar o maior mistério do dorama.
 Esses são os personagens mais importantes, mas também há outros que aparecem de vez em quando e os pacientes do hospital onde Ji Hae Soon trabalha, com eles vemos o quanto um trauma pode influenciar na vida de uma pessoa e fazê-la ter uma doença mental.


 O dorama começa bem tranquilo, então acontece algumas coisas que nos fazem ficar curiosos e querer saber mais sobre, desconfiamos de várias coisas, mas é só com o decorrer da história que descobrimos realmente o que está acontecendo e o motivo.
 Para quem gosta de psiquiatria, acredito que essa história é ideal, porque com ela acompanhamos vários casos de transtornos mentais, o modo como algumas pessoas superaram e a forma como os médicos podem ajudar.
 E esse é o ponto alto do dorama, ele aborda os problemas mentais que muitas pessoas possuem por conta de traumas e ainda nos mostra que dá para uma pessoa viver bem mesmo tendo algum problema assim.
 "It's Okay, That's Love" também aborda muito a questão de violência doméstica, algo muito frequente que destrói famílias e ainda causa traumas em várias pessoas, um tema que não é tão bem abordado por ai, mas que é de extrema importância.


 Esse dorama é realmente bem interessante, além dele ter um romance lindo, ele aborda temas muito importantes, traz histórias paralelas muito curiosas e tristes também, e quem está assistindo aprende muito com os personagens.
 E como falei, os personagens são muito bem construídos, então eles nos conquistam facilmente e por isso, sofremos com eles e nos envolvemos mais ainda na história, torcemos para que tudo acabe dando certo e se dá, comemoramos junto.
 Além disso, o dorama possui uma trilha sonora muito bacana, há músicas lindas e tristes para alguns momentos e outras bem animadas, o que torna a história ainda mais emocionante.


 "It's Okay, That's Love" é uma história simplesmente linda e emocionante, tem muito a ensinar para quem está vendo, aborda temas muito importantes e por vezes esquecidos, é realmente uma história muito bem elaborada e que vai tocar o coração de quem a ver.
 Enfim, eu super recomendo essa dorama, mais ainda para quem se interessa por psiquiatria, pois os problemas mentais nessa história são bem trabalhados e depois de ver esse dorama você vai ter uma visão diferente de algumas coisas.

"É possível que uma história de amor inacreditável esteja te esperando encontrar a pessoa certa"

Deixe um comentário:

  1. Ah, meu deus, Larissa! Que gosto original vc tem!!! Nunca tinha escutado falar nisso de "dorama", e acho que me interessaria bastante pelo filme, pois vc disse que quem se interessa por psiquiatria ia curtir, e a cada dia mais eu me interesso por isso. Vou ver se tiro um tempo para assistir, valeu pela dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda.
      Fiquei muito feliz com o seu comentário, viu? s2 Espero que você tenha oportunidade de ver esse dorama e que o mesmo te conquiste o/

      Beijos :*

      Excluir
  2. EU AMO ESSE DRAMA ♥
    Já até falei dele no blog *o*

    http://geekcorderosa.blogspot.com.br/2015/05/8bits-1-bruna-who.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Que bacana, Bruna :3
      Vou tentar ir ver seu post s2

      Beijos :*

      Excluir
  3. Parece ser divertido, tenho gostado de suas dicas, sempre inusitadas. Bom, eu não curto psiquiatras, tenho verdadeiro pavor, um ou outro se salva para mim, mas acho que esse ai vai para minha lista de coisas que preciso conhecer, pois me passou a sensação de 'engraçado' :D
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lilian.
      Sempre tento trazer dicas diferentes e fico feliz ao ver que vocês gostam s2 E esse dorama é mesmo engraçado, mas também é triste kkkk

      Beijos :*

      Excluir
  4. Oi tudo bem ?
    Parece ser bem legal, fiquei curioso.
    http://literaturaparaosaber.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo e ai?
      Fico feliz em ver que ficou curioso :)

      Beijos :*

      Excluir
  5. Oláá
    Não sou muito de ver coisas assim mas gostei muito da premissa esse, bem interessante e tentarei arriscar qualquer hora, ótimo post e dica.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Catharina.
      Fico feliz em ver que gostou da dica, espero que consiga ver algum dia ;)

      Beijos :*

      Excluir
  6. Suas indicações de doramas sempre muito interessantes. Esse aborada temas fortes, além do romance, ainda traz questão psiquiátricas e violência doméstica. Gostei mesmo.
    O última dorama que vi aqui eu entre no site para conferir.
    Vou fazer o mesmo com esse.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nilda.
      Fico feliz em ver que você gosta das minhas indicações, espero que tenha oportunidade de ver esse dorama e que goste dele.

      Beijos :*

      Excluir
  7. Oi Larissa, tudo bem?
    Esse Dorama daria um ótimo chick-lit!!
    Fiquei meio confusa com esses nomes durante a leitura da resenha, fico imaginando como seria se eu assistisse.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  8. Lari lindinha amei esse Dorama o tema, os protagonistas são lindos e carismáticos. Dica anotada e passando para minha sobrinha que adora . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    eu não tenho tido muita paciência para seriados, então creio que também não teria para os doramas, rs. Mas gostei da premissa, e nossa, acho que confundiria todos esses nomes! kkkkk
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá flor, como você sabe estou fugindo de doramas, já basta a série que estou assistindo, realmente não dá kkkk! Enfim, já ouvi a minha irmã falar desse dorama eu acho... Mas achei bem interessante, principalmente por causa dos temas além do romance em si. Fiquei feliz em saber que a personagem é grossa, até porque não aguento mais personagens de drama que fica se arrastando por homem kkkk.
    Enfim, agradeço pela dica Lari e quem sabe futuramente eu não assista.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bom?
    Tenho curiosidade com os doramas, mas cadê o tempo pra acompanhar???
    Esse eu achei interessante porque além do romance também fala um pouco sobre transtornos que estão cada vez mais presente na nossa sociedade.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger