Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Eu é um outro - Hermes Bernardi Jr.


 Oi, bookaholics! Depois de um bom tempinho eu voltei com as resenhas oo/ Hoje o livro resenhado será Eu é um outro do autor Hermes Bernardi Jr. Recebi esse livro de cortesia da editora Edelbra e gostei da leitura, que tal conferir o que achei?
Eu é um outro - Hermes Bernardi Jr.

Sinopse: O autor criou um relato consistente e denso, por vezes fragmentado e dissolvido, que rompe seu silêncio na primeira sessão de terapia de Edu. No reservado do espaço, onde apenas seu terapeuta pode ouvi-lo, Eduardo solta seus pensamentos em profusão, em ordem desconexa, um turbilhão, muito comum nesta fase da vida, quando perguntas buscam respostas e algumas dúvidas naturais desejam ganhar forma de personalidade. 
Páginas: 79



 A sinopse do livro resume bem a história, na primeira sessão de sua terapia, Edu nos dá várias informações sobre a sua vida e como está na sinopse, essas informações chegam ao leitor de ordem desconexa, o que pode ser um tanto confuso, pelo menos para mim foi, porque sou acostumada a ler livros que seguem uma ordem certa, já Eu é um outro é um livro que estamos lendo algo do passado de Edu e de repente já estamos lendo algo do presente, é uma troca bem rápida, então o leitor tem que se manter bem atento.
 Mas mesmo com essa pequena confusão por causa da ordem dos acontecimentos, a leitura flui bem, Edu é um personagem que acaba conquistando o leitor facilmente, um jovem com várias dúvidas que passou por um momento difícil.



 Como é de se esperar dos livros da Edelbra, a diagramação do livro está ótima, a fonte está em um tamanho agradável e o espaçamento do texto também, as folhas são brancas, mas não é nada que incomode a leitura. O que me incomodou nesse livro foi o livro não ter capítulos, estou tão acostumada a ler livros com capítulos que achei um tanto estranho ler Eu é um outro por ele não possuí-los. Também não gostei do fato do livro não possuir travessões na hora dos diálogos, isso me incomodou bastante. Quanto a capa do livro, só tenho elogios a fazer sobre ela, pois a mesma está linda e tem tudo a ver com a história.
 Por fim, eu recomendo esse livro, ele é bem fininho, então a leitura é muito rápida, ele é um tanto confuso, mas a história é bonita e também por se tratar de uma história de um jovem que passou por um momento difícil dá para entender o motivo do livro seguir uma ordem desconexa, afinal, a mente dos jovens geralmente é um tanto bagunçada, mais ainda quando esse jovem está cheio de dúvidas.

(livro recebido de parceria com a editora)

Deixe um comentário:

  1. Amei essa capa! Coisa linda!
    Sobre a pergunta lá no meu blog, eu mesma fiz meu layout! Se você tiver interesse em fazer o seu, me manda um email!
    Beijos, Ana do dia, ♥

    ResponderExcluir
  2. Ai, socorro! Um livro sem capítulos e sem travessões? E ainda meio confuso, mesmo que exista uma justificativa para isso e combine com a mente bagunçada dos jovens? Sinceramente, não me interessei, mas gostei bastante da capa!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  3. Oi Lari, tudo bom?

    Um livro sem travessões? Sem capítulos? E ainda por cima confuso? Ai meu Deus! Apesar de ter gostado da capa, o livro não me chamou atenção. Sério. Muita bagunça, infelizmente.

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. OOoi,

    GENTE A CAPA É MARAVILHOOOOSAAAA!!
    Eu adorei a capa! Mas fiquei chateada com alguns pontos da resenha, a história parece ser muito boa, mas a falta de capitulos e de pontuação indicando falas me incomoda bastante.
    Já disse que amei a capa???


    Beijinhos.
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Não me agrada nada saber que o livro não tem travessão, e capítulos. Sério? Parece que a leitura vai ficar corrida, atropelada e de difícil entendimento. Não gosto de livros que ficam confusos; Mesmo sendo a mente de um adolescente, não vejo motivo para ser assim. Afinal tem tantos livros de adolescentes por aí e que não estão nesses padrões.
    Beijos; Feliz Natal.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  6. Oiee, tudo bem?

    Nossa, o livro é curtinho! Eu também ia estranhar um livro sem divisão de capítulos. Mas se a leitura me envolver...

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, o livro parece ser bem curtinho e deve ser ótimo para ler entre leituras mais densas e pesadas, mas eu acabei não me interessando pela historia, achei estranho não possuir capitulo e eme incomodaria também pela falta dos travessões...

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  8. Oi Lari, tudo bem? Realmente as vezes não me incomodo com um livro que não segue uma ordem cronológica, mas sem travessão e sem capítulo me incomodam demais. Não sei se leria, pois mesmo sendo curto, acho que ficaria meio entediada só lendo ele na sala do terapeuta contando a sua história de forma desconexa. Enfim, não é meu estilo de leitura.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  9. Oi Lari.
    Eu não gosto de histórias confusas, acho que se fosse separado por capítulos entre passado e presente ficaria bem mais organizado.
    A questão do travessão nos diálogos também me incomoda, a temática não me atraiu, enfim, adorei sua opinião esclarecedora e sincera, mas esse é um livro que não pretendo ler.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  10. Olá Larissa!
    Eu não me agradei muito do livro. Ainda mais que você disse que é um pouco confuso.
    Que bom que você gostou da história.
    Sua resenha estava ótima.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Lari,

    Apesar de você recomendar o livro, ele não me atraiu ainda mais por ser um tanto confuso, mas quem sabe no futuro, não é?

    beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Sem capítulos, sem travessões, mudanças rápidas de tempo.. aii que já deu um nó na minha cabeça hahaha
    Para conseguir finalizar um livro desse a história teria que me prender muito, ao ponto das demais coisas passarem batidas.

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  13. Olá

    Eu achei o livro sensacional por não ter travessões nem capítulos e acho que isso não me incomodaria em nenhum momento. Fiquei bem curioso com essas quebras temporais dando um ar meio tarantinesco ao livro haha também amei a capa e pretendo ler!

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  14. Sem travessão, sem capítulos, sem sequência temporal... quero não!
    Só gostei da capa, mas não é o suficiente para eu querer comprar.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Lari! Amei este título e a capa. São lindos, poéticos. Os livros da Edelbra sempre me conquistam. Interessante não ter travessão e quebra de capítulos. Se você lesse Saramago iria enlouquecer, pq nem pontuação não tem ahahahahaha
    Mas a história sendo interessante, não vejo problemas nisso. Fiquei interessada!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oooi, tudo bem?
    Gostei da capa, ela me conquistou com a simplicidade. Não li nada da editora, mas gostei o livro. Apesar de ele ser um tanto diferente do que estou acostumada (travessão, capítulos). A questão da sequência não me incomoda. Sou acostumada a leituras "doidas" assim.

    Beijooos!

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger