Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: A Sabedoria do Amor

Sinopse: Será a força do amor, capaz de ultrapassar fronteiras intransponíveis? O meu cão, Marley, entrou de rompante na minha vida, e logo se tornou um membro da família. Quando adoeceu repentinamente, a sua recuperação tornou-se quase impossível, e a minha vida descambou literalmente. Esta é uma narrativa de sofrimento e de amor, que retrata a luta de um cão, que se agarrou à vida, recusando-se a desistir. Na sua luta diária, Marley ensinou-me a viver e a olhar a vida de um outro modo, a dar importância aos pormenores, levou-me a um encontro com o meu verdadeiro EU e a acreditar. Esta é a história verídica de Marley, que me ensinou o verdadeiro significado da palavra amor. 
Páginas: 80

 Eu sou completamente apaixonada por cachorros, então quando li a sinopse desse livro fiquei muito interessada,  é um livro pequeno que me fez criar muitas expectativas e o melhor é que eu não me decepcionei.


 "A Sabedoria do Amor" conta a história de Marley, um cão da raça Shar Pei que apareceu na vida de Ana quando seu marido resolveu ceder ao pedido da filha do casal e lhe dar um cachorro de presente. Marley foi comprado em uma loja para a filha de Ana, mas depois de ter ficado doentinho e Ana ter cuidado dele, o cão acabou se apegando muito a mulher e começou a seguir ela por onde a mesma andava.
 Então o pesadelo começa em um dia que Ana chega em sua casa e Marley não vai receber ela na porta como costumava fazer, só isso já foi motivo para deixar a mulher preocupada, mas foi quando ela chegou na cozinha que viu que o cão estava passando mal, ele vomitou pela casa toda. No entanto, Ana não pôde cuidar dele naquela mesma hora, pois tinha um velório para ir.
No velório, Ana recebe várias mensagens de sua filha dizendo que Marley não havia melhorado, que ele continuava vomitando e quando chega em sua casa, Ana presencia seu cãozinho vomitando novamente, com isso ela decidi levá-lo ao veterinário, lá a doutora diz que Marley pode estar com alguma gastrite e recomenda alguns medicamentos, mas infelizmente o pesadelo não termina ai.


 Esse livro me emocionou muito, porque eu lia as coisas que aconteciam com Marley e ficava pensando no meu cachorro, pois ele direto está ficando doentinho também e a leitura toda eu me identifiquei com Ana, porque eu sei o quanto é difícil ver nosso pequeno animalzinho passando mal, é algo que destrói o dono e a gente mesmo sem querer acaba sempre pensando no pior, o que nos causa sofrimento em dobro.
 A leitura desse livro foi bem fluida para mim, pois a história é bem interessante, a escrita da autora é gostosa e a história de Marley acaba nos envolvendo bem fácil. Em algumas partes do livro há folhas com lindos poemas que acredito serem de autoria da autora também.
> A diagramação desse livro está ótima, assim como a diagramação de todos os livros da editora esse livro possui uma diagramação bem simples e agradável, as folhas são amareladinhas, a fonte do texto está em um tamanho bom e o espaçamento também, tudo para contribuir para uma ótima leitura.
 Por fim, eu recomendo muito esse livro para vocês, mais ainda para quem assim como eu ama cachorros, pois é uma leitura ótima, uma história bem emocionante que nos faz ver o quanto os cães são fortes e determinados, uma história que nos faz ver que o amor é capaz de mudar muitas coisas, que nunca devemos desistir e que milagres realmente existem.

Editora Chiado

Deixe um comentário:

  1. Nossa, eu amo cães... Tive duas dos meus 15 aos quase 30 anos. Elas faleceram e eram como filhas :( Já estava "na hora", mas sou super emotiva, sensível e era muito apegada a elas. Me interessei pela história, porém como ainda estou meio chateada, não posso ler uma história linda assim, ou me afundarei em lágrimas. Para tarde :) Beijos.

    ResponderExcluir
  2. ain que livro lindo, eu li o Marley & Eu e chorei e ri , chorei, me emocionei com a história, pq amo bichinhos e o meu cãozinho na epoca era tão travesso quanto o Marley, mas esse livro eu nem sabia que existia, quero ler tbm.

    Volto em breve pra ver mais novidades, beijos

    Somando Conhecimento

    ResponderExcluir
  3. Mais um Marley para nos fazer chorar!? Nossa, chorei demais com assistindo a Marley e Eu e preciso terminar de ler o livro, e esse só pela sua resenha já deu vontade de chorar. E saber que é uma história verídica me faz chorar mais ainda. Não imagino o meu Teddy, tão bagunceiro ficando doentinho, sei que vou sofrer muito tb.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  4. Aaaa historias assim me fazem chorar :/ Fico até sem coragem de ler acredita? hahahaha
    Ando parando até de assistir romances para não chorar :/
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Lari lindinha amo cães e só de ler a sinopse meu coração aperta , quando eles estão doentinhos ficamos tão mal, ficamos impotentes só esperando a medicação fazer efeito . E nós nos apegamos tantos a eles. Já sei que vou abrir o bocão nesse livro. rsss beijos adorei a resenha .

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro cachorros, mas o único livro sobre eles que li foi Marley & Eu (que fez chorar bastante). Gostei da premissa desse livro, parece ser ótimo!

    Beijo,
    Naty.

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Eu também sou apaixonada por cães, a minha cadela faz parte da minha família, e é tão bem tratada quanto.
    E apesar de amar esses bichinhos tão preciosos, eu evito esse tipo de história, seja em livro ou em filme, porque sei que a empatia é certa, e eu vou imaginar estar vivenciando tal situação com meu cão, e sei que o chororo é certo.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  8. Lara,
    amo livros com personagens caninos. Eles são apaixonantes dentro e fora das páginas. Não conhecia o livro. Achei muito interessante o trabalho de escrita do livro e se tivesse oportunidade, certamente o leria e com certeza me emocionaria. rs

    Abraços
    Adriano G.
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Lari! Que história incrível, não o livro mas achei a proposta dele muito boa. Deve ser lindo e emocionante A Sabedoria do amor. Eu já tive uma cachorrinha linda quando era menina, mas ela veio a falecer. Eu sofri muito, e ela teve alguns problemas nos olhos e acabou ficando cega, então vê o sofrimento dela e a luta para sobreviver foi tão triste. Com certeza eu vou ler sim.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, acredita que eu não gosto muito de cachorros? Não sei, acho que tenho trauma quando dois avançaram em mim quando eu era pequeno, então, ao ler livros assim infelizmente não sinto muita coisa :/ Mas pelo que li na sua resenha o livro é muito bom, eu não conhecia mas me interessei, parece que a história realmente é bacana.

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com

    ResponderExcluir
  11. Olha, não gosto muito de cachorros, nem de histórias de cachorros, então não me interessei. Deve ser bem tocante mesmo para quem gosta do gênero, e com certeza até eu me comoveria pela situação do animal, passando por tudo isso. Mas realmente não vou ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  12. Preciso indicar essa leitura para o meu namorado!
    Eu já tive três carrochos em casa, e apesar de nenhum deles ser meu eu cresci brincando com eles né. Lembro que quando eles já estavam velhinhos e um deles doente, eles choravam muito a noite e isso partia meu coração! Acho que essa história pode mexer comigo.. eu já estou com os olhos cheios d'agua e eu nem iniciei a leitura gente! rs

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi, Larissa!
    Atualmente não tenho mais cachorros porque meu apartamento não comporta ter um animal, mas eu sou louca pra voltar a ter um. É ótimo porque faz companhia pra gente, nos diverte, a gente realmente se apega, mas o momento da despedida é cruel.
    Só não gostei do nome do cachorro, achei meio forçado por causa do tão famoso Marley e Eu.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  14. Olá Larissa!
    O livro parece ser bem emocionante. Eu não sou muito fã de livros com animais, mas esse parece tocar no coração. Principalmente pra quem tem um animalzinho.
    Adorei a resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu estou evitando esse tipo de leitura ultimamente, tenho um pastor alemão de 11 anos, elétricos muito doente e agora nos últimos 2 anos tem uma vida calma mas toma remédio todo dia, todo dia seguro meu coração ao chegar em casa e medo dele nao vir me receber! Acho que me emocionaria demais com o livro, mas ele parece ser incrível, quem ama caes sabe a ligação incrível que existe entre dono e animalzinho

    ResponderExcluir
  16. Olá Lari,
    sabe que quando li sua resenha logo lembrei do livro Marley e Eu, talvez por causa do nome do cachorro e pela historia se tratar do amor pelos animais.
    E como eu amo historias assim, fiquei bastante fascinada e interessada na leitura deste livro. E sim, quando nossos animais adoecem, acabamos que adoecendo junto e já pensando o pior.
    Parabéns pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  17. Eu amo cães e sempre me emociono com história que envolvem esses anjinhos de 4 patas.
    Sou super emotiva quando se trata de animais então acabo evitando esses tipos de livros.
    Amei sua resenha, achei ela carregada de emoção e muito bem escrita.

    Bjs
    Aline Lima
    Sempre Nerd (http://alinenerd.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
  18. Oi Larissa, tudo bem?
    Eu já escutei várias histórias de cães, e todas lindas. É impressionante o que eles são capazes de fazer por seus donos, as vezes, acho que são mais leais do que o próprio homem, o que é uma conclusão muito triste de se fazer, infelizmente.
    Por isso, acho que esse livro me encantaria, mesmo quem não gosta de cães (o que não é o meu caso, muito pelo contrário), também gostaria por falar de amor!!!!!!
    Sua resenha está ótima, super bem escrita e conseguiu passar a emoção de um livro que a princípio parece ser simples.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Histórias de cachorro, eu sempre choro! O meu já tá velhinho, está com 11 anos (quase 12)... é bem animado, nem parece que está velho rsrs Mas tem dias que fica mais mimosinho, querendo carinho, mancando... aí quando fazemos carinho nele, ele sara na hora haha
    Já leu "Anjo de quatro patas", do Walcyr Carrasco? Se não, leia!! É fantástico!
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi Lari, não tenho nenhum cachorro e nunca tive, mas sou muito apegado á animais, tenho uma gata, e fico muito triste quando ela adoece, é horrível. O livro parece ser ótimo, gostei bastante da sua resenha. Beijos.
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Adorei o livro, meu Deus, histórias com animais é o tipo perfeito de livro pra fazer meus olhos secarem de tanto choro kkkk E adorei a resenha, parabéns :)

    Abraços!
    http://pipocaradioativa.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Adorei a resenha, parabéns! Eu amo cães então acho que amaria ler esse livro assim como li Marley e Eu e assisti ao filme onde chorei litros, kkkk bjs!

    ResponderExcluir
  23. Oi

    Adorei a sua resenha, eu amo cachorros e fiquei com vontade de ler o livro mesmo correndo o risco de chorar...

    Beijão!

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger