Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

In my little corner: Roberta de Souza



Oioi, gente! Esses dias eu fiquei um pouco sumida do blog, mas foi porque eu estava sem tempo para postar algo, não gosto quando isso acontece, pois parece que abandonei o Srta. Bookaholic :/ Mas chega de enrolação e vamos lá, hoje o post será uma entrevista da coluna In my little corner e a convidada da vez é a Roberta de Souza, autora do livro Meninas de 30.



Roberta de Souza
Roberta de Souza é jornalista, com orgulho! Crítica Literária, locutora, Editora do jornal Tanguá Notícias, onde também assina a Coluna Literária. Revisora e copidesque de obras literárias e jornais. Ela faz parte de uma louca e enorme família, seu sustento e sua vida. Desde muito nova se apaixonou pelos livros e é seguindo esta paixão que ela trilha sua vida. Entre sonhos e loucuras Roberta chegou aos trinta e, em meio a uma crise super normal nessa idade, criou coragem e resolveu se apresentar ao mundo como escritora.Entre contato e diga o que achou do livro, ela vai adorar: betapsouza@gmail.com

1- Como e quando foi que você decidiu que queria ser escritora?
Como sou jornalista e amo ler, isso veio naturalmente. Ainda bem novinha escrevia poesias e pequenos contos. Meu pai, que era um louco pensador das antigas sempre me inspirou também, ele escrevia super bem. Depois de engatinhar em algumas Antologias resolvi pagar pra ver e escrevi meu livro.

2- Qual foi a sua inspiração para escrever Meninas de 30?
Na minha vida. Eu estava chegando aos trinta, sentindo uma enorme pressão (minha mesmo) e completamente perdida. Olhei para minha vida e vi que estava tudo errado! Nada era como eu queria, então resolvi mudar. E nesse processo nasceu o Meninas de 30.

3- Você teve muita dificuldade para publicar o seu livro?
Graças a Deus não. Eu trabalhei na Editora Muiraquitã por mais de 8 anos e sempre tive o apoio de minha chefe. Quando contei a ela meu desejo recebi um enorme sim! E também pude contar com muitos amigos da área. O que fez a capa, Ricardo Goulart, um maravilhoso ilustrador! A Raquel Lima que bolou a ideia do formato e fez toda a parte gráfica. E o Luiz Carlos, amigo querido que já foi pro céu, que me deu um super apoio na impressão.

4- Olhando ele agora, você mudaria alguma coisa?
Nadinha. Ele é uma colcha de retalhos de minha vida e da vida de muitas pessoas que conheço, além de ter o espaço para voar por onde quiser na história. Eu amo o Meninas. O fiz com muito amor, imaginando como seria o leitor com ele nas mãos. O tipo de escrita, de letra, tudo!

5- Para quem sonha em se tornar um escritor, qual a sua dica?
Muita fé, esperança e luta. Nunca desista de seus sonhos e tente imaginar-se como um leitor de seu livro. Se o livro que você quer escrever caísse em suas mãos você gostaria de ler?

6- Quais seus autores favoritos?
Agatha Christie, Paulo Coelho, Machado de Assis, Jorge Amado, entre muitos!!!

7- E qual a sua opinião sobre blogs literários?
Adoro! Comecei na faculdade com um pequeno blog literário quando a blogsfera estava engatinhando, foi tão gostoso! Hoje meu blog virou o site Mix Cultural e segue com uma linha super legal de cultura e informação.

Ping-Pong:
Um livro: A Batalha do Apocalipse do querido escritor brasileiro Eduardo Spohr
Um autor: Agatha Christie
Um personagem: A Doida
Uma música: More Than Words, do Extreme

Uma mania: de carregar sempre um livro, para onde eu for.
Um quote: "Tudo o que vai, volta." E eu complemento: Então faça o bem, ame, seja feliz, olha que bençãos voltarão para você!!!


 Espero que vocês tenham gostado da entrevista de hoje, eu gosto de estar trazendo entrevistas para o blog, pois além delas me darem a oportunidade de conhecer melhor os autores parceiros do blog, elas também possibilitam uma maior divulgação dos autores.  Enfim, agradeço imensamente a Roberta por ter aceito participar dessa coluna <3

Beijos da Larii

Deixe um comentário:

  1. Com certeza esse contato direto com uma editora facilitou a publicação do livro, porque é muito raro ver um autor iniciante dizendo que o processo foi tão tranquilo assim. Isso não diminui em nada o valor da conquista, mas não pode servir de exemplo pros novatos por ser uma exceção.
    De resto, gostei da história da autora e da proposta do livro.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Larii, tudo bem???
    Que capa mais fofa a desse livro!!!!!!!
    Para tudo!!!!!! Eu sou super mega fã de Agatha Christie e ela também!!!!!!! Adorei!!!!!
    legal o tema que ela escolheu para o livro, pois todo mundo sempre falou da crise dos trinta. E achei muito curioso o que ela citou, que a vida dela nessa idade estava uma bagunça. A gente imagina o que vi estar fazendo quando chega aos trinta e de repente, a idade chega e não acontece nada como planejamos. O livro deve ser ótimo.
    Sucesso para a autora.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Lari lindinha não some mais hein . Adorei a entrevista não conhecia a autora nem o livro, mas o sinopse é interessante afinal muitas quando chegam aos 30 questionam muitas decisões tomadas até essa data. Muito sucesso a autora . Que sorte ela ter trabalhado em uma editora facilitou bastante . beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lari!
    Conheci o livro da autora aqui no seu Blog, e como comentei na resenha acho a capa linda *-*
    Adorei a entrevista, é sempre bom conhecer um pouquinho mais dos autores, ainda mais quando eles são nacionais :D

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Que legal que ela se baseou no próprio momento que estava vivendo para escrever, e que conseguiu publicar pela editora em que trabalhou! More than words é uma das minhas músicas favoritas da vida toda, amei ela ter escolhido essa! Desejo muito sucesso à autora!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi Larissa, adorei a entrevista. Muito boas as perguntas e a resposta da autora. É muito bom ler essas entrevistas para conhecer livros e autores novos. Que bom que a Roberta não teve dificuldades em publicar seu livro, esse contato com uma editora ajuda muito, e bom, espero que ela tenha muito sucesso com "Meninas de 30" parece ser um livro bem gostoso de se ler.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu não conhecia a autora nem tive a oportunidade de ler o livro ainda. Digamos que a Roberta é mil e uma utilidades, né?! Sempre envolvida com o universo das palavras. Acredito que o incentivo familiar deve fazer toda a diferença, né?!
    Mas acho que essa facilidade toda com a publicação do livro e tal deve ser uma excessão... há tantos ótimos autores tentando publicar há anos por algumaa editora e nada. Acho que o fato de a Roberta ter trabalhado tantos anos na editora deve ter contado como um ponto positivo ou mesmo uma garantia para a editora (que conhecia a escrita da autora) de que o livro seria super vendável, né?!
    Concordo com o conselho que a Roberta nos dá "Se o livro que você quer escrever caísse em suas mãos você gostaria de ler?". Com certeza deve fazer a diferença!

    Parabéns pela entrevista!

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá

    Adorei a entrevista. Apesar de ser um pouquinho mais novo que ela, acho que também estou um pouco perdido com relação à diversas coisas na vida. Seja de profissão, novas responsabilidades. O bom é que isso possibilita escrever diversas coisas. Fico feliz que ela tenha conseguido publicar seu livro quando quis, isso é raro acontecer com autores iniciantes e acho que ela teve muita sorte. Sucesso pra autora.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  9. Oii,

    Aaah eu adoro essas entrevistas pra conhecer um pouco mais sobre os autores. Gostei da simpatia da autora e das respostas delas.

    Adoro a parte do ping pong <3
    More than words é tããão liiinda.

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  10. Carregar um livro para cima e para baixo é um mania de todo leitor, então está tudo bem né hahaha
    Gostei muito de saber mais sobre as inspirações da autora. Essa fase dos 30 eu estou passado agora nos 20 hahah e espero sinceramente que eu não precise passar por ela novamente. Todos esses contatos da autora com certeza foram fundamentais para a sua publicação. Que ela seja um exemplo para os novos autores de que tudo é possível sim.

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Legal essa entrevista. Claro, que a proximidade dela com o mercado editorial facilitou a publicação, porém isso não retira o mérito do livro e o trabalho carinhoso dos amigos. São eles que nos inspiram e auxiliam em tudo. Lindo de ver isso.
    Gostei dos favoritos dela; só tem autor incrível!! rs
    A premissa do livro é interessante e talvez em outro momento, eu leria :)
    Ah Lari, adorei a entrevista!! ( :

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiiii
    Parabéns pela entrevista, foi um jeito bem legal de conhecer uma autora que não conhecia.
    E temos a mesma mania, de sempre carregar um livro kkk

    Beijos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá Larissa!
    Eu adorei essa entrevista. A escritora parece ser muito simpática.
    Que bom que ela não teve muito problema publicar o seu livro. Ela com certeza é uma excessão nesse meio.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger