Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Escolhas


Sinopse: Raíssa é uma jovem moderna da cidade grande que, ao visitar sua avó Mel no interior, apaixona-se por Zak, rapaz de origem simples e humilde, mas com temperamento forte. Porém, para viver esse amor ela terá que enfrentar mais cedo do que imagina as barreiras da sociedade para ficar com seu “gato grosseirão”. Ela terá maturidade para tanto? 
Páginas: 368




 Eu recebi esse livro de cortesia da autora, confesso que não tinha nenhuma expectativa em relação a leitura dele e isso foi bom, pois desse jeito não fiquei tão decepcionada com o livro. 


Obs: A parte de baixo da capa descolou :'(

 "Escolhas" conta a história de Raíssa, uma jovem da cidade grande que vai passar um tempo com sua avó no interior, lá ela é meio que obrigada a escrever sobre a vida de sua avó, isso é quase um sacrifício para ela, mas como foi sua avó que lhe deu o notebook, ela se sente obrigada a fazer o que a senhora pede.
 Tudo corria de forma tranquila, até que Raíssa conhece Zak, um rapaz simples e caipira, mas que chama a atenção da garota de imediato e que acaba conquistando ela. Com isso, Raíssa se apaixona por Zak e ele por ela, mas o amor desses dois jovens não será nada fácil, por causa da diferença de vida dos dois e o preconceito do pai de Raíssa.
 Mas eles não conseguem resistir e se entregam a essa paixão, no entanto, esse amor dos dois é feito de brigas, a todo momento eles estão brigando, tanto que teve vezes que eu me perguntava quantos anos eles realmente tinham, pois algumas brigas eram bem bobas e chegou a ficar cansativo ler sobre brigas e mais brigas. 
 Depois das brigas eles se entregavam um ao outro e se amavam, tudo bem que casais apaixonados querem ficar juntos a todo momento e que depois de brigas querem se amar mais e mais, só que toda hora eles estavam brigando ou fazendo sexo.

"Estava naquele momento de transição na minha vida, inteligente demais para algumas coisas e completamente retarda e idiota para outras."

 A Raíssa eu achei uma personagem bem fraca, de forma alguma ela me conquistou, é mais uma personagem feminina mimada e cheia das graças, a linguagem que a autora usou para ela foi algo que achei bem forçado, entendo que a autora quis fazer com que a garota ficasse mais moderna, por essa razão ela usou algumas gírias, mas eu não achei que ficou bom, na verdade seria bem melhor se ela falasse de forma normal mesmo. E não posso deixar de destacar uma parte do livro que me deixou muito incomodada e me fez definitivamente não gostar da Raíssa, é a parte em que ela vai para o hospital e descobre que perdeu seu filho, mas até aquele momento ela não sabia da existência da criança e mesmo depois de saber nada muda para ela, parece que nada aconteceu, está tudo bem. Isso me incomodou, porque ao meu ver uma mulher ficaria um tanto deprimida ao saber que perdeu um filho, mas a Raíssa não deu a mínima e o Zak também não, ele até falou que era só fazer outro.
 O Zak é um personagem que também não conseguiu me conquistar, o achei bem explosivo e sem noção, tudo bem que ele é caipira, mas ser caipira não significa ser idiota e desbocado, achei bem incomodo a forma que a autora representou um caipira.
 A avó da Raíssa foi a personagem que eu mais gostei, uma mulher sábia e de bem com a vida, ela sofreu muito, mas não perdeu o bom humor, sem contar que ela possui uma bela história de vida, tanto que a parte que conta sobre a vida dela foi a minha parte favorita do livro,  a autora devia ter feito o livro focado na história da vó de Raíssa, acredito que seria um livro bem mais interessante.


 A diagramação do livro está bem simples e agradável, o texto é em itálico quando é sobre a vida da avó de Raíssa, isso é bom, pois assim podemos identificar qual parte é sobre a garota e qual é sobre sua avó. Quanto a capa desse livro, devo confessar que não me atrai nenhum pouquinho, não a acho bonita, embora a garota da foto seja. 
 Enfim, eu recomendo a leitura desse livro, embora eu não tenha gostado dele, você pode gostar, mas vou adiantando para não criar expectativas quanto a leitura dele, pois não tem nada de surpreendente.


Deixe um comentário:

  1. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOI, Lariiiiiiiiiiiii *-* Tudo bem? ♥ Ué, por que você estava com as expectativas baixas? :c Eu achei a sinopse bem legal, hahahahaha! <3 Gostei da história, achei diferente! Tipo, menos a parte de uma menina da cidade grande que de repente se encontra no interior, hahaha! Mas sim a parte dela e da avó :3 Awn, um amor não correspondido... Hahahaha ♥ Vish, tinha que ter um pai no meio para rejeitar o amor dos dois, hahahahaha! :3 Nossa, vejo que esse livro não te agradou :c Cara, fiquei abismada ao saber que o Zak e a Raíssa não ficaram abalados quando descobriram que perderam um filho! :/ Mas de qualquer forma, gostei do livro ♥

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Não me interessei muito pela premissa do livro, aí sua resenha não é nada positiva então dispenso com certeza. Mas achei a diagramação bem agradável, sem muitas firulas. Uma pena que foi uma decepção.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Lari! Eu não me interessei pela história do livro, a capa também não me chamou a atenção, e ao ler sua resenha fiquei ainda mais desmotivada.. no momento estou passando de livros assim. Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Larissa, não gosto das publicações da Baraúna, então fiquei interessada quando vi que sua resenha era sobre uma delas. Não conhecia a obra e a autora. Acho que você foi muito madura e sincera em explicar os motivos do livro não ter lhe agradado, e, ao mesmo tempo, sem denegrir a obra. Acho que cada pessoa tem sua opinião, mas eu não leria o livro, por causa da sinopse mesmo. Que pena que a autora não foi convincente na criação e desenvolvimento das personagens, porque a premissa é tão clichê. Para fazer o livro atraente, só mesmo tendo algo diferencial. Não gosto de personagens com rótulos tão exagerado, soam falsos mesmo. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. I have been surfing on-line greater than three hours today, yet I by no means discovered any fascinating article like yours.
    It is lovely worth sufficient for me. Personally, if all webmasters and bloggers made excellent content as you did,
    the internet will likely be a lot more useful than ever before.



    Here is my blog post: cheap hosting company

    ResponderExcluir
  6. Olá querida
    Não conhecia a autora e nem o livro, mas depois de ver que os personagens principais não agradaram, desisti de uma leitura futura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Tudo bem?
    Interessante ler sua resenha, porque confesso que ao ver o título parece que é uma história muito bom. Mas, para julgar seria necessário eu ler, né? ^^

    Seguindo.
    BIO-LIVROS

    ResponderExcluir
  8. Oi Lari, tudo bem?
    Poxa, uma pena que o livro não te agradou tanto..
    Pela capa e pela sinopse eu não fico muito interessada.. Parece um pouco clichê, sabe? A garota mimada da cidade grande que vai para o interior e se apaixona pelo caipira que não tem nada a ver com ela. Sei lá, não é um livro que eu ficaria louca de vontade de ler.. Talvez ele pudesse me surpreender... Quem sabe, né?
    Beijo grande.

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  9. Hey Lari :)
    Que pena que não gostou do livro. Eu não me interessei muito pela sinopse do livro e como a resenha é negativa, também não crio muitas expectativas para lê-lo.
    Beijo
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lari,

    Bom geralmente julgo alguns livros pela capa, esse por sinal não despertou minha vontade de ler, mas como sempre tento, li sua resenha e gostei da premissa, achei diferente do que estou acostumada, gostaria de conhece as sábias palavras da Avó, claro que não vou colocar muitas expectativas na leitura, mas se tive oportunidade vou ler o livro.
    Beijos Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  11. Fico feliz pela resenha sincera, acho que as vezes deixa-se de falar o que realmente é por medo de magoar o autor. Acredito que o que faltou ai foi um laborátorio da autora de conhecer adolescentes, observá-los, se ela fez melhor uma personagem mais velha, é sinal que faltou noção nos jovens. Um livro que fala muito bem e é legal sobre isso é a maquina de contar histórias, como é pensar em cada personagem. Não é fácil screver e entreter um leitor.

    ResponderExcluir
  12. Assim como a Tati, eu tenho um pé atrás com a Baraúna. Só pela capa e sinopse eu já não teria lido, não me interessou. E a sua resenha só confirmou minha opinião. Algumas coisas realmente não compreensíveis, como a imaturidade da protagonista e o perfil tão estereotipado do mocinho. Enfim... dispenso a leitura.
    Beijinhos!
    Giulia- prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  13. Tão chato quando o livro nos decepciona né.
    Não me interessei muito pela sinopse.
    Beijooos
    http://garotaliterary.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olha, eu não conhecia o livro, mas só de ver a capa e ler a sinopse já achei que não seria nada demais e não entraria para os desejados. Sua resenha acabou confirmando isso, essa Raíssa é o cúmulo da superficialidade, também acho que é meio absurdo uma pessoa descobrir que perdeu um filho e não ter nenhuma reação.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  15. Oi Flor!
    Eu tento sempre ler todos os livros, sem expetativas, para que eles nunca me decepcionem por mim esperar demais, e não ter, tento isso principalmente com os que são elogiados demais! ahahah
    Esse não me chamou atenção, mas espero que chame de alguém!
    Beijinhos
    Paula Juliana

    ResponderExcluir
  16. Eu já me interessei pelo livro quando bati os olhos na capa e sua resenha me fez ficar mais a fim de ler, estranho né?kkkk bjs!

    ResponderExcluir
  17. A princípio, cliquei na resenha por achar o título bastante convidativo, porém, lendo a sinopse e lendo a resenha, foi um balde de água fria, a imagem do que parecia ser bom, sumiu instantaneamente, concordo contigo sobre a menina da capa, mas fora isso não é nada que encha os olhos. Mas existe aquela frases de nós leitora usamos bastante "nunca julgue o livro pela capa". Ficaria na dúvida se leria ou não.
    Sucesso!

    sessentaenovecontossecretos.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger