Home Sobre Mim Resenhas Colunas Contato Parceiros

Resenha: Esposa 22


Sinopse: Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático, Alice tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento. 
Protegidos pelos pseudônimos Esposa 22 e Pesquisador 101, Alice e o condutor da pesquisa iniciam uma intensa troca de mensagens que acaba tomando um rumo cada vez mais íntimo. Numa trama que se desenvolve através das respostas ao questionário, e-mails, postagens no Facebook, mensagens de texto e até mesmo por diálogos estruturados na forma de cenas de teatro (embora sua única peça tenha sido um fracasso, Alice ainda mantém a alma de dramaturga), Esposa 22 faz um retrato honesto e divertido de uma mulher divida entre seus desejos e responsabilidades e as aventuras permitidas pelo anonimato da comunicação digital. 
Páginas: 400

 Alice está infeliz com o seu casamento, tanto que faz uma breve pesquisa no google sobre como ter um casamento feliz e então quando vai verificar a sua caixa de spans, encontra lá um email para participar de uma pesquisa sobre casamento, imediatamente ela move o email para a caixa de entrada e aceita participar.
 Com o objetivo do participante ser sincero e responder as perguntas sem medo, eles criam uma conta anonima para cada participante e eles recebem aleatoriamente um nome. Alice recebe o nome de Esposa 22.
 Então inicia-se a pesquisa e Alice responde algumas perguntas por dia, como recebe toda a atenção de seu pesquisador, que usa o nome de pesquisador 101, ela fica cada dia mais animada com a pesquisa e um sentimento vai nascendo entre eles. No entanto, Alice ama seu marido, apenas está passando por momentos difíceis que estão deixando-a confusa em relação aos seus sentimentos.

"Aonde quer que eu fosse, por mais longe que eu tivesse me deixado levar e por mais que eu já tivesse me perdido muito tempo antes, você iria atrás de mim e me levaria de volta para casa."
   
 Ao longo do livro, achei que Alice era uma mãe meio neurótica, ela tem dois filhos, um garoto chamado Peter, que ela tem quase certeza de que é gay e uma garota chamada Zoe, que acredita ter algum distúrbio alimentar. Alice é diretora de teatro da Escola de Ensino Fundamental Kentwood, mas antes disso ela era uma dramaturga, no entanto, seu primeiro teatro foi uma desgraça e Alice recebeu tantas críticas que desistiu de continuar a carreira.
 Alice perdeu sua mãe quando era pequena e está em um ano crítico, pois irá completar a idade que sua mãe tinha quando veio a falecer, então ela participa de um grupo chamado Abelhas Abelhudas, onde busca apoio nas integrantes que cuidam umas das outras como se fossem mães e filhas. Mas a melhor amiga de Alice é Nedra, que é lésbica e mãe do ex-namorado de Zoe, que aparentemente traiu a garota e tem uma banda.
 Então depois de algumas pesquisas, Alice e seu pesquisador ficam cada vez mais próximos, o que faz com que Alice fique dividida entre seu marido e seu pesquisador, e se questione se o seu casamento deva continuar. A partir dai, a história se desenrola e várias coisas acontecem.

"A guerra nem sempre é obvia, ainda mais quando a pessoa está em guerra consigo mesma."

 A autora colocou as respostas de Alice ao longo da história, mas deixou as perguntas para o final, eu não gostei disso, talvez ela tenha feito isso para nos deixar curiosos quanto ao que foi perguntado à Alice, mas eu particularmente, preferiria que ela tivesse colocado as perguntas junto com as respostas. Também acho que a história teria ficado bem interessante se fosse dividida entre Alice e o Pesquisador 101, mostrando o que ele sentia em relação ao que estava acontecendo, claro que iria dar um trabalho a mais para a autora, mas acredito que ficaria bacana. E quanto ao trabalho da editora, eu não tenho nenhuma crítica, a capa é linda e não encontrei nenhum erro ao longo da história, se encontrei foram mínimos a ponto de eu ter ignorado.
 Enfim, eu comecei a ler esse livro sem ter muita noção da história, apenas sabia que Alice iria participar de uma pesquisa on-line e nada mais, no entanto, esse livro não me surpreendeu igual à outros que li sem saber muita coisa da história, para mim foi muito previsível, eu meio que sabia o que iria acontecer, mas ainda sim é uma história bonita e eu recomendo.

Deixe um comentário:

  1. Eu não havia me interessado por ele pelo tom de romance meloso que a capa me pareceu ter, mas já prometi que vou ler um livro por mês fora da minha zona de conforto, esse acabou entrando, vamos ver!!

    #bookaholics

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, talvez você goste, já vi muita gente que disse que gostou, mas eu não, infelizmente não foi uma das melhores leituras que fiz, e olha que eu geralmente gosto de todos os livros que leio kkkkk
      Beijos :*

      Excluir
  2. Oi, Larissa!
    Eu quase comprei esse livro recentemente e ele estava com um preço muito bom, mas desisti na última hora. A história parece ser legal, mas ainda não senti vontade de ler. Quem sabe mais para frente eu mude de ideia. ;)

    Beijos,

    Rafa {Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafaelle *-*'
      Eu comprei porque vi em uma promoção, o preço estava tão bom que me chamou a atenção kkkkk' Mas quem sabe você compre e goste da história não é? Às vezes o que eu gosto, não agrada outra pessoa ou vice-versa.
      Beijos :*

      Excluir
  3. 400 páginas? é grande só que eu fiquei curiosa vai entrar na lista dos livros para eu ler.
    http://livroseumamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Comprei este livro esses dias naquela super promoção do Submarino. Ainda não li, porém quero muito.
    Assim que eu entrar neste clima mais leve e tal!!
    Adorei a resenha!! Me tirou todas as dúvidas que eu tinha em relação com a história.

    Bjkas

    Lelê
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comprei no sub também, eles sempre estão fazendo promoções incríveis que deixam os leitores loucos e sem dinheiro kkkkkk'
      Obrigada e leia sim, a leitura desse livro é rápida.
      Beijos :*

      Excluir
  5. Quaaase comprei esse livro esses dias no submarino haha. Me pareceu pela sua resenha ser um livro engraçado, sei lá, mesmo você não tendo dito isso. Morri com o abelhas abelhudas kkkk. De vez em quando gosto de pegar algum livro mais leve pra ler e acho que eu iria gostar desse. É uma pena que eu não tenha comprado :/

    Beeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que não comprou? Estava baratinho esses dias *o* kkkk' Mas enfim, eu não disse, mas tem algumas partes engraçadas no livro sim e é um livro leve, bom para um domingo chato e preguiçoso. Enfim, compre se ver ele em promoção novamente, talvez você goste dele mais do que eu gostei <3

      Beijos :*

      Excluir

 
Criado por: Bruna Borges || Todos os direitos reservados || Tecnologia do Blogger